Fabão aponta que material utilizado pela Sinfra em tapa-buracos não é o correto

Fábio Brito (PSDB) voltou a cobrar esta semana o material escolhido pela Secretaria Municipal de Infraestrutura para as obras de tapa-buracos em Tangará da Serra. Fabão disse que o tipo de serviço que está sendo efetuado não está a contento da população, como deveria. A reclamação, segundo o vereador, vem sendo feita já há 30 dias.

“Eu venho falando na Câmara Municipal sobre o tipo de serviço que está sendo efetuado, que se coloca o produto, um produto que tem um custo para o Município, e no momento em que se coloca, praticamente 24 horas depois o produto já não está mais no buraco. Ou seja, é dinheiro público indo pelo ralo, entupindo os bueiros e se encaminhando aos rios do Município”, lamenta o vereador.

Segundo Fabão, seus apontamentos têm sido criticados, como se fossem reclamações de “oposição”. A afirmação, defende o vereador, não se sustenta diante das sugestões que têm sido encaminhadas ao Poder Executivo. Além disso, ressalta, na Câmara os 14 vereadores estão fazendo indicações pedindo obras de tapa-buracos.

“Eu apresentei idéias também. Fiz algumas indicações e uma dessas indicações é [sobre] o tipo de serviço, para não fazer o tapa-buracos e sim o recorte nos buracos e refazer aquele asfalto com asfalto usinado tipo quente. Essa foi a minha idéia, indicada para o prefeito e o secretário de obras”, diz o parlamentar.

RESPOSTAS - Fábio Brito lamentou que, até o momento, ainda não recebeu nenhuma resposta do Executivo às suas indicações. “É isso que eu quero saber: Se não tem asfalto usinado, respondam por quê. E se precisam, para fazer o asfalto usinado, de mais recursos, [que] procurem a Câmara de vereadores, porque nós precisamos de serviços de qualidade. A Câmara, como sempre, está a disposição para discutir esse e outros assuntos”, diz.

EM FRENTE A CÂMARA – Para demonstrar o que vem dizendo há um mês, o vereador usou como exemplo o serviço realizado pela Sinfra em frente a Câmara na quinta-feira, dia 27. “Este tipo de serviço que está sendo feito está claro e nítido que não funciona. O serviço foi feito pela manhã e três horas depois já está saindo o produto. Então, antes de tomar alguma providência quero deixar ao secretário de obras e ao prefeito municipal que reveja este tipo de serviço, e que se atenda ou responda as indicações dos vereadores”, afirma Fábio Brito.

FRARE – A convite do vereador Fabão, o vereador Claudinho Frare (PR) visitou na segunda-feira, dia 31, as obras realizadas na semana passada. Os vereadores constataram que o serviço foi totalmente perdido em função do material utilizado. “É lamentável que o dinheiro público esteja sendo tratado desta forma”, afirmou Frare, ao reforçar os apontamentos feitos pelo vereador Fabão.

Marcos Figueiró
Assessoria de Imprensa

Câmara vota nesta terça R$ 2 milhões para conclusão das obras da Unidade Mista


Os vereadores votam nesta terça-feira, dia 01, o Projeto de Lei 031/2014 que propõe a alteração de metas físicas e financeiras no Plano Plurianual e da Lei de Diretrizes Orçamentárias, permitindo a abertura de crédito adicional suplementar no valor de R$ 2 milhões 4 mil e 500 reais, na estrutura da Lei Orçamentária Anual. De acordo com o Poder Executivo, os recursos serão utilizados pela Secretaria Municipal de Saúde.

Segundo a mensagem que acompanha o projeto de lei, a abertura de crédito adicional suplementar pretende permitirá que a Secretaria Municipal de Saúde dê continuidade e conclua as obras do Hospital Municipal – antiga Unidade Mista de Saúde. Na mesma mensagem, o prefeito Fábio Junqueira (PMDB) argumenta que o convênio que o Município tinha para a realização das obras não foi cumprido, fazendo necessária a mudança.

“A abertura de crédito adicional suplementar que ora apresentamos a esta egrégia Casa de Leis, visa subsidiar a (...) continuação e conclusão das obras (...) tendo em vista que o recurso disponibilizado pelo Governo Federal não foi possível realizá-lo, pois o Estado de Mato Grosso não cumpriu com a contra partida conforme cronograma estabelecido em convênio”, diz o texto recebido pelo Legislativo.

O remanejamento orçamentário depende da aprovação do PL 031. Segundo o Executivo Municipal, com o remanejamento, será possível, então, concluir as obras com recursos próprios.

TRAMITAÇÃO – O PL 031 tramita em regime de urgência simples e será votado em discussão única. Antes de chegar ao Plenário, no entanto, o projeto recebe pareceres dos vereadores Silvio Sommavilla (PV), Rogério Silva (PROS) e Fábio Brito (PSDB) da Comissão de Legislação, Justiça, Redação Final e Eficácia Legislativa; dos vereadores Sílvio Sommavilla, Vagner Constantino Guimarães (PSDB) e Odair José da Silva Dias (PTB) da Comissão de Finanças e Orçamentos e dos vereadores Odair José, Claudinho Fraire (PR) e Dona Neide (PSD) da Comissão de Saúde, Assistência Social, Cidadania e Direitos Humanos.

Marcos Figueiró
Assessoria de Imprensa

Tangaraense é destaque no Campeonato Estadual de Atletismo

Atleta tangaraense, Rusinei Rodrigues

No último domingo, 23, foi realizado na pista de Atletismo do Sesi Clube, em Várzea Grande, o Campeonato Estadual Caixa de Atletismo Adulto, com a presença de vários atletas profissionais e amadores de várias regiões do estado, onde disputaram inúmeras modalidades do atletismo.

O atleta tangaraense Rusinei Rodrigues participou da prova e se destacou ao segurar a sexta colocação. “Graças a Deus estou muito feliz por esta conquista, não é fácil ficar entre os cinco primeiros, principalmente nos 1.500 metros que exigiu de mim muita força e superação. Este campeonato estadual é de suma importância para qualquer atleta.”, disse Rusinei, que aproveitou para agradecer ao apoio da Rural Soluções, B&P Informática, Elétrica Pinheirão, Empresa Andorinha, Academia Polly Dance, Transportadora Carvalima, Justo Auto Escola, AL Montagens e Guindastes.

Rodrigo Soares - Redação DS

Mais 18 profissionais do ‘Mais Médicos’ virão para Tangará

Junqueira, Felipe Proenço, Zé Pequeno e Ságuas Moraes durante audiência, em Brasília

O prefeito e vice de Tangará da Serra, Fábio Martins Junqueira (PMDB) e José Pereira Filho, o Zé Pequeno (PT), respectivamente, estiveram nesta quinta-feira, dia 27, em Brasília, para uma série de audiências no Ministério da Saúde. O objetivo, segundo Junqueira, era conseguir meios para amenizar a crise da saúde no município.

Na primeira delas, sendo esta realizada no gabinete do Deputado Federal Ságuas Moraes (PT), além dos tangaraenses e do parlamentar, participou também o diretor nacional do programa ‘Mais Médicos’, Felipe Proenço, que após solicitação do chefe do Executivo Municipal, garantiu mais 18 profissionais para atuarem no município a partir de maio deste ano. “No máximo final de abril, começo de maio, estarão aí”, adiantou Fábio Junqueira, por telefone, ao explicar que Proenço deu como data base para a chegada dos 18 profissionais o dia 22 de abril. 

Ainda na tarde de ontem, Junqueira e Zé Pequeno participaram de outras reuniões, sendo uma delas para tratar especificamente da ampliação da rede básica de saúde. “Temos a capacidade para 44 Unidades da Saúde da Família em Tangará e só temos 12 credenciadas, sendo que implantadas somente oito, porque quatro são as que estão em ampliação. Então estamos tentando ver mecanismos para credenciarmos mais”, explicou o prefeito, ao destacar, entre elas, as unidades do São Joaquim do Boche, Alto da Boa Vista, Progresso e Triângulo. “Temos várias localidades com estrutura de Posto de Saúde, com capacidade para colocarmos uma equipe de Saúde da Família”.

Além disso, Junqueira afirmou que estão também buscando recursos para a construção de novas Unidades de Saúde da Família. “Então estamos aqui para ver se conseguimos recursos para construir novos PSF’s e ao mesmo tempo credenciar aqueles que a gente pode credenciar. Com isso vamos receber mais recursos e assim poderemos e encaixar esses 18 médicos com melhores estruturas”, finalizou. 

Junqueira e Zé Pequeno, que retornam a Tangará da Serra já nesta sexta-feira, participaram ainda, no final do dia de ontem, de outra reunião no Ministério da Saúde, onde o objetivo era assegurar recursos para o término das obras da Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

Fabíola Tormes - Redação DS

Leani Ruppel assume neste sábado a presidência da BPW

“Estou muito emocionada e agraciada com essa nova etapa da minha vida” – destaca a nova presidente

A BPW Tangará da Serra (Business Professional Woman) uma ONG - Organização não governamental - sem fins lucrativos, apartidária e não assistencial, realiza neste sábado, dia 29, às 19h, na Casa da Amizade de Tangará da Serra, a posse oficial da nova diretoria.

A presidência que pertencia a Luciana de Brito, agora será passada para a empresária Leani Ruppel. “Assumir a presidência da BPW é algo que me emociona e ao mesmo tempo me desafia. Estou muito emocionada e agraciada com essa nova etapa da minha vida. Quero junto com a diretoria, junto com as minhas colegas BPW promover eventos que contribuam com o desenvolvimento das mulheres em nosso município”, destacou a nova presidente.

A nova presidente participa da ONG desde a sua reativação, em 2010. Teve a frente de projetos importantes como o ‘Vamos Limpar Tangará’ que recebeu um prêmio internacional. “Nós iremos realizar novamente este projeto. A nossa intenção mais do que limpar a cidade, é conscientizar as pessoas sobre o ato de jogar lixo onde realmente deve ser jogado. (...) Para manter Tangará limpa, faz-se necessário ações individuais. Se cada um fizer a sua parte nós iremos obter resultados muito mais expressivos”.

DIRETORIA – A cerimônia oficializa a posse da nova diretoria que já até realizou um evento no último dia 15 que foi a 3ª Conferência Regional “Mulheres Empreendedoras”. Além de Ruppel, também assumem Valnicéia Picoli como 1ª vice-presidente, Aparecida Martins como 2ª vice-presidente, Edilaine Nascimento como 1ª secretária, Tânia Zompero como 2ª secretária, Márcia Andrade como 1ª Tesoureira, Alessandra Wieczorek como 2ª Tesoureira.

Além da posse da nova diretoria, também haverá a cerimônia de velas na qual serão homenageadas 10 mulheres que se destacam em diferentes atividades em Tangará da Serra. “É uma cerimônia tradicional da BPW, realizada em todos os lugares onde nossa ONG está presente, que visa homenagear mulheres que fazem a diferença na sociedade. (...) Também estaremos dando posse a novas associadas na noite, que irão somar para a realização dos nossos trabalhos”, finalizou.

Paulo Ramos - Assessoria

Lions Clube promove 11º Festival de Prêmios da Páscoa em Tangará



O 11º Festival de Prêmios da Páscoa realizado pelo Lions Clube de Tangará da Serra em parceria com a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) está marcado para o dia 13 de abril às 16h, na Praça dos Pioneiros. Foram colocadas à venda cerca de 20 mil cartelas.

Serão sorteados cinco prêmios, entre eles um veículo Corsa Classic 1.0 quatro portas, ar condicionado, direção hidráulica e airbag como 1º prêmio, um Corsa Classic 1.0 quatro portas básico, como 2º prêmio, duas motos Honda Titan CG Titan Fan 125 como 3º prêmio e 4º prêmio e uma moto Honda Biz 100 como 5º prêmio. As cartelas estão sendo vendidas pelo valor de R$ 20 e o sorteio será monitorado por computador.

O programa O Povo no Rádio desta quarta-feira recebeu nos estúdios, o presidente do Lions Clube, Renato Dummel que falou sobre a parceria firmada com a Apae, que tem como objetivo angariar fundos para auxiliar no déficit da entidade que é muito grande.

No Festival deste ano de acordo com Dummel, foram distribuídas várias cartelas na cidade. “Fomos bem aceitos pelo comércio, indústrias e empresas em geral que estão revendendo as cartelas, além da nossa equipe de cambistas”, destacou. Ele pontuou que tenta com Festival tirar o déficit da Apae de pelo menos um mês, e garantir as atividade do ano do Lions Clube.

Fonte: Lucélia Andrade - Redação Rádio Pioneira

Vereadores aprovam Contas de governo de Saturnino Masson

As contas foram aprovadas por unanimidade pelos vereadores

Seguindo o parecer da Comissão Permanente de Finanças e Orçamentos do Legislativo Municipal, os vereadores tangaraenses aprovaram na tarde de ontem, dia 25, as Contas Anuais de Governo de 2012 da Prefeitura de Tangará da Serra, sob a gestão do ex-prefeito Saturnino Masson (PSDB).

As contas foram aprovadas por unanimidade pelos vereadores, após longo processo de análise e discussão dos parlamentares, além de explanações de técnicos da Prefeitura Municipal e defesa do ex-prefeito. “Estivemos aqui [na Câmara] com os técnicos da prefeitura, que tiveram a ombridade de vir explicar e esclarecer, tirar todas as dúvidas apresentadas pelos vereadores (…) A defesa também apresentou e nos cabe agora votar, mas ceder por pressão não”, destacou o vereador Fábio Brito (PSDB), na tribuna, durante a discussão do Projeto de Decreto Legislativo nº 001/2014, que foi ainda seguido pelos demais vereadores que o acompanhavam com a mesma opinião. “Estou votando pela legalidade”, reforçou Romer Japonês (PR).

A expectativa para o resultado da sessão era grande, pois a votação das contas estava envolvida em muitos falatórios, já que trazia um parecer diferente do apontado pelo Pleno do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso (TCE/MT), que foi derrubado pelos vereadores após pouco mais de três horas de sessão. ]

Masson: "Estou muito feliz porque tive unanimidade"

Presente durante toda a sessão ordinária realizada na tarde de ontem, 25, para aprovação das Contas Anuais de Governo de 2012, o ex-prefeito Saturnino Masson (PSDB) afirmou que o resultado foi a contento e que já esperava, pois conhecia e confiava no trabalho desempenhado por sua equipe e técnicos da prefeitura naquela ocasião. “Mesmo com todas as dificuldades em que pegamos a prefeitura naquele curto espaço de tempo, foi feito um trabalho muito bom e com transparência (...) um trabalho para que Tangará saísse daquela situação e por isso eu estava tranquilo”, disse ele logo após o fim da sessão. “Estou muito feliz porque tive unanimidade. Então agradeço a Deus, a toda a população e também os 14 vereadores que fizeram esse trabalho incansável (…) estudaram e buscaram toda a documentação. Elucidaram todas as dúvidas, votando com a maior transparência possível”, finalizou.

Porém, antes que os vereadores chegassem a esse resultado, todos explanaram suas opiniões e trouxeram ainda maiores esclarecimentos, inclusive o advogado de defesa de Saturnino Masson, Wilson Ferro, além do próprio ex-prefeito. 

Ao usar da tribuna, Saturnino lembrou da dificuldade que enfrentou naqueles 15 meses em que esteve a frente da Prefeitura, através do mandato tampão. “Conseguimos fazer com que o nosso município voltasse a paz, a tranquilidade e seguisse em frente. Tanto é que hoje se aponta através de documentos, que Tangará teve grandes melhorias, principalmente na área da educação”, disse, ao lembrar que no ano passado o Executivo Municipal recebeu o prêmio Gestor Eficiente da Merenda Escolar, relativo a gestão de 2012. “É satisfação para mim que era gestor nesse período, Tangará ser contemplado com esse prêmio entre cinco mil e tantas cidades brasileiras”, finalizou, pedindo ainda respeito a todos que ali estavam, pois tratavam-se de pessoas de bem e que não arrumavam jeitinhos para ganhar nada.

Fabíola Tormes - Redação DS

SEBRAE Tangará realiza eventos na Semana do Microempreendedor Individual

Os eventos acontecerão no Auditório do SEBRAE Agência de Tangará da Serra a partir de segunda-feira, dia 31 de março até 04 de abril. Serão palestras e oficinas totalmente gratuitas, voltadas a quem queira aprender a empreender.

A semana começa com a oficina “Sei Planejar”, na segunda-feira (31) das 13h30min às 16h30min. Os participantes aprenderão a planejar seu negócio para se adaptar às necessidades do mercado, dispor de produtos e serviços com qualidade e ampliar as possibilidades de crescimento e expansão do negócio de maneira sustentável.

Na terça-feira (01/04), das 14h00min às 16h00min será oferecida a palestra “Sustentabilidade para os Pequenos Negócios”. Serão disseminados conceitos e possibilidades de inserção de práticas sustentáveis no setor empresarial.

Haverá demonstração de que a adoção de práticas sustentáveis gera resultados econômicos, sociais e ambientais, com a minimização do uso de recursos naturais, diminuição dos custos operacionais e promoção da imagem perante a sociedade, clientes e fornecedores cada vez mais conscientes.

Já na quarta-feira (02) será oferecida das 13h30min às 15h30min a oficina “Sei Controlar Meu Dinheiro”, onde os participantes poderão aprender sobre finanças e como controlar o dinheiro da empresa e o fluxo de caixa. Será possível entender a diferença entre o dinheiro do empresário e o dinheiro da empresa, bem como elaborar o controle diário de entradas e saídas do negócio.

Quinta-feira (03) haverá mais uma palestra com o tema “Formalizar é um bom negócio”, esta no período matutino, das 08h00min às 10h00min. Nesta palestra serão apresentados os benefícios de se tornar um Microempreendedor Individual, para o empresário e para a cidade.

E no dia 04 de abril, sexta-feira, acontece a oficina “Sei Comprar”. Será das 13h30min às 16h30min e possibilitará aos participantes aprenderem a comprar bem, adquirirem o que precisam com qualidade, preços e prazos de pagamento favoráveis às necessidades de seus clientes, aumentando a lucratividade, mantendo ao mesmo tempo uma boa relação com os fornecedores.

As vagas para as oficinas e palestras são limitadas. Para mais informações os interessados deverão entrar em contato com o SEBRAE (65) 3311-7400 ou por e-mail: tangaradaserra@mt.sebrae.com.br ou ainda na Agência: Rua Antônio Hortolani, 91-N, Centro, Tangará da Serra.

Fonte: Marlenne Maria - da Redação Pioneira


Vereadores terão 15 dias para analisar denúncia contra prefeito

Duarte: “Estamos agora analisando a denúncia apresentada”

A Câmara Municipal de Tangará da Serra, através de seus vereadores e Assessoria Jurídica, terá 15 dias para analisar o requerimento protocolado no final da tarde da última sexta-feira, dia 21, por uma comissão formada por médicos, enfermeiros e outras pessoas ligadas à saúde municipal, contra o Prefeito Fábio Martins Junqueira (PMDB).

De acordo com o presidente do Legislativo Municipal, vereador Weliton Duarte (PT), uma cópia de toda a documentação referente a denúncia, assim como as provas anexadas, foram encaminhadas nesta segunda-feira, 24, a todos os vereadores e à Assessoria Jurídica para análise e conclusão nos próximos 15 dias. “Depois dessa análise, os vereadores farão a conclusão de todos os documentos, das provas encaminhadas junto do requerimento, e tendo a assinatura de cinco vereadores favoráveis, será montado um processo de abertura de CI [Comissão de Investigação]”, explica, ao destacar ainda caso os vereadores achem que a denúncia não tem procedimento, o processo também será arquivado. “Estamos agora analisando a denúncia apresentada (…) a Câmara jamais será omissa e irá apurar detalhe por detalhe antes da abertura de uma CI”, finaliza.

Denúncia pede abertura de CI

No pedido, a comissão requer aos vereadores tangaraenses uma investigação aprofundada através da abertura de uma Comissão de Investigação (CI) contra o Prefeito Fábio Martins Junqueira (PMDB), com base em gravação feita durante reunião com médicos e servidores da saúde de Tangará da Serra, na noite do dia 12 de março.

Os denunciantes afirmam que Junqueira descreveu aos médicos como fará para ‘deixar de fazer’ o processo licitatório regular para a conclusão das obras da Unidade Mista de Saúde, através da decretação do Estado de Emergência. 

Já Junqueira desmentiu as irregularidades colocadas no requerimento, afirmando que o objetivo da denúncia é unicamente para atrapalhar o desenvolvimento de Tangará da Serra bem como a conclusão das obras da Unidade Mista de Saúde.

Fabíola Tormes - Redação DS

MP pede internação de 4 adolescentes por morte de morador de rua

Quatro adolescentes foram detidos por agressão e morte de andarilho

O Ministério Público (MP) requereu à Justiça que decrete a internação de quatro adolescentes envolvidos com a morte de um morador de rua de 48 anos que teve 45% do corpo queimados na madrugada do último sábado (22) numa praça de Tangará da Serra, município a 242 quilômetros de Cuiabá.

Os adolescentes estão detidos desde o final da tarde de sábado na delegacia da Polícia Civil na cidade por crimes análogos a agressão e a homicídio triplamente qualificado (meio cruel, motivo torpe e sem condição de defesa da vítima). Porém, o prazo legal para que eles fiquem em poder da polícia é de apenas cinco dias e o MP tenta obter antes disso o encaminhamento para alguma unidade socioeducativa para menores devido à gravidade do crime cometido e ao risco de represálias contra os adolescentes.

Os menores foram detidos depois que imagens de câmeras de segurança os identificaram como responsáveis pelo ataque ao morador de rua na Praça da Bíblia, centro de Tangará da Serra. 

Primeiramente, o grupo se aproximou e três deles começaram a espancar o andarilho, que dormia sob a cobertura de uma igreja.

O grupo se retirou e se separou. Em seguida, dois meninos e uma menina voltaram ao local e atearam fogo no corpo do morador de rua, que não resistiu às queimaduras. Do grupo todo, apenas uma menina não teve participação nem na agressão nem na morte do andarilho.

Redação DS - Com G1

Tangará da Serra passa a ser o quinto eleitorado de Mato Grosso

Tangará da Serra passou a contar com 61.300 eleitores

Desde a segunda semana de março, o eleitorado de Tangará da Serra, região sudoeste de Mato Grosso, passou a ser o quinto do Estado em número de eleitores aptos a votar nas Eleições 2014.

De acordo com o Chefe de Cartório Eleitoral, Luis Gustavo Romko, Tangará da Serra passou a contar com 61.300 eleitores com o incremento de 700 eleitores somente no período de fevereiro e março corrente, sendo quase igual o número de alistamentos eleitorais de jovens e o número de transferências. 

Segundo Romko, o fato se deveu em grande parte à cooperação entre o Juízo Eleitoral e o jornalismo tangaraense, quando no final de fevereiro e início de março todos os meios de comunicação foram acionados, tanto os de rádio e televisão, quanto os jornais impressos locais, afim de exortar os eleitores que ainda não transferiram seus títulos eleitorais e os jovens que não fizeram seus alistamentos eleitorais a comparecerem ao Cartório Eleitoral para regularizarem sua situação. “O auxílio ao cartório eleitoral, por parte da imprensa tangaraense foi fundamental e surpreendente no incremento significativo de eleitorado nos meses de fevereiro e março, como parte das ações preparatórias para o fechamento do cadastro eleitoral para as Eleições 2014, como forma de se evitar o acúmulo de atendimentos nos últimos dias e dificuldades no atendimento aos eleitores”, lembrou o responsável, ao destacar ainda que a procura dos eleitores junto ao Cartório Eleitoral se deu não somente por jovens eleitores em busca do primeiro alistamento eleitoral, mas por eleitores em busca de transferir seus títulos para Tangará da Serra.

A Juíza Eleitoral, Joanice Oliveira da Silva Gonçalves, ponderou que “a importância da mídia nesta ação clarifica a importância do Eleitorado de Tangará da Serra no contexto de Mato Grosso, o que só aumenta a responsabilidade do Juízo Eleitoral da 19ª ZE na realização de Eleições que atendam aos anseios de seus eleitores quanto à organização”.

O próximo passo, segundo a Magistrada, será a busca direta por jovens nas escolas para que realizem seu alistamento eleitoral, com ações da equipe do cartório eleitoral ao longo do mês de abril com parte da preparação para o fechamento de cadastro com avisos nas salas de aula das escolas secundárias, visando um incremento maior ainda do eleitorado e diminuir os atendimentos e filas de última hora.

Redação DS - Assessoria

16º Café Colonial acontecerá no próximo dia 5 de abril

No próximo dia 5 de abril acontecerá o 16º Café Colonial promovido pela Comunidade Luterana de Tangará da Serra. Das 18h às 21h serão servidos no Ginásio Luterano, localizado na Vila Alta, os mais variados quitutes do café tradicional colonial do sul do país. 

Segundo uma das organizadoras do evento, Elaine Brincker, serão servidos os mais variados tipos de pães, bolos, tortas, cucas, salames, murcílias, e queijos, e é claro, café e leite.

Ainda de acordo com Brincker, a expectativa para esse ano é de que 600 ingressos sejam vendidos.       Ela ressalta, que o objetivo deste evento “é angariar fundos para a igreja, de forma que ele retorne para a comunidade”.

A atração da noite será, além da comida que já é um espetáculo para os olhos e para o paladar, o grupo de dança infantil da Academia Polly Dance que fará apresentações. 

A organizadora ressalta que os ingressos já estão à venda, e podem ser adquiridos na Cadore Veículos, no Salão da Mari e na Ceres Agromercantil, pelo valor de R$25 o ingresso adulto. Crianças de 6 a 10 anos pagam R$15.

Stéfani de Castro - Redação DS

Professora Iolanda Garcia lança seu primeiro livro infantil

Ela está interinamente à frente da Secretaria de Educação do Município

Chegará às livrarias nos próximos dias o primeiro livro escrito e produzido pela Professora Iolanda Cristina do Nascimento Garcia. Ela, que é professora especialista e mestranda em Estudos Literários, depois de ter coescrito algumas obras, agora lança sua primeira obra infantil. 

Professora Iolanda disse que a ideia de escrever esse livro não surgiu de imediato. Como mestranda de Estudos Literários, ela conta que teve que ler inúmeros contos e histórias infantis. E foi a partir de um texto escrito por ela que começou a desdobrar toda a história da personagem principal. “A partir daí comecei a pensar em uma história que pudesse aglomerar esses vários contos”, comenta.

O livro é de literatura infantil e conta a história de uma menina negra e seus sete irmãos, que vivem uma vida simples de interior, de mata, da vida no campo. A narrativa baseia-se em traçar sempre uma relação da personagem principal com algum personagem de contos conhecidos, como por exemplo Branca de Neve ou a Menina Bonita do Laço de Fita. Iolanda diz que “o importante é enfatizar essa busca na memória dessa menina vivendo nesse ambiente rural, e de seus afazeres, e a relação que ela faz com os personagens dos outros contos”, comenta.

A importância da literatura na era da tecnologia

Para Iolanda, o livro continua sendo importante.“Esse mundo do ler e ter o livro na mão, faz com que você possa estar em qualquer ambiente da casa, e ter acesso à história. Você pode mostrá-lo a alguém, ele está disponível o tempo todo para você.” afirma.

Mesmo nesse mundo de tecnologias e modernidades que mudam a cada segundo, a professora acredita que a leitura ainda tem a sua magia, pelo seu colorido, por seus desenhos (o livro oo tem ilustrações de Hudson Freire, ilustrador conhecido por seus trabalhos com escritores de renome como Ana Maria Machado), pela possibilidade de transportar o leitor ao mundo ficcional de fantasia. 

Iolanda ainda afirma que para ela, como professora, emociona esse processo de escrita e produção de um livro, principalmente se tratando de um livro infantil. “Foi uma escrita que me deixou muito contente depois de pronta, e ouvir de pessoas que tiveram acesso ao livro, contar que se emocionaram com a história, foi muito gratificante”, finaliza a professora.

Vale lembrar que o livro será comercializado pelo preço de R$20, e é uma publicação da Editora Ideias.

Stéfani de Castro - Redação DS

Diário da Serra recebe prêmio “Top Of Quality Brazil”

O Diário da Serra e outras 18 empresas de diversas regiões de Mato Grosso foram agraciados na noite de ontem, 20 de março, no Hotel Deville, em Cuiabá, com o prêmio “Top Of Quality Brazil”.

O prêmio tem como objetivo reconhecer o alto padrão de excelência e qualidade em serviços e produtos de empresas e profissionais que atuam com destaque e credibilidade gerando resultados positivos no mercado globalizado.

Receberam o prêmio os diretores do Diário da Serra, Mano Reski e Silvana Tormes.

Redação DS

Comissão pede à Câmara de Tangará que investigue ações do Executivo na saúde pública

Uma comissão protocolou na tarde de ontem na Câmara de Vereadores um documento requerendo investigações em relação à situação vivida no que se refere à saúde pública em Tangará da Serra.O documento está assinado por nove pessoas. Os médicos: Maurício Pereira, Francisco Canhoto, Sheila Fantin Buratti e Alessandro Zuchetto, pelas nutricionistas Marcia Oliveira de Souza e Ana Paula B. Camargo, pela jornalista Luciana Menoli (O Jornal), e pelo analista de sistemas Joziel dos Santos Oliveira.

O médico Dr. Maurício Pereira, falou à imprensa presente no ato do protocolo, apontando falta de gestão, falta de entendimento e centralização do poder por parte do prefeito como a causa dos problemas na saúde em Tangará da Serra. “Todas as transformações que estão sendo feitas, as mudanças, elas passam pelo crivo de uma pessoa só que é o prefeito. Não tem abertura. Tenho testemunhas que sábado às 8 horas da manhã me coloquei em missão de paz para tentar ser a pessoa de mistura do prefeito para tentar resolver esta situação com os médicos. O prefeito chegou a um impasse”, disse o médico. Em outro ponto da entrevista, o médico criticou a atitude do prefeito no caso do registro dos boletins de ocorrência no último final de semana [caso noticiado pela Pioneira ]. “A gente foi fazer um boletim de preservação. Eles me pediram para acompanhar. E ele entra assim atabalhoadamente na sala sem respeito a ninguém, nem ao escrivão que era a autoridade ali presente. Ele interrompeu o que a gente estava falando e abriu um boletim contra o médico Dr. Eli Ambrósio e o fez voltar para a Unidade Mista. Tanto ele quanto a Dra. Sofia. A Dra. Sofia não tinha a mínima condição de trabalho”, afirmou o Dr. Maurício.

O que o grupo quer, segundo o médico, é que a Câmara e a Promotoria de Justiça investiguem a situação da saúde em Tangará. “É um pedido de investigação dentro da Câmara Municipal. A Câmara é nosso órgão legislador e fiscalizador é a Promotoria. Então nos dois órgãos vamos entregar estes documentos com provas. A gente tá à disposição da Câmara e da Promotoria para prestar depoimento. Na promotoria a gente cansou de ir”, disse ainda o médico. Avaliando a saúde pública em Tangará da Serra, Dr. Maurício Pereira afirmou: “Eu acho que a gente tá na UTI, mas muito mal. Precisa sair da UTI em todos os aspectos”.

UNIDADE MISTA – Na entrevista o médico falou também sobre a decisão do prefeito de finalizar a obra da Unidade Mista com possível dispensa de licitação. “Neste um ano e dois meses a obra ficou parada. E agora como a coisa está apertando e não se resolve a gente pega o prefeito dizendo que vai arrumar um jeito de fazer licitação. Licitação é licitação. Se o primeiro licitante desistiu da obra por algum motivo, você tem que chamar o segundo licitante. Eu afirmo que na reunião de sábado, o prefeito ainda citou Joinville que era uma situação diferente, na época das cheias, que fez um processo de hospital sem licitação, mas que era realmente uma emergência. Nossa emergência vem há anos aqui em Tangará”.

TRABALHO ESCRAVO – Em um ponto de sua fala, o médico afirmou que a categoria no setor público de Tangará da Serra está em regime de trabalho escravo. “O que tem que ser levado em consideração é a Constituição Federal. Você obrigar alguém a trabalhar é trabalho escravo. Hoje os médicos estão sendo obrigados com um trabalho escravo no município”. Sobre a postura do Ministério Público afirmou: “Eu fui secretário de saúde em outros lugares, trabalhei em grandes hospitais, tinha hora que o Ministério Público me chamava, mas me chamava para fazer um TAC. Eu nunca vi falar em TAC. Na época de Júlio César, de Saturnino se tinha TACs aqui, que era o ajuste de conduta. Eu, por vezes aqui, tenho provas disto, tive que ser o urologista porque não tem contratado. A gente chegar a atender criança porque não tem pediatra”.

Fonte: Marlenne Maria com Heverton Luiz

Sicredi Sudoeste traz palestra de Economia em suas comemorações de 25 anos

Presidente da Cooperativa, Antonio Geraldo Wrobel

A Cooperativa Sicredi Sudoeste MT promove nesta sexta-feira, dia 21, a palestra Economia – Cenário e Perspectivas, com o economista Alexandre Englert Barbosa. O evento faz parte das comemorações dos 25 anos de fundação da Cooperativa. 
“A palestra é uma oportunidade de levar informação e conhecimento aos nossos associados e à sociedade. Isso contribui para que as movimentações financeiras e investimentos sejam feitos de maneira consciente e responsável”, ressalta o presidente da Cooperativa, Antonio Geraldo Wrobel.

A palestra é gratuita e aberta ao público, associados e não associados, devendo reunir empresários, administradores, estudantes e afins. É necessária confirmação de presença pelo telefone 3311 7202. A palestra acontece na OAB, em Tangará da Serra, dia 21, às 20h. 

Na oportunidade, após a palestra, a Sicredi Sudoeste MT fará a entrega do livro Desafios, Oportunidade e Conquistas, com depoimentos e fragmentos de 25 anos de sua história.

Keila Volkmer - Assessoria de Comunicação

Juíza consegue retornar ao cargo após três anos da punição

Magistrada foi aposentada compulsoriamente recorreu da decisão

O Pleno do Tribunal de Justiça de Mato Grosso decidiu pelo retorno à atividade da juíza Wandinelma Santos, que tinha sido aposentada compulsoriamente em 2011. Com essa decisão, a magistrada volta ao cargo na comarca de Tangará da Serra.

A decisão foi tomada pela maioria dos desembargadores da Corte Estadual, na tarde desta quinta-feira (20).

Os desembargadores seguiram o entendimento do corregedor-Geral da Justiça, Sebastião de Moraes Filho, que defendeu a aplicação da pena de censura ao invés da aposentadoria compulsória, punição máxima administrativa que pode ser imposta a um juiz.

O voto foi contrário ao do relator do processo administrativo disciplinar, Paulo da Cunha, que entendeu pelo afastamento definitivo da juíza do Judiciário Estadual. Com a pena de censura, a magistrada fica proibida de figurar em lista de promoção por merecimento pelo prazo de um ano.

Entenda o caso

A juíza titular da 1ª Vara Criminal da Comarca de Tangará da Serra, havia sido aposentada compulsoriamente pelo TJ-MT em 2011, por baixa produtividade, emissão de informações falsas à Corregedoria Geral da Justiça e outras condutas consideradas incompatíveis com a magistratura.

Porém, a sessão administrativa que a penalizou foi anulada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), devido à falta de quórum qualificado para a condenação, e foi determinado um novo julgamento do Procedimento Administrativo Disciplinar (PAD), instaurado contra a magistrada.

LAICE SOUZA
DO MIDIAJUR

Sommavilla reforça o convite e ressalta importância de Audiência Pública nesta sexta

Sílvio Sommavilla (PV) defende que a Audiência Pública “Cultivando nossas águas – Água e Energia”, que será realizada na próxima sexta-feira, dia 21, tem como objetivo despertar consciências e discutir com a população tangaraense sobre um assunto que diz respeito a todos nós, a AGUA ,um recurso essencial para a Vida e está cada vez mais escasso. Segundo ele, a audiência pública é um dos instrumentos que fortalece a democracia, pelo fato de que não há em nenhum momento qualquer objeção a participações de quem quer que seja. Durante o evento.

“Todos podem participar. Chegamos aqui com esse pensamento e ele se consolida toda a vez que temos agendamento de audiências. Neste ano serão dezenas. Penso que o Legislativo precisa inaugurar uma agenda de debates permanentes, caso contrário ficará circunscrito a reedição de eventos tradicionais. Isso aconteceu no ano passado e nós vamos continuar ampliando as discussões com toda a coletividade através dessas audiências públicas. Existem outros instrumentos, mas eu acredito que este é que vai despertar algum interesse de toda a população para no mínimo atualizar suas informações e partilhando experiências em assuntos de interesse comum”, afirma Sommavilla.

Para o vereador, se a população deseja ver os problemas coletivos resolvidos, precisa se apropriar de situações e avançar nas discussões. Caso contrário, avalia o parlamentar, mudanças até podem ocorrer, mas não em regra. Segundo ele, o motivo é que o sistema atual funciona muito bem no papel, mas na prática, nas ações, na celeridade, quando não existe interesse por parte do Executivo de todas as esferas, se prolonga em muito a resolução de determinados problemas.

ÁGUA E ENERGIAA Audiência de sexta-feira, dia 21, visa comemorar o Dia Mundial da Água.“Ano passado nós tivemos Audiência Pública, este ano nós vamos realizar no dia 21 de março, às 19h no Plenário da Câmara Municipal de Tangará da Serra, com parceria do Comitê da Bacia Hidrográfica do Sepotuba, que mantém uma participação ativa em defesa dos recursos hídricos de nossa região.

O vereador ressalta que este ano o foco das discussões é “Água e Energia” em função de que existem muitas solicitações de outorgas para a instalação de várias usinas hidrelétricas na região. “Isto não quer dizer que serão autorizadas. Na audiência pública teremos um sensor pois serão várias as manifestações, e a viabilidade ou não desses empreendimentos será facilmente identificada,salienta o vereador.

Na avaliação de Sommavilla, a sociedade tangaraense deve estar alerta para o tema. “Certamente a audiência pública vai despertar não somente o poder público, mas todos os empresários de modo geral a discutir esse tema, um bem finito. Cada vez vamos gastar, utilizar, vamos precisar de mais água e cada vez teremos menos água se continuar do jeito em que está a relação homem e natureza, a exemplo do Rio Queima-pé, que está dentro de uma micro-bacia que precisa de cuidados especiais dos proprietários e também do poder público”,o mesmo acontecendo com o ararão.

“Nosso convite então a toda a população de Tangará da Serra, da região também se quiser participar, mas especialmente de Tangará, a sociedade organizada, representantes de entidades, partidos políticos, poderes constituídos para que participem dessa audiência pública para discutir água e energia”, e quem sabe identificarmos ações concretas para esse ano.conclui.

O EVENTO - A audiência é na sexta-feira, dia 21, às 19h no Plenário vereador Daniel Lopes da Silva, na Câmara Municipal de Tangará da Serra. A audiência terá transmissão ao vivo pelo Canal 02 da TV a Cabo e pelo site oficial da Câmara Municipal (www.camaratga.mt.gov.br), no link “Tv Câmara”.

Marcos Figueiró
Assessor de Imprensa

Câmara analisará projeto que autoriza investimento de R$ 240 mil em obras de meio-fio

O Legislativo tangaraense recebeu o Projeto de Lei 26/2014, de autoria do Poder Executivo, que dispõe sobre alteração de metas financeiras na estrutura da lei orçamentária anual e sobre a abertura de crédito especial no valor de R$ 240 mil para custear despesas da Secretaria Municipal de Infraestrutura. De acordo com o projeto, os recursos devem ser investidos em obras de assentamento de meio-fio e sarjetas em ruas da cidade.

Aos vereadores o Poder Executivo solicitou que seja aprovado pedido de tramitação em regime de Urgência Especial. Se a solicitação for aprovada, o PL 026/2014 será incluído na pauta da ordem do dia da sessão desta terça-feira, dia 17. Caso o pedido seja rejeitado, o projeto seguirá em tramitação normal.

De acordo com a mensagem que acompanha a proposta, a abertura de crédito especial é necessária para que o Município realize certame licitatório para contratação de uma empresa especializada na prestação de serviço de assentamento de meio fio e sarjetas. As ruas atendidas, conforme consta na justificativa apresentada pelo Executivo, serão pavimentadas este ano pela Secretaria Municipal de Infraestrutura, sendo que ainda não foram definidos os bairros e as ruas com leito natural que serão pavimentadas.

MANUTENÇÃO – Os dois projetos que já estão na pauta da ordem do dia da sessão ordinária desta terça-feira, dia 17, referem-se a manutenção. O primeiro, Projeto 020/2014, autoriza abertura de crédito adicional suplementar no valor de R$ 36 mil para atender às necessidades da Secretaria Municipal de Administração, para custear despesas do novo Prédio da Prefeitura. Os recursos devem ser gastos com material de consumo.

Já o PL 024/2014 trata de abertura de crédito adicional suplementar no valor de R$ 9 mil e 800 para atender às necessidades da Secretaria Municipal de Administração, no custeio das despesas com os serviços de energia elétrica e serviços de água e esgoto do antigo Prédio da Prefeitura Municipal. No local, atualmente funcionam o Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (PROCON), o Sistema Nacional de Emprego (SINE) e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU).

Marcos Figueiró
Assessoria de Imprensa

Audiência sobre Violência contra a Mulher será realizada nesta segunda

O Poder Legislativo realiza hoje a partir das 19h, no anfiteatro do Centro Cultural de Tangará da Serra, a Audiência Pública sobre “Violência Contra as Mulheres”. O evento será presidido pelo vereador Professor Sebastian (PROS), que é autor do requerimento que resultou na audiência. Segundo o parlamentar, o evento é a oportunidade para que o tema seja debatido com profundidade.

“Uma Audiência pública é um espaço onde a população tem o direito de se pronunciar, se manifestar, e é um espaço legítimo, onde de fato é possível também a construção de políticas públicas em prol de um bem que, no caso, é a questão da mulher, a figura da mulher que, infelizmente, sofre com a violência em nosso Estado, em nosso Município e no Brasil como um todo”, ressalta o vereador ao convidar a população a participar.

Este ano, segundo o vereador Professor Sebgastian, a Audiência Pública sobre a Violência Contra a Mulher focar, entre outras tantas situações, na implantação do Conselho da Mulher e nas discussões acerca da implantação da Delegacia da Mulher em Tangará da Serra – uma antiga reivindicação da sociedade tangaraense.

“Existindo o Conselho de Defesa e Direito da Mulher, sem dúvida alguma, virão outras ações para o município. E havendo a Delegacia da Mulher, sem dúvida alguma, a mulher que infelizmente ainda sofre violência em seu lar, na sociedade, em seu trabalho, seja o local que for, ela terá o amparo de uma delegacia especializada”, concluiu Sebastian.

O EVENTO - Do evento, participará a delegada da Polícia Judiciária Civil Núbia Beatriz Gomes dos Reis que falará sobre a Lei Maria da Penha e os índices de violência em Tangará da Serra. A psicóloga do Centro de Referência em Assistência Social (CRAS Setor II) Thereza Érica Souza Lopes apresentará aos participantes informações sobre a violência psicológica sofrida pela mulher.

Já a professora mestre Marinês da Rosa, que é idealizadora do Projeto Tangará por Mulheres (TPM), fará em parceria com o professor doutor Flávio Benittes uma palestra sobre questões sociológicas, linguísticas e culturais que contribuem para a reclusão da mulher que sofre a violência.

Marcos Figueiró
Assessoria de Imprensa

Violência contra a Mulher será tema de Audiência Pública

A delegada Núbia Beatriz Gomes dos Reis participará do evento

O vereador Professor Sebastian (PROS) presidirá nesta segunda-feira, dia 17, a Audiência Pública sobre “Violência contra a Mulher”. Ele é autor do requerimento aprovado em plenário na 3ª sessão ordinária da Câmara, para que a audiência fosse realizada pelo Legislativo. O evento acontecerá no anfiteatro “Pedro Alberto Tayano Filho”, no Centro Cultural, a partir das 19h.

“Todos estão convidados e até mesmo posso dizer convocados a participar deste momento onde as discussões e os debates estarão focando o tema da Violência contra a Mulher e as pessoas que estarão ali conosco vão explicitar, explanar, vão dialogar sobre os temas pertinentes a esta questão da violência contra a mulher”, afirmou o parlamentar.

Do evento, participará a delegada da Polícia Judiciária Civil Núbia Beatriz Gomes dos Reis que falará sobre a Lei Maria da Penha e os índices de violência em Tangará da Serra. A psicóloga do Centro de Referência em Assistência Social (CRAS Setor II) Thereza Érica Souza Lopes apresentará aos participantes informações sobre a violência psicológica sofrida pela mulher.

Já a professora mestre Marinês da Rosa, que é idealizadora do Projeto Tangará por Mulheres (TPM), fará em parceria com o professor Flávio Benittes uma palestra sobre questões sociológicas, linguísticas e culturais que contribuem para a reclusão da mulher que sofre a violência.

Marcos Figueiró - Assessoria de Imprensa

Mais de 500 meninas já se vacinaram contra o HPV em Tangará

Meta de vacinar 2,3 mil meninas na faixa etária de 11 a 13 anos

A Secretaria Municipal de Saúde de Tangará da Serra, através das Unidades de Saúde da Família do Santa Isabel, Nazaré, Shangri-lá, Jardim dos Ipês e Goiânia e Centro de Saúde (Posto Central) iniciou no último dia 10 de março (segunda-feira passada) a vacinação contra o HPV – Papiloma Vírus Humano –, o principal causador do câncer de colo do útero – em meninas de 11 a 13 anos.

De acordo com a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Luciléia Rodrigues, a vacina está sendo aplicada nessas seis unidades de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 11h e das 13h às 16h45 e no último sábado, dia 15, foi intensificada, juntamente com o mutirão para coleta de preventivo.

Durante a semana, segundo a coordenadora, cerca de 440 vacinas contra o HPV foram aplicadas, além do grande movimento observado durante todo o dia de sábado, ultrapassando 500 imunizações. “Estamos tendo uma procura muito grande e ainda estamos aproveitando este sábado para divulgar a vacina que vai ser rotina nas Unidades de Saúde”, observou a coordenadora, ao destacar que vacinação continua nessas unidades.

Além do trabalho nas unidades de saúde, a Secretaria de Saúde iniciará também um trabalho de imunização dessas meninas nas escolas. O objetivo é facilitar o acesso à vacinação e ampliar sua cobertura. “Temos uma meta de vacinar 2,3 mil meninas na faixa etária de 11 a 13 anos e para que a gente consiga abranger todas essas meninas estaremos realizando um trabalho junto as escolas públicas e privadas do município para alcançar essa meta”, explica a coordenadora Luciléia Rodrigues.

Segundo o Ministério da Saúde, a vacina contra HPV garante 98% de proteção contra o câncer de colo de útero, o terceiro tipo de câncer mais comum em mulheres.

Resultado preventivo ficará pronto em 40 dias

Profissionais da saúde municipal de Tangará da Serra realizaram no último sábado, dia 15, a primeira grande ação do ano para coleta de preventivo.

De acordo com a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Luciléia Rodrigues, as mulheres atenderam o chamado para a saúde e procuraram as Unidades de Saúde da Família, além do Centro de Saúde para fazer a coleta do preventivo.

“Porém, tão importante quanto a coleta do preventivo para detectarmos o vírus que causa câncer do cólo do útero, é as mulheres buscarem o resultado do exame. Não adianta a gente fazer o exame e não buscar o resultado. O importante está no resultado para que a gente possa fazer uma intervenção antecipada para maiores problemas, como o câncer, que leva muitas mulheres a morte”, alerta.

Luciléia lembra ainda que o resultado sairá dentro dos próximos 30 a 40 dias. “O resultado deve ser retirado na mesma unidade em que a mulher colheu o exame, seja ele no Posto Central em nas diversas unidades de saúde”.

Além disso, a coordenadora reforça que para quem não participou do mutirão, pode procurar uma unidade de saúde para realizar o exame. “Toda unidade de Saúde e o Posto Central realizam a coleta do preventivo durante todo o ano. Basta que a mulher vá até a unidade de sua área de abrangência e faça o pedido”, explicou. Em todas as unidades o exame é realizado duas vezes na semana, com 10 mulheres em cada dia.

Fabíola Tormes - Redação DS

Prefeitos e autoridades se reúnem em Tangará da Serra

A reunião aconteceu na tarde desta sexta-feira

Prefeitos das cidades participantes do Consórcio Intermunicipal do Alto do Rio Paraguai se reuniram no município tangaraense para discutir e divulgar a chegada e a distribuição de novas patrulhas mecanizadas para a região. A reunião aconteceu no auditório da Prefeitura Municipal de Tangará da Serra, na tarde desta sexta-feira. Segundo o presidente do Consórcio, o prefeito de Nova Marilândia Wener Santos(PR), o objetivo maior do órgão é unir forças em prol do desenvolvimento dos municípios.

Estavam presentes na ocasião, além do presidente do Consórcio, o deputado estadual Wagner Ramos (PR) e ainda os prefeitos José Mauro Figueiredo (PRB) de Arenápolis, Cristóvão Masson (PP) de Nova Olímpia, Pedro Tercy (PSD) de Denise, Mauro Buzinaro (PMDB) de Porto Estrela, Natanael Casaverner (DEM) de São José do Rio Claro, Adair José Alves Moreira (PMDB) de Alto Paraguai, Venceslau Botelho (PR) de Santo Afonso e o de Tangará da Serra, Fábio Martins Junqueira (PMDB). Além desses estiveram ainda representando o município de Barra do Bugres Rodrigo Facione, de Sapezal Pedro Rosa e o Superintendente da Associação Mato-grossense dos Municípios, Darci Lovato.

Stéfani de Castro - Redação DS

Saúde realiza neste sábado mutirão para coleta de preventivo

A vacinação contra o HPV será realizada neste sábado somente no Posto Central

Profissionais da saúde municipal de Tangará da Serra realizarão neste sábado, dia 15, a primeira grande ação do ano para coleta de preventivo. 

De acordo com a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Luciléia Rodrigues, a campanha para o combate ao câncer de colo de útero envolverá todas as Unidades de Saúde da Família (USF’s) e Centro de Saúde (Posto Central). O mutirão será das 8h às 16h, sem intervalo ao meio-dia.

“Sábado agora temos um compromisso com a saúde. Por isso convidamos todas as mulheres com a vida sexual ativa para que compareçam a uma unidade saúde para coleta do preventivo. Além disso, convidamos todas as mães para que levem suas filhas de 11 a 13 anos para também se prevenirem contra a doença, através da vacinação contra o HPV”, convida a coordenadora, ao lembrar que a vacinação contra o HPV será realizada neste sábado somente no Posto Central. “Estaremos no sábado em diversas unidades de saúde fazendo a coleta do preventivo, porém a vacinação contra o HPV será realizado somente no Posto Central àquelas meninas que estudam e não conseguiram comparecer a uma unidade de saúde nesta semana”. Já durante a semana a vacina está disponível em cinco Unidades de Saúde da Família – Santa Isabel, Nazaré, Shangri-lá, Jardim dos Ipês e Goiânia –, além do Centro de Saúde (Posto Central), de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 11h e das 13h às 16h45.

O objetivo desta ação é diminuir a incidência e a mortalidade da doença nas mulheres, por meio da implementação de ações estruturadas para a detecção precoce da doença e de suas lesões precursoras, garantindo o tratamento adequado e monitoramento da qualidade do atendimento à mulher. “São duas ações pontuais que serão realizadas no dia 15 de março, a coleta de preventivo e a vacinação contra HPV, que também é prevenção ao câncer o colo do útero”, adiantou a coordenadora Luciléia Rodrigues, ao destacar ainda que a vacina não substitui o exame preventivo (Papanicolau) a cada ano, nem o uso do preservativo nas relações sexuais. “Temos que deixar claro que a vacina é mais uma forma de prevenção contra o câncer de colo do útero e de reto para as mulheres. Mas queremos também que todas as mulheres com a vida sexual ativa procurem uma unidade de saúde para fazer a coleta do preventivo, que somente durante a coleta que o profissional tem a capacidade de verificar se há alguma lesão que pode levar ao câncer, além de detectar outros problemas através do exame laboratorial”, finaliza.

Fabíola Tormes - Redação DS

Vereadores denunciam qualidade de obra da Avenida Brasil

Fotos da visita foram entregues ao promotor

A qualidade das obras de pavimentação da Avenida Brasil ligando com asfalto a Vila Alta V, Jardim Monte Líbano e o Jardim San Diego ao Anel Viário, em Tangará da Serra, está sendo questionada.

Nesta semana, vereadores tangaraenses visitaram a localidade e constataram, segundo eles, um asfalto de péssima qualidade e outros trabalhos como a drenagem superficial e a galeria de águas pluviais, também de qualidade duvidosa. “Algo de muito estranho, infelizmente, existe por traz de tudo isso, principalmente envolvendo políticos”, declara o vereador Sílvio Sommavilla (PV), que esteve presente na visita a obra na última segunda-feira. 

“A Câmara de Vereadores, a população, a imprensa, enfim, todos, é importante que fiquem atentos, que possam ver o desleixo, a irresponsabilidade e o crime que está sendo cometido com uma cidade que não merece, porque não tem qualidade nenhuma essa obra. Além de crimes ambientais, crimes contra as normas técnicas da engenharia (…) sem falar da drenagem, que não existe. Está sendo utilizado papelão para fazer os moldes (…) o asfalto não consegue sequer grudar no solo porque não foi feita a compactação, além de muita pouca pedra, pedriscos e outros materiais. E tudo isso pode ser percebido ao visitar o local, pois são muitas valas abertas que mostram as camadas somente de terra”, denuncia. 

Segundo Sommavilla, por tratar se uma obra com recursos do Ministério das Cidades com contrapartida do Estado, todas as informações colhidas foram apresentadas ao Ministério Público Estadual, através da Promotoria local. “Pela informação que tivemos nesta vistoria é que está faltando somente o canteiro central. O resto estaria pronto. Então para termos uma celeridade maior batemos as portas do Ministério Público para que possam fazer a vistoria e se estivermos falando a verdade propor essa Ação Civil Pública e assim buscar na justiça o bloqueio dos repasses a empresa responsável pela obra”, informa. 

Ainda de acordo com vereador, a obra se arrasta há mais de dois anos. A primeira ordem de serviço para a realização da obra foi emitida pelo Município em setembro de 2011, após a assinatura do contrato entre a Prefeitura e a empresa vencedora da licitação. Na época o prazo previsto para a conclusão das obras era de 90 dias, o que não foi cumprido por um problema no convênio. 

Após isso (quase um ano depois), as adequações necessárias foram feitas e o convênio foi retificado, e, finalmente, a obra foi retomada. “Fazem três anos que estamos aguardando uma obra de prolongamento da Avenida Brasil, justamente para contemplar aquela região que não tem muito valor na cidade, se analisarmos por ser a principal avenida do Município. Uma obra boa, que dinheiro tem”, destaca.

Vale lembrar que a pavimentação da Avenida Brasil até o Anel Viário é resultado de uma emenda ao Orçamento da União de 2011 no valor de R$ 2 milhões e 367 mil de autoria do deputado federal Eliene Lima (PSD). Os recursos são do Ministério das Cidades com contrapartida do Estado. As obras são de pavimentação asfáltica do tipo Tratamento Superficial Duplo (TSD) com sinalização viária, drenagem superficial e galeria de águas pluviais. 

Além do pedido de representação ao Ministério Público, a Câmara Municipal solicita ainda ao Executivo de Tangará que não receba a obra. “Não tenho dúvida de que o município não receberia uma obra dessa, mas para não deixar dúvidas e para reforçar, com apoio da Câmara e da população, o pedido que será encaminhado é para que não receba”, finaliza.

Fabíola Tormes - Redação DS

Sessão Solene homenageou mulheres pioneiras de Tangará da Serra

A câmara Municipal de Tangará da Serra realizou nesta sexta feira (07), uma Sessão Solene em homenagem às mulheres Tangaraenses. O evento marcou as comemorações alusivas ao Dia Internacional da Mulher – 8 de Março. Na solenidade realizada no auditório da Ordem dos Advogados do Brasil - OAB, 42 mulheres foram homenageadas recebendo o Certificado de Mulher Cidadã. A elas foi entregue uma placa com uma homenagem e ao final, rosas foram distribuídas simbolizando o reconhecimento pela luta feminina.

As homenageadas - O vereador Fabão apresentou para serem homenageadas as senhoras: Faraildes de Oliveira Ribeiro, Elzira de Fatima Savioli e Maisa Borges de Moura Soares; O vereador Silvio Somavilla as senhoras: Liliane Soares Diogo, Dirce Lorenzetti e Clarice Grapéggia; O vereador Luiz Henrique Barbosa Matias, apresentou os nomes das senhoras: Carmem Cardoso de Oliveira, Maristella Zancanaro Queiroz e Rosângela Cléia Gonçalves Ferreira Pizzico Severino.

O vereador Professor Sebastian apresentou os nomes: Carla Regina Eidt, Marinês Rosa e Sideni Aparecida dos Santos; O vereador Rogério Silva os nomes de: Maria da Lourdes de Sousa Barbosa. Aparecida Vieira dos Reis e Heloisa Campos de Araújo; a vereadora Azenate Carvalho os nomes das senhoras: Eude Carmargo da Silva Pinto, Lúcia de Paiva Schaedler e Rozelene Silvana da Silva; e o vereador Claudinho Frare os nomes de: Claudete Aparecida Frare, Nancy Biff Diavan e Adriana Fátima Lorenzetti; O vereador Professor Odair apresentou os nomes de: Nilza Yara Soares, Hilda Souza Lacerda e Claudilene Julião de Souza; e o vereador Romer Japonês os nomes de: Rosalina Peres Parpineli, Maria Cardoso dos Santos e Hiara Hernandes.

O vereador Niltinho do lanche apresentou os nomes das homenageadas: Lenize Magalhães Botelho, Mara Luci Rezende Oliveira e Lucili Eriko Amano Cavalari; e a vereadora Dona Neide, os nomes das senhoras Zilda Orlando, Benigna Oliveira dos Santos e Lucimara Isotão Batista; enquanto o vereador Professor Vagner apresentou os nomes de: Leonice Inácio da Silva, Cleonice Alves de Brito e Dinalva Soares da Silva Santana. O presidente da Câmara, vereador Welligton Duarte, apresentou os nomes de Iolanda Cristina do Nascimento Garcia, Maria Adriana Ribeiro Masson e Antonia de Freitas Alvez (Toca).

O Presidente da Câmara, vereador Welligton Duarte destacou a importância do evento, por homenagear não somente as mulheres ali presentes, mas todas as mulheres, e mostrar o quão importantes são para a sociedade. “Um dia muito importante para nós e para todo o povo tangaraense. Em nome destas 42 homenageadas aqui hoje queremos homenagear todas as mulheres tangaraenses, todas as mulheres brasileiras, que são merecedoras”, afirmou.

Antônia de Freitas Alves, conhecida como “Toca” foi uma das homenageadas. Ela é dona de casa e não escondeu a alegria com a lembrança. “Isso pra mim é uma honra. Só tenho a agradecer quem me convidou. As mulheres, que todas estão sempre de cabeça erguida e o pé firme no chão e dão sempre um bom exemplo. Peço a Deus que dê firmeza a todas”, disse.

Fonte: Bárbara Zanella - Rádio Pioneira

Viveiro Vida Verde realiza 3ª Feira da Rosa do Deserto em Tangará

Tem sido grande a movimentação em torno da 3ª Feira da Rosa do Deserto que teve início ontem e prossegue até este sábado (08) Dia Internacional da Mulher.

O evento está acontecendo na sede da empresa no centro da cidade. "Estamos trazendo mais uma vez esta planta maravilhosa que se adaptou muito bem em nossa região em função do clima e embeleza nossa cidade. Os preços estão muito acessíveis. A partir de 15 reais você adquire uma rosa do deserto”, explica o empresário Jairo Hergessel.

Ele disse estar muito feliz com o resultado alcançado. “O povo mais uma vez compareceu. Percebemos que o povo está realmente embelezando a cidade. Temos mudas de várias cores, com uma grande variedade. Temos plantas para todos os gostos e quem gosta de flores aproveite esta oportunidade para presentar também neste dia Internacional da Mulher, a preços bastante acessíveis”, disse.

“Aproveitamos para parabenizar as mulheres pelo seu dia, pelas grandes companheiras que sempre são. Donas de casa, esposas, namoradas, que trabalham em casa ou fora. É preciso lembrar sempre que ao lado de um grande homem existem sempre grandes mulheres. Parabéns a todas”, afirmou o empresário.

O Viveiro Vida Verde está localizado na Rua Manoel Dionísio Sobrinho, esquina com a Rua Antônio Hortolani.

Fonte: Marlenne Maria com Heverton Luiz

Câmara realiza hoje, Sessão Solene em homenagem a mulheres

A Câmara Municipal de Tangará da Serra realiza nesta sexta-feira, dia 07, uma Sessão Solene em homenagem às mulheres tangaraenses. O evento marca as comemorações do Dia Internacional da Mulher – 8 de março. A sessão será realizada no auditório da OAB às 19h. Na solenidade, 42 mulheres receberão o Certificado Mulher Cidadã.

A Sessão Solene Especial é disciplinada pela Lei Municipal 3.534 de 2011 e destina-se a homenagear mulheres que no seu dia a dia dedicam-se nas mais diversas causas para a defesa dos direitos da mulher e dos interesses sociais da coletividade. As homenageadas receberão certificado outorgado pela Câmara em reconhecimento a suas contribuições na defesa das mulheres.

AS HOMENAGEADAS EM 2014: O vereador Fabão (PSDB) apresentou para serem homenageadas as senhoras: Faraildes de Oliveira Ribeiro, Elzira de Fatima Savioli e Maisa Borges de Moura Soares; O vereador Silvio Sommavilla (PV) as senhoras: Liliane Soares Diogo, Dirce Lorenzetti e Clarice Grapéggia; O vereador Luiz Henrique Barbosa Matias (PTB), apresentou os nomes das senhoras: Carmem Cardoso de Oliveira, Maristella de Oliveira Bittencurt de Carvalho e Fabiana da Costa Silva Vieira; O vereador Maurizan Godói (PMDB) apresentou os nomes de: Daiani Ugulino Dominick, Maristela Zancanaro Queiroz e Rosangela Cléia Gonçalves Ferreira Pizzico Severino.

O vereador Professor Sebastian (PROS) apresentou os nomes de: Carla Regina Eidt, Marinês da Rosa e Sideni Aparecida dos Santos; O vereador Rogério Silva (PROS) os nomes de: Maria de Lourdes de Sousa Barbosa, Aparecida Vieira dos Reis e Heloisa Campos de Araújo; a vereadora Azenate Carvalho (PMDB) os nomes das senhoras: Eude Camargo da Silva Pinto, Lúcia de Paiva Schaedler e Rozelene Silvana da Silva; e o vereador Claudinho Frare (PR) os nomes de: Claudete Aparecida Frare, Nancy Biff Diavan e Adriana Fátima Lorenzetti; O vereador Professor Odair (PTB) apresentou os nomes de: Nilza Yara Soares, Hilda Souza Lacerda e Claudilene Julião de Souza; e o vereador Romer Japonês (PR) os nomes de: Rosalina Peres Parpineli, Maria Cardoso dos Santos e Hiara Hernandes.

O vereador Niltinho do Lanche (PROS) apresentou os nomes das homenageadas: Lenize Magalhães Botelho, Mara Luci Rezende Oliveira e Lucili Eriko Amano Cavalari; e a vereadora Dona Neide (PSD), os nomes das senhoras Zilda Orlando, Benigna Oliveira dos Santos e Lucimara Isotão Batista; enquanto o vereador Professor Vagner (PSDB) apresentou os nomes de: Leonice Inácio da Silva, Cleonice Alves de Brito e Dinalva Soares da Silva Santana. O presidente da Câmara, vereador Weliton Duarte (PT), apresentou os nomes de Iolanda Cristina do Nascimento Garcia, Maria Adriana Ribeiro Masson e Antonia de Freitas Alvez.

Marcos Figueiró
Assessoria de Imprensa

Fórum de criação do Conselho de Cidades será realizado

Secretário do Planejamento Arilson Hoffmann fala sobre a implantação do Conselho de Cidades

Acontecerá nesta sexta-feira, 07, no Centro Cultural o Fórum de Implantação dos Conselhos Municiais das Cidades do Estado de Mato Grosso. O evento se realizará às 14 horas. Participarão deste Fórum os sete municípios integrantes do polo de Tangará da Serra: Sapezal, Campo Novo, São José do Rio Claro, Nova Maringá, Nova Marilândia, Arenápolis e Santo Afonso. Conforme diz o Secretário de Planejamento do Município de Tangará da Serra, Arilson Hoffmann, em setembro do ano passado foi realizada uma conferência a nível estadual, em Cuiabá, onde ficou tratado que todos os municípios do estado deveriam ter um Conselho Municipal das Cidades. Segundo o secretário, Tangará já possui um órgão equivalente, o CONDEURB, que realiza praticamente os mesmos serviço. 

Ele já adianta que em função da criação deste novo conselho na cidade, o CONDEURB provavelmente sofrerá alguma adequação quanto ao nome, pessoal e serviços. Ainda segundo o Secretário, este Conselho Municipal de Cidades funciona como uma fiscalização social de administração. Toda a questão de planejamento e desenvolvimento urbano, plano diretor, aprovação de loteamentos, abertura de ruas, tudo isso passa por esse Conselho. Para realizar este Fórum se fará presente o vice-governador do Estado, Chico Daltro, que também participa da Secretaria das Cidades a nível de Estado. 

Conforme a secretária executiva do Conselho Estadual das Cidades, Albertina Alves, este é o primeiro de outros fóruns, e serve para convidar e abrir espaço para que a cidade receba este auxílio que o Governo do Estado presta aos municípios. Depois desta fase em Tangará, serão realizados encontros em cada município componente do polo. Fica aberto o convite a toda a sociedade, e também aos representantes de clubes de serviço, entidades de classes, tanto de Tangará quanto de todos os outro municípios abrangentes.

Stéfani de Castro - Redação DS

Missas de Cinzas marca o início da Quaresma em Tangará



A comunidade católica de Tangará da Serra acompanhou nas primeiras horas da manhã desta quarta-feira a celebração da Missa de Cinzas que marca o início da Quaresma. A programação segue ainda hoje com missa a partir das 19h30 na igreja matriz e comunidades simultaneamente.

As cinzas são o símbolo da penitência, humildade e reconhecimento da natureza mortal. Cada fiel é marcado na testa com uma cruz feita de cinzas. A data também marca o lançamento da Campanha da Fraternidade 2014 que neste ano traz o tema: ‘Tráfico Humano’.

O Frei Eliseu Aiolf convida a população de Tangará da Serra para prestigiar a programação e acompanhar a missa que acontece logo mais a noite. “É um momento significativo para todos os cristãos, pessoas devotas e todas aquelas que buscam agora o caminho da conversão, e mudança de vida cristã”, diz.

Fonte: Lucélia Andrade com Heverton Luiz
Redação RP

Definidos representantes do Comitê de Tangará da Serra

Titulares e suplentes da nova representação do CMCA

Aconteceu na última sexta-feira, 28, a primeira eleição para a escolha dos representantes do Comitê Municipal da Criança e do Adolescente (CMDCA), sessão que contou com a presença do Prefeito Fábio Junqueira, Primeira Dama Helena, e membros da comissão. O Prefeito abriu a eleição introduzindo a importância que tem o trabalho junto às crianças e adolescentes e a diferença que este pode fazer na vida destas pessoas. Mencionou ainda que o município faz parte de um programa chamado Prefeito Amigo da Criança, da Fundação ABRINQ pelos Direitos da Criança e do Adolescente. 

O Comitê já existia, porém esta é a primeira eleição direta feita para a escolha dos representantes. Valéria Martinazzo, presidente da comissão, e coordenadora do CREAS (Centro de Referência em Assistência Social) garantiu que com esta nova formação o trabalho que já vinham sendo realizado com sucesso, tendem a melhorar, uma vez que o objetivo deste Comitê é fiscalizar e auxiliar o trabalho das casas e clubes de serviços de defesa à criança, buscar e garantir a capacitação dos profissionais desta área e trazer mais projetos e implementações em prol da criança, para o município.

OS NOVOS REPRESENTANTES - A votação este ano ocorreu da seguinte maneira: os candidatos foram divididos em quatro categorias, sendo elas Clubes de Serviços, Organizações de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente, Credo Religioso e por fim, as Entidades com Política de Atendimento à Criança e ao Adolescente. Os representantes de cada entidade poderiam votar de acordo com as vagas disponíveis em cada seguimento.

Os nomeados foram:

Clubes de Serviço: Evanir Tormes (Loja Maçônica) – titular, Maria Luiza Zanatta (Lions Clube) – suplente; Organização de Defesa dos Direitos das Crianças e do Adolescente: Magda Luppi (Apae) – titular, Zilda Paduam (Apae) –suplente, Rosimar Campos Bulsing (Casa da Criança) – titular, Joelma Aparecida Finotti (Casa da Criança) – suplente, Marilene da Luz Oliveira (Casa do Adolescente) – titular, Nayara Ivini (Casa do Adolescente) – suplente; Credo Religioso: Eude Camargo da Silva (Igreja Evangélica Assembleia de Deus) – titular, Maria Vilani (Paróquia Nossa Senhora Aparecida) – suplente; Entidade com Política de Atendimento Social à Criança e ao Adolescente: Irani Aparecida dos Santos (Centro Espírita Fonte de Luz) – titular, Izabel Sanches Rodrigues (Centro Espírita Fonte de Luz) – suplente, Joyce Martins Cardozo (Pró Vale) – titular.

Stéfani de Castro - Redação DS

Em Tangará órgãos municipais fecham no Carnaval e retomam dia 5

O Executivo Municipal decretou ponto facultativo na segunda-feira

Começou nesta sexta-feira, em todo o Brasil, uma das festas mais esperadas do ano – o Carnaval. A Folia do Momo segue até a próxima terça-feira, dia 4 de março. Desta forma, em função do feriado de Carnaval, o Governo de Tangará da Serra decretou ponto facultativo na segunda-feira, 3 de março, seguindo até às 13h da Quarta-feira de Cinzas, 5. 

Com isso a Prefeitura, bem como todas as secretarias e autarquias, terão expediente normal nesta sexta-feira, retornando as atividades na próxima quarta-feira. As agências bancárias também estarão fechadas na segunda e terça, e retornam com atendimento ao público somente na quarta-feira, das 12h às 15h. As exceções são os órgãos que trabalham em regime de plantão, que exercem atividades essenciais. Nos casos de atendimento de urgência e emergência, como Corpo de Bombeiros, Samu, polícias militar e civil os serviços funcionaram normalmente atendendo 24 horas. 

A Câmara Municipal de Tangará da Serra seguirá igualmente ao município, com ponto facultativo na segunda-feira, retornando somente na quarta-feira, também a partir das 13h. Já em relação a sessão ordinária, realizada costumeiramente na terça-feira, em virtude do feriado será transferida para o dia 6 de março, quinta-feira, às 14 horas. Assim como o município, os órgãos públicos estaduais também retornarão as atividades normais na quarta-feira, a partir das 13h. Funcionarão normalmente as redes de supermercado e comércio, exceto no feriado de terça-feira.

Fabíola Tormes - Redação DS