Vereador que quase foi atropelado em faixa de pedestre quer agilidade na instalação de semáforos

Depois de quase ser atropelado em uma faixa de pedestre na região central de Tangará da Serra o vereador Maurizan Godói que participou ao vivo do programa O Povo no Rádio desta sexta-feira garantiu, que está cobrando pela instalação de semáforos na cidade.

Ainda assustado com o episódio ele contou que estava atravessando a faixa quando foi surpreendido por um motorista que conduzia o veículo em alta velocidade e por pouco não o atropelou. “Um desocupado que vinha pela Avenida e quase me matou. Por pouco não perco minha vida”, disse o vereador. Mesmo com os semáforos, o vereador salienta que é preciso que a população se conscientize e respeitem no trânsito.

INDICAÇÃO – A vereadora Azenate Carvalho (PMDB) apresentou indicação ao Poder Executivo solicitando a instalação de semáforos nas principais vias de trânsito e de tráfego de pedestres no Centro do município.

Ela destacou que o intenso trânsito de veículos, hoje existente, já não mais permite ao pedestre transitar com segurança pelas ruas e avenidas e tampouco permite que o munícipe, fazendo o uso de automóvel, locomova-se com segurança nesses trechos de grande conglomerado de pessoas.

Azenate considera como fundamental a sinalização semafórica para melhorar a segurança de motoristas, motociclistas e pedestres. Além de se apresentar como um meio de amenizar os riscos e perigos enfrentados pela população no trânsito, explica a vereadora, os semáforos de forma inegável conferem maior racionalização e ordem no tráfego de veículos.

Fonte: Redação RP

Prefeito recebe Chico Daltro para apresentação do Programa MT Habita Mais

O prefeito de Tangará da Serra, Fábio Martins Junqueira, recepcionou na noite desta última quinta-feira, 29, o vice-governador de Mato Grosso e Secretário de Estado de Cidades, Chico Daltro, para apresentação do Programa MT Habita Mais – Casa do Servidor. Junqueira recepcionou Daltro no Aeroporto Municipal, ocasião em que o vice-governador esteve acompanhado dos deputados estaduais José Domingos Fraga e Airton Português.

A apresentação do Programa aconteceu no Centro Cultural Pedro Alberto Tayano Filho que ficou lotado pelos servidores públicos do Município, do Estado e de outras instituições ligadas à União. O Programa MT Habita Mais - Casa do Servidor foi implementado decorrente da assinatura, em fevereiro de 2013, do Acordo de Cooperação Técnica celebrado entre o Governo do Estado de Mato Grosso, a Assembleia Legislativa, o Tribunal de Justiça, o Tribunal de Contas, a Procuradoria-Geral de Justiça, a Defensoria Pública, a Associação Mato-Grossense dos Municípios, a União das Câmaras Municipais e o Banco do Brasil para a concessão de crédito imobiliário.

“O Programa tem por objetivo valorizar e beneficiar os servidores públicos estaduais e municipais, facilitando o acesso ao financiamento de imóveis habitacionais, na planta, em construção e/ou novos, assim como fomentar o desenvolvimento regional por meio do estímulo a construção civil no Estado de Mato Grosso”, disse Chico Daltro.

O prefeito Fábio Junqueira falou da importância do Programa que beneficia os servidores públicos. “A casa própria é o maior bem da vida de uma pessoa. Possibilitar que o servidor que ainda não tem, que mora de aluguel ou em outras condições possa ter a sua própria casa é um grande avanço, principalmente do ponto de vista social. Somos parceiros em ações que beneficiem a população”, afirmou Junqueira.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Audiência pública sobre ‘Reforma Política’ terá presença de políticos estaduais e nacionais em Tangará

O PRESIDENTE do PSB tangaraense, Rogério Silva, confirmou à reportagem do O Jornal a presença do deputado federal de sua legenda, Valtenir Pereira.

Na próxima segunda-feira, 02 de setembro, a partir das 19, o anfiteatro do Centro Cultural Pedro Alberto Tayano, em Tangará da Serra, recebe uma audiência pública sobre ‘Reforma Política’. A audiência pública foi aprovada na última sessão da Câmara, a 30ª de 2013, e contará com a presença de autoridades políticas locais, estaduais e nacionais.

A reforma política é um clamor antigo do povo brasileiro, com leis recortadas, mas que nunca deram prosseguimento no Congresso Nacional. Em junho, com as manifestações em todo o país, a presidente Dilma Rousseff sugeriu um plebiscito para que o tema passasse pela chancela popular. Dilma quer que o plebiscito aconteça de imediato, para que as novas normas possam valer já para as próximas eleições, em 2014, o que está sendo costurado por sua base aliada.

Como a ideia do plebiscito permanece, as instituições políticas se adiantam em discutir temas relevantes e inerentes à reforma com as populações de seus territórios. Caso de Tangará da Serra, com iniciativa da Câmara Municipal, que pretende levar as informações sobre o real significado e pontos a serem explorados pela reforma política e um possível plebiscito, no intuito de esclarecer os tangaraenses.

O presidente do PSB tangaraense, vereador Rogério Silva, confirmou à reportagem do O Jornal a presença do deputado federal peessebista Valtenir Pereira. Valtenir esteve em Tangará no último final de semana, quando participou do encontro regional do partido com vistas às próximas eleições. O deputado estadual Wagner Ramos (PR), representante da região, também deve participar da audiência pública. Outros nomes ainda não foram confirmados pela Câmara de Tangará da Serra.

PLEBISCITO – As bancadas de PT, PC do B, PDT e PSB na Câmara dos Deputados protocolaram, nesta quarta-feira (28), na secretaria-geral da Casa, projeto de decreto legislativo que propõe a realização de um plebiscito sobre a reforma política.

O requerimento que pede a tramitação do projeto foi assinado por 188 deputados – o mínimo exigido para que um projeto desse tipo seja apresentado são 171. O projeto de decreto legislativo é uma proposição de competência exclusiva do Congresso e, depois de aprovado, não é submetido à sanção ou veto da Presidência da República.

Para ser aprovada, a matéria ainda terá de tramitar na Comissão de Finanças e Tributações e na de Constituição e Justiça da Câmara antes de ser submetida ao plenário da Casa.

QUESTÕES – A proposta de plebiscito elaborada pelos quatro partidos prevê a consulta à população sobre três questões: financiamento de campanhas eleitorais; participação da população na discussão e apresentação de projetos de lei pela internet; e a realização conjunta de eleições para presidente, governadores, prefeitos, deputados, senadores e vereadores.

O líder do PT na Câmara, José Guimarães (PT-CE), disse que os partidos que participaram da elaboração da proposta se sentem “vitoriosos”. Segundo Guimarães, a intenção é de que o projeto seja aprovado e o plebiscito realizado antes de 05 de outubro para que as novas regras tenham vigência já na eleição de 2014. “O mais impossível nós fizemos [recolher as assinaturas]. Vamos fazer de tudo para aprovar até o dia 5. Agora nós temos que dar celeridade à tramitação. A ideia é fazer plebiscito o quanto antes. Vamos discutir bem, a data nós negociaremos com o TSE e com a Casa. Nada de obrigar nenhum dos poderes”, disse.

A presidente ficou “muito sensibilizada” com a coleta de assinaturas, de acordo com o líder do PT. “Ela achou um ato de muita significância política”, disse Guimarães.

De acordo com Manuela d’Ávila, Dilma não manifestou preferência sobre a data em que será realizado o plebiscito. “A presidente não se manifestou sobre isso. Ela manifestou seu contentamento por termos conseguido as assinaturas”, afirmou a deputada.

Fonte: Redação O Jornal com G1

HABITA MAIS - Chico Daltro traz programa à região a partir de hoje

O vice-governador de Mato Grosso, Chico Daltro, que também responde pela Secretaria de Cidades do estado, encarregada dos programas de habitação, estará, a partir de amanhã, percorrendo a região com o intuito de apresentar o MT Habita Mais.

Daltro virá a Tangará, mas antes lança o Programa Habita Mais – Casa do Servidor Público em Diamantino, a partir da 8h, no auditório do campus da Unemat. Para este evento estão convidados os servidores públicos efetivos, inativos e pensionistas, estaduais e municipais, para a apresentação do programa de financiamento da casa própria.

O vice-governador já esteve apresentando o Habita Mais em 80 municípios e celebrou convênio por intermédio do Banco do Brasil, para apoiar o crédito imobiliário. Em Tangará da Serra em 09 de maio, Daltro apresentou o programa aos 15 municípios que fazem parte do Polo do Alto Paraguai e agora vem consolidar o programa. Para tanto, ele participa, a partir das 18h, de reunião de trabalho no Centro Cultural. No município, polo da região Sudoeste do estado, Daltro estará acompanhado dos deputados de seu partido, o PSD, Airton Português (estadual) e Eliene Lima (federal).

MAIS – Já na sexta-feira (30), o vice governador desce a Serra Tapirapuã com sua comitiva e apresenta o programa em Nova Olímpia, a partir das 8h, no Clube Gercafi. A administração nova-olimpienses dispensou os servidores públicos municipais para que possam participar do evento.

Depois, às 18h, cumprirá a mesma agenda em Barra do Bugres, no salão da Igreja São José, no Bairro Maracanã, fechando a semana.

Conforme Chico Daltro, o MT Habita Mais proporciona uma tabela de juros e prazos diferenciados, para que não aperte as finanças dos servidores. “O servidor efetivo terá condições diferenciadas para o financiamento, porque tem um emprego estável, fez um concurso e poderá ter dentro dos detalhes do financiamento a sua linha própria, facilitando o acesso à casa própria que é o maior bem da família”, explica.PROGRAMA – O Programa MT Habita Mais – Casa do Servidor Público tem por objetivo valorizar e beneficiar os servidores públicos estaduais e municipais, facilitando o acesso ao financiamento de imóveis habitacionais, na planta, em construção e/ou novos, assim como fomentar o desenvolvimento regional por meio do estímulo a construção civil no Estado de Mato Grosso.

Outra facilidade do Programa é que não será feito débito em folha e sim débito em conta corrente, em que a renda da família pode se incorporada para aumentar o limite de financiamento.

O programa foi desenvolvido pelo governo do estado para beneficiar o servidor público, dando-lhe condições para a aquisição da tão sonhada casa própria e implementado em decorrência da assinatura, em fevereiro de 2013, do Acordo de Cooperação Técnica celebrado entre o governo do estado de Mato Grosso, a Assembleia Legislativa, o Tribunal de Justiça, o Tribunal de Contas, a Procuradoria-Geral de Justiça, a Defensoria Pública, a Associação Mato-Grossense dos Municípios e a União das Câmaras Municipais e o Banco do Brasil para a concessão de crédito imobiliário.

Fonte: Redação O Jornal com Assessoria

Tangará da Serra: Cidade registra frio de 5ºC; Temperaturas voltam a subir na sexta

O dia amanheceu gelado em Tangará da Serra nesta terça-feira. Pouco antes do nascer do sol, os termômetros marcavam cinco graus centígrados e os tangaraenses, que já previam a declínio nas temperaturas, tiveram de reforçar o agasalho para sair de casa.

As rajadas de vento contribuem para a sensação de frio e a poeira trazida pelo vento irrita os moradores. As temperaturas máximas, nesta terça-feira, não passam dos 23 graus, enquanto as mínimas podem baixar aos oito graus na próxima madrugada.

A nova frente fria que chegou ao estado no início desta semana deverá manter seus efeitos até a próxima quinta-feira. Ao menos é o que preveem os sites especializados em meteorologia, como o Climatempo e o Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Cptec-Inpe).

A quarta-feira também deverá ser fria, com máximas não passando dos 24 graus, enquanto as mínimas podem descer aos 11 graus na madrugada da quinta-feira. Somente a partir da sexta-feira é que as temperaturas voltam a subir, com os termômetros podendo registrar até 35 graus em razão do sol forte. 

Não há previsão de chuvas, ao menos até o final de semana. Porém, há possibilidade de pancadas de chuva para os primeiros dias de setembro.

Fonte: Redação Acontece MT

Junqueira diz que vai implantar ‘Rede Cidadã’ em Tangará

O prefeito de Tangará da Serra, Fábio Martins Junqueira, disse que irá implantar o Programa ‘Rede Cidadã’ no município. Junqueira fez a afirmação durante a reunião ordinária mensal do GGI-M, na semana passada, quando a temática desenvolvida era a forma de tirar crianças e adolescentes das ruas com atividades complementares, principalmente, aqueles que estão em vulnerabilidade social.

Na reunião do Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGI-M), a pauta central foi o aumento de crimes contra o patrimônio, onde, nos últimos dois meses, houve um acréscimo de 75% de roubos e furtos. Já no final da reunião, num comentário aparte, a delgada regional Alessandrah Ferronato questionou sobre que programa poderia ser implantado para prevenir a questão da criminalidade entre crianças e adolescentes.

O Programa ‘Formando um Cidadão’, desenvolvido por entidades de classe e clubes de serviço em parceria com a Polícia Militar foi sugerido. Contudo, Junqueira salientou que a problemática deste programa sempre foi a transição entre as gestões, o que acabou tornando o programa oneroso, tendo ocorrido seu fechamento ainda no ano passado, quando o La Comuna devolveu a sede do Programa, no Jardim Rio Preto, ao Rotary, proprietário da área, que conta com sede, salas de aula, campo de futebol e quadra poliesportiva coberta.

Ainda, o prefeito salientou que esteve conversando com o coordenador do Programa ‘Rede Cidadã’, tenente-coronel PM Maurozan Cardoso Silva, que basicamente trabalha na mesma linha do Formando um Cidadão, e que deverá implantá-lo na antiga sede da Fonte de Luz, no Jardim dos Ipês. Junqueira disse que está sendo feito o estudo geológico do local. Na região, o ‘Rede Cidadã’ foi implantado, em 2011, em Nova Olímpia.

Além de Nova Olímpia, o ‘Rede Cidadã’ também atua em Cuiabá, Várzea Grande e Rondonópolis. Em Cuiabá, o programa está presente em dez bairros; Planalto, Pedra 90, Jardim Vitória, Três Barras, Pedregal, Osmar Cabral, Ribeirão do Lipa, Araés, Residencial São Carlos e Novo Horizonte.

REDE CIDADÃ – O ‘Rede Cidadã’ é uma política de segurança pública criada para atuar dentro das comunidades desenvolvendo atividades educativas, culturais, esportivas e sociais, com o objetivo de fazer com que o estado esteja presente nas comunidades levando qualidade de vida ao cidadão. O programa foi criado em 2005 pelo governo do estado e está ligado à Secretaria de Estado Segurança Pública (Sesp).

Além das crianças e adolescentes, o programa oferece também cursos profissionalizantes e apoio psicológico e de assistência social às famílias dos menores participantes. Os cursos possibilitam a qualificação profissional e geração de renda familiar.

São parceiros do Rede Cidadã: prefeituras, Secretaria de Estado de Educação (Seduc), Conselhos Tutelares, Delegacia da Criança e do Adolescente, entre outros órgãos.

Para participar do ‘Rede Cidadã’, a criança ou o adolescente deve ter entre 10 a 17 anos, estar matriculado e frequentando a escola e, caso não esteja, o jovem e os familiares precisam demonstrar o interesse de voltar a estudar. Além disso, também é importante que a família acompanhe o desenvolvimento e comprometimento do aluno.

Fonte: Redação O Jornal

Projeto Agosto Dourado incentiva mães a amamentarem seus filhos

A Secretaria Municipal de Saúde de Tangará da Serra está desenvolvendo uma campanha voltada às mães em período de amamentação. O projeto, denominado Agosto Dourado tem por objetivo incentivar as mães a amamentar até os dois anos ou mais e de forma exclusiva até o sexto mês de vida do bebê.

O projeto informa ainda às mães que o leite materno é um dos maiores aliados no combate à mortalidade infantil. “Segundo o Ministério da Saúde e a Sociedade de Pediatria (SBP), só na última década, o Brasil reduziu a taxa em 47%, graças ao conjunto de políticas públicas voltadas para família, gestantes e a criança, como essa que estamos desenvolvendo”, salientou a Secretária de Saúde, Helena Cavalini.

A campanha que segue até o dia 31 de agosto está desenvolvendo uma série de ações. A Secretária destaca algumas. “Estamos desenvolvendo capacitação dos profissionais da Saúde e Assistência Social, para universitários e estudantes, assim como palestras e reuniões realizadas com grupos de gestantes, roda de conversa da equipe de saúde com as gestantes, das equipes da Unemat e do Senac com as gestantes dos bairros periféricos. Promovemos oficinas com os profissionais da saúde das maternidades, distribuição de material educativo”, completou.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Tangará sedia Fórum Estadual de Participação Social

Tangará da Serra foi palco da segunda edição do Fórum Estadual de Participação Social promovido pela Secretaria do Estado de Trabalho e Assistência Social (Setas-MT). O evento aconteceu na última sexta-feira, 23, e reuniu diversas autoridades, representantes de classes e segmentos, bem como lideranças políticas de toda a região.

Anfitrião do evento o prefeito Fábio Junqueira pontuou sobre a importância das ações desenvolvidas pela Setas e destacou a proximidade de Tangará com o governo estadual. “Esse evento congrega a participação de representantes de diversas associações, demonstrando como a nossa história é presente e próxima de nós. O Brasil tem uma dívida social muito grande, com os afro descendentes, com os povos indígenas, enfim, com todos aqueles que foram desprivilegiados pela sorte. O país precisa resgatar essa dívida social”, salientou o prefeito.

De acordo com o Secretário Adjunto da Setas, Benjamin Flanklin Lira, o Fórum teve o objetivo de discutir sobre a criação do Comitê Comunitário no Estado rumo à Política e Sistema Nacional de Participação Social, visando contribuir para um maior diálogo entre Estado e Sociedade Civil e inclusão da participação social como método de governo, e com isso consolidar a democracia participativa no Estado e municípios. “É dessa forma que buscamos intensificar a criação de novos mecanismos, promovendo sinergia e articulação entre eles em prol da constituição do Comitê e do Sistema Estadual de Participação Social”, destacou.

MUNICÍPIOSA ação governamental contou com a presença de 18 municípios. São eles: Tangará da Serra, Alto Paraguai, Nortelândia, Diamantino, Nova Maringá, São José do Rio Claro, Nova Olímpia, Nobres, Rosário Oeste, Arenápolis, Alto Paraguai, Barra dos Bugres, Campo Novo dos Parecis, Denise, Nova Marilândia, Porto Estrela, Santo Afonso, Sapezal e Rosário Oeste.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Prefeito assina adesão de Tangará ao Plano Nacional Viver sem Limite

Para o prefeito o melhor caminho é oferecer o máximo de apoio às pessoas com deficiência. Fábio destaca ainda importante papel exercido pela Apae

O prefeito de Tangará da Serra, Fábio Junqueira, assinou o termo de adesão ao Plano Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência – Viver sem Limites. Esse plano tem a finalidade de promover, por meio da integração e articulação de políticas, programas e ações, o exercício pleno dos direitos das pessoas com deficiência.

O termo de adesão ao Viver sem Limites faz vistas a atuação integrada entre a União, os Estados e os municípios para que atuem em ações coordenadas oferecendo às pessoas com deficiência acesso a educação, inclusão social, acessibilidade e atenção a saúde. “Estamos nos comprometendo, através da assinatura do termo, a garantir o sistema educacional inclusive, garantir que os equipamentos públicos de educação sejam acessíveis para as pessoas com deficiência, inclusive por meio de transporte adequado”, afirmou o prefeito, salientando que estes são itens que constam no Plano Viver sem Limite.

Segundo Junqueira o Plano preconiza ainda a ampliação da participação das pessoas com deficiência no mercado de trabalho, mediante sua capacitação e qualificação profissional, bem como ampliar o acesso às políticas de assistência social e de combate a extrema pobreza. “O Plano estabelece ainda a adoção de medidas para a prevenção das causas de deficiência, qualificação e ampliação da rede de atenção à saúde da pessoa com deficiência, em especial os serviços de habilitação e reabilitação. Enfim, a adesão ao Plano é de extrema importância para Tangará, mas deixo claro que essa adesão em nada afeta a nossa parceria com a Apae, instituição fundamental que desenvolve um grandioso trabalho e merece toda a nossa atenção”, enfatizou Junqueira.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Professores em greve realizaram ato na Praça da Matriz de Tangará

Professores estaduais se reuniram ontem, em frente à Igreja Matriz, no Centro da cidade. Foi montado um posto de atendimento para prestar esclarecimentos à população acerca da greve.

Os representantes da classe e os secretários de Educação, Ságuas de Moraes, e de Administração, Francisco Faiad, não chegaram a um consenso e a greve, que teve início no dia 12, não tem previsão de término.

Conforme a presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Público de Tangará da Serra (Sintep), Francisca Alda Ferreira de Lima, na segunda-feira, 19 de agosto, houve uma reunião dos professores do município, para elaborar um plano de ação. “Hoje, aqui na praça, está tendo um estande de conscientização”, explicou.

Francisca diz ainda que os professores entregaram panfletos informativos e conversaram com as pessoas que passaram por lá. “Esta é uma das ações da greve”, justifica.

A presidente disse que a classe vem tentando negociar com o governo do estado desde 2012, quando expuseram a pauta de reivindicações. “Eles não têm nos ouvido e nem nos atendido, então, não é surpresa que o governador não queira nos ouvir e negociar”, relata.

Porém, a presidente do Sintep Tangará, afirmou que os professores estão decididos e não vão voltar às salas de aula em situação de precariedade. “Faz mais de cinco anos que a escola João Batista está para ser reformada, e nada aconteceu. Tem oito anos que a Jada Torres está com salas interditadas e, até agora, nada aconteceu, assim como em outros municípios do Mato Grosso”, justificou.

Francisca encerrou assegurando que os professores só voltam às escolas quando forem ouvidos e, principalmente, atendidos. “Precisamos de uma proposta, de um plano de ação do governo à educação de Mato Grosso”, proferiu.

No total, já são 15 escolas paradas em Tangará da Serra e mais de mil profissionais. Apenas três estão funcionando: Escola Jonas Lopes, Marechal Rondon e Patriarca da Independência.

REIVINDICAÇÕES – Está na pauta um aumento salarial que dobre o poder de compra do salário dos trabalhadores, em um prazo de sete anos, o que significa que o estado teria que conceder reajuste de, pelo menos, 10,41% acima da inflação, todos os anos. O Sintep ainda cobra realização de concurso público, nomeação dos classificados do último concurso, garantia da hora-atividade para interinos, melhoria na infraestrutura das escolas, aplicação dos 35% dos recursos na educação como prevê a Constituição Estadual, e autonomia da Secretaria de Estado da Educação (Seduc) nos recursos da área.

GOVERNO DO ESTADO – O governador Silval Barbosa afirmou que, enquanto durar a greve dos professores da rede estadual de ensino, ele não receberá o Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Público (Sintep) para negociar o atendimento à pauta de reivindicações. Silval disse que valorizou a Educação durante seu mandato, que começou em 2010, e que, inclusive, já atendeu parte das demandas dos professores.

Fonte: Redação O Jornal

Tangará da Serra sediará encontro regional do PSDB em setembro

Encontro deverá contar com presenças de representantes tucanos de toda a região, vindos de pelo menos 15 municípios

O Partido da Social Democracia Brasileira promoverá um encontro regional em Tangará da Serra no mês de setembro. A informação é do presidente do diretório da legenda em Tangará da Serra, vereador Vagner Constantino Guimarães.

Professor Vagner, como é conhecido na cidade, observa que ainda falta definir a data, mas garante que o encontro contará com as principais lideranças estaduais da sigla – com destaque para o deputado federal Nilson Leitão, além de um painel com temas conjunturais, apresentado por representantes do Instituto Teotônio Vilela.

A pauta será a reestruturação do partido, com base no novo modelo de gestão adotado pela sigla, e as eleições de 2014. Sobre o pleito, o partido adianta que terá candidaturas próprias em todos os cargos em disputa, da presidência da República à Assembleia Legislativa. Neste particular, as lideranças tucanas do estado vislumbram uma chapa de pelo menos 60 candidatos aos cargos de deputado estadual e federal. Para Tangará da Serra e região, um nome que surge forte entre os tucanos é o do ex-prefeito e ex-deputado federal Saturnino Masson, que poderá disputar uma vaga à AL.

A prioridade, porém, é garantir palanques para o candidato à presidência da República, cujo nome mais cotado é o do senador mineiro Aécio Neves. “O PSDB é um partido importante, de oposição ao governo Dilma Rousseff, e que foi responsável pela principal mudança na economia nacional, que é a estabilidade econômica, conquistada no governo de Fernando Henrique Cardoso”, disse Vagner.

Ainda segundo o dirigente local do PSDB, o encontro deverá contar com presenças de representantes tucanos de toda a região, vindos de pelo menos 15 municípios, como Arenápolis, Barra do Bugres, Campo Novo do Parecis, Comodoro, Diamantino, Nova Olímpia e Sapezal.

Fonte: Assessoria Especial

Vereador Rogério Silva faz alerta e pede reparos no Terminal Rodoviário

Padrões mal conservados, gambiarras, fios emaranhados e desencapados. Curto-circuitos, danos em equipamentos, riscos de acidentes graves e de incêndio em plena área central da cidade. A precariedade da instalação elétrica do Terminal Rodoviário Marcolino Pedro Tavares, em Tangará da Serra, tem causado grande preocupação entre os comerciantes e usuários do local.

Alertado sobre os problemas, o vereador Rogério Silva (PSB) apresentou na Câmara Municipal, na sessão ordinária da semana passada, a Indicação 1042/2013, pedindo ao Executivo Municipal que faça a manutenção urgente da instalação elétrica do Terminal Rodoviário, por onde circulam, diariamente, centenas de usuários, comerciantes, autônomos, consumidores e cidadãos em geral. “Os reparos são urgentes. Há riscos às pessoas e um curto-circuito pode causar um incêndio ali, no centro da cidade, com conseqüências imprevisíveis”, observa o vereador.

A comerciante Rosicléia Freitas, que explora uma lanchonete no terminal, relata que já amargou prejuízos em equipamentos, além de casos em que funcionários sofreram choques elétricos.

Mostrando um grosso fio elétrico estendido pelo chão ligando uma tomada diretamente ao padrão, Rosicléia reclama do mau estado e diz estar preocupada com o perigo que as gambiarras representam. “Isto aqui é um perigo constante”, diz, afirmando que não pode realizar reparos por conta própria porque o prédio é de propriedade do município. “Se mexer, tem que mexer em tudo. Então, é a prefeitura que tem de vir aqui e arrumar”, acrescenta.

Ao tomar conhecimento da situação, o secretário municipal de Infraestrutura, Francisco Clemente, garantiu que providenciará uma vistoria no local. Ele ressalta, porém, que os próprios comerciantes que utilizam os espaços devem proceder em cuidados com a instalação. “Vamos verificar, sim, e tomar as providências que forem de responsabilidade do município. Mas os comerciantes também devem tomar suas precauções”, afirmou o titular da Sinfra.

Fonte: Redação RP com Assessoria

Acapulco e Morada do Sol receberão R$ 3,4 milhões em investimentos

Durante visita às obras de outras creches em construção prefeito anunciou investimentos nos bairros

Jardim Acapulco e Morada do Sol em Tangará da Serra serão beneficiados com mais de R$ 3 milhões em investimentos para a educação. Duas creches serão construídas nos bairros, beneficiando uma parcela considerável da população tangaraense, atendendo assim a uma grande demanda local.

O anúncio da construção dessas novas creches foi feito pelo prefeito Fábio Junqueira que confirmou a realização das obras através de convênio firmado junto ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2) e registro 04226/2013. “Buscamos os recursos junto ao PAC e fomos agraciados com a construção das creches”, salientou o prefeito.

A creche que será construída no Jardim Acapulco receberá um investimento total de R$ 1.724.970,34. Já o Morada do Sol terá uma creche no valor de R$ 1.712.770,34. Ao todo os dois bairros serão beneficiados com um investimento global de R$ 3.437.740,68 em recursos. “Estou muito feliz em poder anunciar um investimento de tal volume para dois bairros que necessitam de uma atenção especial do Poder Público. As duas creches que neles serão construídas permitirão que muitas de nossas crianças sejam devidamente atendidas como é o desejo de nossa gestão”, pontuou Fábio Junqueira.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Baile do Chopp é realizado em Tangará e supera expectativas da organização

O tradicional Baile do Chopp da comunidade luterana reuniu cerca de 1.000 pessoas em Tangará da Serra. Animado pela Banda Munique de Concórdia (Santa Catarina) o evento foi realizado na noite do último sábado no ginásio da igreja luterana.

Segundo Elaine Brinker, uma das organizadoras da festa, o Baile do Chopp faz parte do calendário do município e já alcançou sua 17ª edição. “A festa repete o sucesso de todos os anos. E a cada edição trabalhamos para melhorá-la ainda mais”, comenta.

Quem esteve presente no baile, conforme Elaine teve a oportunidade de apreciar música boa se deliciar com o chopp geladinho e com as porções de lingüiça assada, coxinha da asa além das saborosas cucas.

O Baile do Chopp é um evento de tradição na região sul do Brasil e lembra um pouco da ‘October Fest’. “A Banda Munique é a mesma banda que toca nesse evento tipicamente alemão. Uma das festas mais conhecidas nessa região do país”, disse.

Toda renda do baile será revertida para melhorias na igreja da comunidade luterana. Além do Baile do Chopp, é realizado ainda no mês de abril o Café Colonial.

Fonte: Redação RP

DELCAS FAST HOTEL

Rua Manoel Dionísio Sobrinho, 49-S
Centro - Tangará da Serra - MT
Fone: (65) 3339-1900
E-mail: tangara@delcashotel.com.br
Site: www.delcasfast.com.br
Cep: 78300-000

Tangaraenses se mobilizam contra extinção das APAES

As APAES de todo o país podem ser extintas no ano de 2018 se depender das mudanças que estão sendo apresentadas na Legislação. No ano passado, a manifestação da comunidade apaeana garantiu uma reversão no item denominado ‘Meta 4’ do Plano Nacional de Educação. A mudança prevista é no sentido de que a partir da aprovação do plano todos os alunos de 4 a 16 anos com deficiência devem estar em escola regular, retirando-se do texto a palavra ‘preferencialmente’.

De acordo com Magda Lupi, diretora da Escola Especial Raio de Sol de Tangará da Serra, esta nova redação da lei obriga a inclusão de 100% dos deficientes na rede regular de ensino. “Isto é uma grande discussão dentro do movimento apaeano. Temos a consciência por trabalhar com eles há mais de 5 décadas. O movimento apaeano tem mais de 50 anos no Brasil. Temos consciência de que todos estes alunos não têm condições de ir para o ensino regular”, afirma.

Em Tangará da Serra existem hoje 32 alunos inclusos nas escolas regulares a partir do trabalho da APAE. A instituição trabalha com 16 escolas parceiras e conhece bem a dificuldade desta inclusão. “Não concordamos com a colocação de todos nesta inclusão. Precisa um longo caminho ainda. É preciso se estruturar. Não é a capacitação de professores. É o investimento em melhorias do sistema educacional e equipes de apoio também na área de saúde porque a família também precisa ser atendida”, explica Magda. Segundo ela, esta inclusão de forma radical vai prejudicar muito os alunos e trazer grandes transtornos para o sistema educacional como um todo.

Em protesto contra esta inclusão radical aconteceu no último dia 7 uma mobilização em nível estadual e no dia 14 em nível nacional. “Estamos lutando contra esta meta e pedindo apoio aos nossos representantes políticos para que se reverta esta meta. Ano passado na câmara dos deputados conseguimos esta reversão, mas chegando ao Senado houve o retrocesso”, destaca Magda Luppi.

O texto do projeto de lei pede o fim do financiamento do Fundeb para a educação especial em 2016 e a extinção desta parceria em 2018. “A gente não quer que isto aconteça. Estamos lutando para que aqueles que têm este direito o mantenham”, afirma Magda.

MOBILIZAÇÃO EM TANGARÁ – Uma grande mobilização contra a aprovação desta lei será realizada no próximo dia 26 de agosto, dentro da Semana da Pessoa com Deficiência. “Convidamos todas as pessoas que comunguem conosco que estejam junto fazendo esta mobilização”, destaca Magda. No mesmo dia no período da tarde acontece reunião na Escola Especial Raio de Sol com instituições visando explicar a situação e angariar apoio para e ideias para fortalecer esta mobilização. “O objetivo é se posicionar em nível de Brasil e garantir a existência das APAES”.A proposta deve ser votada em janeiro e vigora para os próximos 10 anos. “Temos que nos mobilizar antes desta votação para que possamos sensibilizar o nosso senado”, finaliza a diretora.

Fonte: Redação RP

Prefeito recepciona Roseli Barbosa em entrega de veículos

Roseli Barbosa foi recebida pelo prefeito Fábio e uma comitiva formada por autoridades locais e regionais 

O prefeito de Tangará da Serra, Fábio Junqueira (PMDB) recepcionou a Secretária de Estado de Trabalho e Assistência Social de Mato Grosso, Roseli Barbosa, esposa do governador Silval Barbosa (PMDB) por ocasião da entrega de veículos aos CRAS e CREAS dos Municípios da região, bem como a assinatura do Protocolo de Intenções do Projeto Mulheres Empreendedoras.

Acompanhado da Primeira Dama do Município, Helena Simões Junqueira, o prefeito recebeu Roseli Barbosa no Aeroporto Municipal, de lá, seguiram com uma comitiva formada pelos prefeitos Barra do Bugres, Júlio Florindo, de Denise, Pedro Tercy, de Nova Marilândia, Wener Santos, de Nova Olímpia, Cristóvão Masson, de Porto Estrela, Mauro Businaro e de Santo Afonso, Gordo Salim, bem como vereadores e secretários municipais para os CRAS da Vila Esmeralda e Vila Araputanga. De lá a comitiva seguiu para o novo prédio da prefeitura e para o Centro Cultural, onde ocorreu a entrega dos veículos e a assinatura do Protocolo.

Os prefeitos das cidades que compõem a região receberam das mãos da Primeira Dama do Estado as chaves dos veículos Uno que ficarão disponíveis para os CRAS e CREAS. O prefeito de Tangará, Fábio Junqueira, recebeu as chaves de quatro Unos, três foram entregues aos CRAS, sendo um para cada, e um para o CREAS. “Estamos dando continuidade à entrega dos veículos. Fico muito satisfeita de estar podendo atender aos municípios e lhes entregar algo de concreto. Esse é o nosso objetivo e é para isso que trabalhamos no governo, para concretizar ações do interesse da sociedade”, afirmou Roseli Barbosa.

Junqueira destacou a importância da passagem de Roseli Barbosa por Tangará da Serra, atendendo aos municípios e a região. “É motivo de orgulho para nós, termos a Primeira Dama do Estado entregando esses veículos. Esse trabalho só representa a preocupação do governo com a Assistência Social e com o cumprimento de metas no Sistema Único de Assistência Social, bem como de busca para que as instituições municipais possam cumprir o seu papel na solução de graves problemas sociais existentes nos municípios”, salientou o prefeito.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Tangará é finalista do Prêmio Gestor Eficiente da Merenda Escolar

O Prêmio é uma atividade do "Projeto Gestão Eficiente da Merenda Escolar", cujo objetivo é desenvolver ações para garantir que os recursos públicos destinados à alimentação escolar sejam efetivamente gastos em alimentação de qualidade, em quantidade e regularidade adequadas, para todos os alunos matriculados na educação básica da rede pública de ensino.

Tangará da Serra é um dos 54 finalistas deste prêmio que busca dar visibilidade às prefeituras que realizam uma gestão criativa, inovadora e, sobretudo, eficiente do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), criado pelo governo Federal há quase sessenta anos.

A Prefeitura Municipal de Tangará da Serra se inscreveu no projeto através de um formulário disponibilizado pelo FNDE no mês de junho, no qual foram descritos as ações e projetos desenvolvidos na merenda escolar no ano de 2011.

Técnicos do FNDE farão uma visita a Tangará da Serra nessa semana para conferir in loco as atividades desenvolvidas. O resultado final esta previsto para o final do mês de Outubro e as prefeituras ganhadoras irão receber o prêmio em Brasília com a participação da Presidenta Dilma Rousseff e demais autoridades.

Fonte: Assessoria da SEMEC

CACHOEIRA SALTO MACIEL

Descrição: Cachoeira formada pelo Rio Sepotuba com seqüência de corredeiras entre rochas.
Local: Fazenda Tapirapuã - Acesso: após andar 18 Km pela MT 358, entra na MT 170, estrada da calcário Tangará, após a Assentamento Antônio Conselheiro, à direita segue por mais 3.200, já dentro da Propriedade.Distância do Centro da Cidade: 40 Km - Horas Minutos: 40 min.Contato : MST( Movimento dos Sem Terra). Nela o visitante pode tomar banho para contemplar a cachoeira e suas belezas naturais bem de perto. Visitação livre por tratar de uma área de preservação permanente.

CACHOEIRA SALTO DAS NUVENS

Descrição: Cachoeira formada pelo Rio Sepotuba, com praia logo após a queda.
Local: Fazenda Cachoeira - Acesso: Estrada MT 358, sentido Tangará / Campo Novo, após a entrada para a Calcário Tangará, segue 2 Km, portal de entrada todo em madeira rústica. Área total m² - 160 alqueires Área Construída – 1.200 m² - Distância do centro da cidade: 25 Km Horas/Minutos: 30 minutos.

INFRA-ESTRUTURA - Estacionamento- Telefone público- Lanchonete- Loja de souvenirs - Banheiros
Churrasqueira - Estacionamento para ônibus- Restaurante - Locação para show e eventos - Sala de jogos, redário - Desk para pescaria - Hospedagem para 22 pessoas (chalé e casas).

Contato e reserva escritório: (65) 3326-9892 / 9955-2097

POUSADA E PESQUEIRO PIRACEMA

Descrição: Local onde se encontram açudes para pesca, com peixes de espécies regionais e de cativeiro, como a Piraputanga, Pacú, Tilápia, Tambaqui e Piauçú - Local: Propriedade Piracema.
Acesso: MT 358 Km 08 Tangará/Cuiabá, próximo a UNEMAT, seque a esquerda em estrada vicinal até o pesqueiro. Há placas e sinalização indicando o local.Área total m²: Área Construída: Distância do centro da Cidade: 9 Km Tempo: 25 minutos.
INFRA-ESTRUTURA - Estacionamento- Play Ground - Lanchonete- Banheiros - Churrasqueira Estacionamento para ônibus - Restaurante- Atendimento a grupos- Sorvete - Piscinas c/ Toboágua e Pousada com 20 apartamentos. Capacidade de 80 leitos - Possui atendimento especializado a grupos (com reserva). 
Contato: (65) 9978-6052 / 9635-8104 - Lúcia

BALNEÁRIO BIQUINHA

Descrição: Cachoeira formada pelo córrego estaca e piscina de água corrente, alimentada pôr uma mina de água potável. Local: Propriedade Biquinha
Acesso: Partindo do centro da cidade, segue até o final da Av. Brasil, vira a esquerda em direção a Unidade Mista, a direita, segue uma estrada vicinal que dá acesso a propriedade biquinha.
Área total m²: 48.800 Área construída: 4.000 m²Distância do Centro: 5.800 Tempo p/ chegar até a sede: 05 minutos.
INFRA-ESTRUTURA - Estacionamento - Play graund - Lanchonete - Banheiro - Churrasqueira - Cerca - Reserva natural - 01 Piscina com água corrente natura.

PEDRA SOLTEIRA

Divisora de município de Tangará da Serra/Nova Olímpia, é patrimônio do município de Tangará da Serra MT - Pedra Solteira tem seu nome eternizado na letra do hino do município escrito pelo compositor Dr. Fabio Martins Junqueira. No local é possível a pratica da escalada guiada.

Contato: (65) 9968 5395 – Operadora de Aventura.

CASA DE RONDON

Construída no início do século passado, por volta de 1906, pela comitiva de Rondon, era uma das bases telegráficas da Comissão Rondon que saiu de Cuiabá e buscava chegar a cidade de Porto Velho.

Este marco histórico localiza-se junto ao Assentamento Antonio Conselheiro e faz parte da história de Tangará da Serra. Importante ressaltar que neste local visa-se conceber o "Museu de Rondon", onde será retratada história deste grandioso homem, a história de Tangará da Serra e seus colonizadores. A visitação é livre de acordo com horário de aula.

Pontos Turísticos

Vereador Sebastian sugere mutirões em assentamentos para o CadUnico e cadastramento ambiental

Em entrevista ao programa O Povo no Rádio desta 4ª-feira, o vereador professor Sebastian Ramos destacou a importância dos referidos cadastros para os assentados. “O CadUnico é um pré-requisito para todas as famílias brasileiras e do assentamento também, acessarem programas do governo especialmente do Governo Federal e o cadastramento ambiental é outro pré-requisito das famílias assentadas para acessarem programas do Governo Federal”, destacou o vereador.

Recentemente aconteceu uma reunião na Câmara de Tangará da Serra com a presença do Superintendente do INCRA de Mato Grosso Valdir Barranco, oportunidade em que foram apresentadas diversas normas e compromissos que o INCRA com relação aos assentados. “Eu inclusive deixo meu gabinete à disposição de todos os interessados para prestar os esclarecimentos sobre o que foi tratado neste encontro”, afirmou Sebastian.

Para facilitar o acesso dos moradores dos assentamentos ao CadUnico, o vereador está sugerindo ao Executivo a realização de mutirão ou uma força tarefa. “Eu peço que o nosso poder Executivo envide esforços para uma força tarefa ou mutirão para inserir as famílias que ainda não estejam no CadUnico municipal, tendo em vista que às vezes a distância dificulta a vinda destas pessoas para a cidade. Temos pessoas que não estão cadastradas por dificuldades neste acesso”, explicou.

O vereador está indicando a medida também ao governo do estado em virtude da necessidade do cadastramento ambiental. “Infelizmente a burocracia, a morosidade do governo estadual dificulta aos assentados conseguirem este cadastro. Estamos solicitando ao governo do estado que acelere este processo porque se as famílias não tiverem o cadastro ambiental ficará muito difícil o caminho destes assentados para acessarem benefícios do governo federal ligados à agricultura familiar, à moradia e outros”, finalizou.

Fonte: Redação RP

Em Tangará a EE João Batista continua na fila de espera por reformas

Aulas na rua, concentração em frente do portão principal da escola e atividades diversas foram realizadas pela Escola Estadual João Batista como forma de chamar a atenção da comunidade para a situação precária do prédio. “[...] a proposta de fazer a manifestação assim, em três dias é do Grêmio Estudantil da escola. Nós estamos muito indignados com a postura do Governo do Estado de Mato Grosso”, observou a diretora Carla Regina Eidt.

Há cerca de cinco anos, os engenheiros da SEDUC estiveram vistoriando a Escola João Batista. Segundo relatou a diretora, esses técnicos concluíram que seria muito oneroso fazer a reforma dos prédios e que o ideal seria demolir pelo menos a parte dos fundos da escola, onde existem sete salas de aula, refeitório, biblioteca e banheiros e construir um prédio novo. “A comemoração foi geral na escola, fizemos reuniões com os pais, divulgamos para a comunidade inteira dizendo que a obra seria iniciada logo em seguida. Infelizmente até agora não aconteceu nada”, lamentou a diretora Carla Regina. Ela informou que em abril de 2012 uma nova data para o início da obra chegou a ser anunciada. “[...] ia construir porque o Governo Federal tinha depositado os recursos para construir trinta novas escolas e que entre essas, estava a Escola Estadual João Batista. Providenciamos toda a documentação e acompanhamos todo o processo de perto”, explicou.

Ocorre que as informações sempre foram desencontradas. “[...] um ano e quatro meses se passaram e todas as vezes que nos dirigimos a Cuiabá, na SEDUC sempre tem alguma coisa para ser ajustada, readequada”, lamentou a diretora informando que a Escola João Batista vai aderir a paralisação dos profissionais da educação a partir de quinta-feira (15/08).

Fonte: Redação RP

Empresa do Rio de Janeiro deseja se instalar em Tangará

Empresários do Rio de Janeiro estiveram em Tangará da Serra com o objetivo de conhecer a cidade e de propor parceria com a prefeitura municipal para sua instalação no Jardim Industriário. O prefeito Fábio Junqueira acompanhado do deputado estadual Wagner Ramos, recepcionou o empresário Paulo Henrique e áreas do parque industriário foram mostradas a ele que objetiva a instalação de uma empresa especializada no recolhimento de pneus usados que posteriormente serão triturados e vendidos para fábricas de cimento.

Para Junqueira a visita foi de fundamental importância. “Estamos dando especial atenção a esses empresários que desejam se instalar em Tangará. O deputado Wagner Ramos nos procurou e perguntou da nossa expectativa em receber esse grupo que vem de encontro com as necessidades do Município. O SAMAE já estava preocupado com o número de pneus que não tem destinação final em Tangará. Com a instalação dessa empresa esses problemas serão resolvidos”, destacou o prefeito, salientando que envidará todos os esforços para que a instalação seja de fato concluída, atendendo a todos os critérios estabelecidos e por fim definindo, dentro da legalidade, a doação de uma área para sua implantação.

O diretor da empresa, Paulo Henrique, explicou seu processo de funcionamento. “Pretendemos recolher esses pneus, triturá-los e levá-los para as fábricas de cimento, os transformando em bio-combustíveis, é um processo simples que não gera resíduo nenhum e ainda retiramos os pneus do meio ambiente”, destacou. O Deputado Estadual Wagner Ramos (PR) salientou que já conhece o trabalho da empresa. “Queremos que ele se instale aqui. Diretamente essa empresa não gera muitos empregos, mas indiretamente sim, afinal, todo o pneu usado sem destinação será recolhido”, disse.

Para o Diretor do SAMAE, Wesley Lopes Torres, a instalação da empresa é um ganho para Tangará. “O Samae entende que a instalação dessa empresa é um ganho inestimável para Tangará da Serra, resolvendo o nosso problema definitivamente com relação à destinação correta de pneus usados”, concluiu.

Fonte: Assessoria de Imprensa e Redação.

Jardim Alto Alegre receberá 17 mil metros de asfalto

Os moradores do Jardim Alto Alegre e bairros circunvizinhos estão satisfeitos com o início das obras de pavimentação asfáltica que estão sendo realizadas pela prefeitura de Tangará da Serra. Ao todo serão 17 mil metros de asfalto construídos no bairro, um dos mais antigos do Município.

Mesmo já tendo sido concebido há muito tempo, o Alto Alegre nunca havia sido asfaltado, mas agora, na gestão de Fábio Junqueira, o bairro receberá o tão aguardado benefício. “As ruas que ligam o Jardim Alto Alegre com o Santa Terezinha, o Tapirapuã e a Vila Portuguesa, ou seja, aquele encontro dos bairros, ficarão todas pavimentadas”, informou o prefeito.

Junqueira acompanhado do Secretário de Infraestrutura, acompanhou o início dos trabalhos no bairro. “A Sinfra fez um grande serviço de recuperação, de reposição de terra para que as pistas voltassem ao nível correto. Construímos galerias de águas pluviais e finalmente estamos na fase de colocar a emulsão asfáltica, fazendo a pavimentação para que com isso possamos deixar aquele bairro que é muito antigo todo asfaltado, realizando assim o sonho daquela população, lhes dando mais saúde com o fim da poeira e valorizando seus imóveis”, concluiu o prefeito.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Secretaria Municipal de Turismo

Av. Brasil, 2350-N - Paço Municipal
Fone: (65) 3311-4877/4890
E-mail: turismo@tangaradaserra.mt.gov.br
Cep: 78300-000
Tangará da Serra - MT

Secretário: José Bernadino

22ª Exposerra - Tradicional cavalgada de abertura reserva grande expectativa

Cavaleiros e amazonas, trajes típicos, belos animais, um colorido especial ao som de berrantes. As expectativas são as melhores possíveis para a Cavalgada de abertura da 22ª Exposerra, no dia 31 de agosto, pela manhã.

Segundo o organizador da cavalgada, Valdir Perin, a previsão é de um bom número de participantes no tradicional evento. A concentração será em frente ao novo prédio da prefeitura (antiga Unitas), na Avenida Brasil, imediações do Jardim Europa, a partir das 07h00. Por volta das 09h00, a cavalgada segue pela Avenida Brasil em direção ao Parque de Exposições de Tangará da Serra, com ponto de chegada no Centro Hípico.

O evento contará com cerca 40 comitivas, autoridades e representantes de diversos segmentos, entre entidades e instituições empresariais, além de representantes de municípios vizinhos. Ao longo de todo o trajeto haverá o apoio dos órgãos de segurança pública – Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Guarda Municipal. “Será um evento marcante, que abrirá com estilo a maior feira da região e uma das principais de Mato Grosso”, concluiu Valdir Perin.

Fonte: Redação RP

Fogo iniciado em terreno baldio ameaça área verde em Tangará

A reportagem da Rádio Pioneira registrou na tarde desta 5ª feira o avanço das chamas em direção à área verde localizada nas proximidades da Vila Olímpica.

O fogo iniciou em terreno baldio no Bairro Jardim Tarumã e acabou sendo levado pelo vento em direção à APP – Área de Preservação Permanente que cerca um córrego.

A equipe do Corpo de Bombeiros foi chamada por populares. De acordo com informações colhidas pela reportagem  junto à corporação, não foi necessário debelar as chamas, porque o fogo não ofereceria risco.

Fonte: Redação RP

Palestra sobre Lei Maria da Penha é promovida pela Assistência Social

A Secretaria Municipal de Assistência Social de Tangará da Serra promoveu nesta última quarta-feira, 07, uma palestra com o tema Lei Maria da Penha, com o objetivo de estimular mulheres vítimas de agressões a denunciarem seus agressores. A palestra foi ministrada pela Delegada Liliane Diogo e contou ainda com as presenças do prefeito Fábio Junqueira, da Primeira Dama, Helena Simões Junqueira, da Secretária Marli Franchini, do Capital Lima da PM e da Delegada Regional Alessandrah Marquez Ferronato.

De acordo com a Secretária, a palestra foi direcionada ao corpo técnico da pasta. “Essa palestra é específica para os nossos técnicos, para que tenham um melhor conhecimento. Como trabalhamos com a rede de proteção a mulher, acabamos vivenciando casos todos os dias. Promovemos a palestra para termos um maior conhecimento e assim trabalharmos melhor com as vítimas que atendemos”, salientou.

Segundo a Coordenadora do CREAS, Valéria Matinazzo, no local se trabalha diretamente com vítimas de violência, desde crianças até idosos. “Com as mulheres fazemos o atendimento psicossocial, com psicólogo e assistente social, onde recebemos os boletins de ocorrências que vem do CISC para fazermos os atendimentos e encaminhamentos para os grupos de mulheres vítimas de violência que acontecem dentro do CREAS”, explicou.

Valéria afirmou ainda. “A nossa função dentro do CREAS não é fazer com que essa mulher se separe, mas fazer com que ela entenda o porquê de estar se deixando ser agredida, o porquê desse clico vicioso a estar acompanhando a tanto tempo. Para isso não existe um tempo determinado, funciona pelo tempo em que a vítima deseje atendimento. A mulher agir diferente já mostra para o agressor que ele também tem de agir diferentemente. Recebemos em torno de 35 boletins de ocorrências por mês. Desses cerca de no máximo três mulheres querem sim o atendimento”, concluiu.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Vereadores iniciam trabalhos do semestre pedindo paz e união

Depois de duas semanas de recesso a Câmara de Tangará da Serra voltou ontem (06/08) aos trabalhos, com sua 27ª sessão ordinária e a 7ª extraordinária. O clima estava realmente de volta das férias, muitas reflexões e o hasteamento em definitivo da ‘bandeira branca’ com o Executivo Municipal, com pedido de paz e união de vários vereadores.

Não é de agora que a Câmara pede uma maior aproximação com o Executivo. O vereador Fábio Brito (PSDB) foi o primeiro a levantar a questão, dizendo que houve uma aproximação que, mesmo tímida, segundo ele, deve-se aos esforços do vereador Wellington Bezerra (PR), indicado em junho como o novo líder do governo municipal na Câmara. “É visível o empenho do vereador Wellington Bezerra”, elogiou.

Silvio Sommavilla (PV) disse que o recesso foi uma época para reflexão e cobrou uma participação maior da sociedade organizada. “Apesar de toda a calmaria que oportunizaram Executivo e Legislativo, a sociedade organizada precisa participar. Sociedade que se diz organizada e não mostra a cara, não se envolve”, criticou.

Sommavilla ainda pontuou o número de indicações, 1.010, perguntando quantas delas foram contempladas no PPA, em cobrança a um posicionamento da administração às reivindicações da população.

VEEMÊNCIA – Os discursos não ficaram apenas na calmaria. O vereador Niltinho do Lanche (PRB) falou sobre a última sessão antes do recesso, em que vereadores citaram que apenas um ‘grupinho’ se reunia com o prefeito e não resolvia nada. “Por que os outros não vão lá se reunir com o prefeito? Ele está de portas abertas”, bradou em sua fala na tribuna.

Depois, Niltinho comparou Fábio a Jesus Cristo, dizendo que as pessoas escolheram Barrabás e crucificaram Jesus, fazendo alusão às críticas veementes que o prefeito recebeu dos vereadores no primeiro semestre. “Não estou aqui para ver Tangará andar para trás. Nós temos que trabalhar em conjunto por essa cidade. Estou aqui pedindo paz!”, finalizou.

Em resposta ao pedido veemente de paz do peerrebista, o vereador Sebastian Ramos (PSB) filosofou. “A paz é fruto da justiça. Nós necessitamos de justiça social. Se tivermos justiça social, teremos paz”.

Bezerra seguiu na mesma linha de Niltinho no que se refere à utilização de metáforas. O vereador republicano fez um paralelo com o futebol, dizendo que, quando jogava, tinham 700, 800 torcedores e que 70 ou 80% torciam contra, mas, no final, prevalecia o talento, e sua equipe ganhava. “Assim está sendo essa gestão. Estão torcendo contra, contra mesmo. Tem gente que não faz nada a não ser ficar pelas esquinas falando mal. Vai trabalhar, amigo”, disparou, afirmando ter consciência que os problemas existem e que são graves, mas precisam ser resolvidos. “Prefiro estar conversando com os deputados em Cuiabá, para trazer emendas, com o prefeito, com empresários, para trazer investimentos, empregos e desenvolvimento para essa cidade. (…) Se alguém está estático, eu tenho que dar o primeiro passo e ir bater na porta. (…) Estou fazendo 100% a minha parte de colaborar”, completou Bezerra, que logo no início de sua fala pediu para que todos se perguntassem “o que eu estou fazendo para que o município mude”.

SAÚDE – Ácidas foram as críticas do vereador Odair José (PTB) sobre a Saúde, dizendo que em reuniões seguidas com o Conselho Municipal de Saúde, a secretária diz que não há nada errado e que está tudo bem com a Saúde em Tangará. Ele citou o caso de um jovem que teve fraturas múltiplas num acidente na semana passada e que ficou mais de 24 horas sem receber atendimento especializado, tendo que desembolsar R$ 200 para uma consulta com ortopedista da rede particular de saúde.

“Minhas cobranças e críticas só se dão em virtude das reclamações que recebo diuturnamente dos munícipes em relação à gestão atual. Quer dizer que eu tenho que ouvir estas reclamações e ficar calado, sem encaminhar para o Executivo resolver? Fico preocupado… Se alguém não concordar com a atual gestão, terá seu nome publicado na capa de um jornal? Não sabia que minha avaliação sobre a atual gestão fosse tão importante ao ponto da mesma ser publicada na capa de um jornal da cidade, me desmentindo e dizendo que estou equivocado e que preciso me informar melhor. Será?”, reagiu o vereador, que teceu as críticas na tribuna e fez questão de usar a tribuna para também dar sua resposta. “Não tenho espaço na mídia como o senhor prefeito, mas tenho espaço nas ruas, quando falo com o povo”, completou.FABÃO – Na última sessão ordinária do primeiro semestre, o vereador Fábio Brito (PSDB), o Fabão, fez crítica à administração municipal tangaraense e chamou sua atuação de regular. Dias depois, através de sua assessoria de imprensa, prefeito e vice rebateram as críticas, sendo a resposta capa de um jornal. Na sessão de ontem, Fabão explicou seu ponto de vista, lendo um texto com sua resposta ao ‘assunto’.

Fábio Brito também disse que o vice-prefeito foi infeliz ao comparar seus muitos anos de gestão, como vereador, secretário e prefeito com a do tucano, que tem pouco mais de um ano e meio na política. Ao final, Fabão fez um apelo. “Que se encerre essa briga imbecil, idiota e inútil. Se há guerra de vaidade é do Poder Executivo. Eu venho falando que Tangará precisa de união, mas o Executivo mostra o contrário com oposição à Câmara, com vetos. (…) Vamos encerrar essa conversa e vamos trabalhar. (…) Nossa cidade precisa muito dos senhores, quem vai ganhar não é o Executivo, Legislativo, grupo político, e sim o povo de Tangará da Serra”, finalizou, como que colocando uma pedra sobre a contendo descerrada há meses entre os dois poderes, formalizando o clima de união entre estes.

Fonte: Redação O Jornal

Município de Tangará cumpre prazo e envia formulários do Censo Escolar 2013

Terminou ontem, 04 de agosto, o prazo para o preenchimento dos dados do Censo Escolar da Educação Básica de 2013. Gestores das escolas públicas e privadas informaram dados das escolas, turmas, alunos e profissionais em sala de aula.

Por ser o principal instrumento de coleta de informações da educação, é muito importante o envio do Censo Escolar, já que, através das informações repassadas são viabilizados a transferência de recursos públicos destinados à merenda, ao transporte escolar, à distribuição de livros, aos uniformes, implantação de bibliotecas, instalação de energia elétrica, dentre outras coisas. “O Censo Escolar é um trabalho minucioso que é feito desde a secretaria de cada escola a equipe técnica da Secretaria de Educação e a Coordenação do Censo Escolar. Graças a esse trabalho meticuloso da nossa equipe, nós conseguimos enviar esse censo ao MEC, sendo devidamente revisado”, elogiou o Secretário Municipal de Educação, Júnior Pimenta.

O secretário complementou dizendo que, a importância do envio do Censo é que, de acordo com o número de cada escola, de cada segmento, é que serão repassados os recursos para financiar a educação do município. “Então, assim, garantimos o pagamento dos professores, merenda escolar, transporte escolar. Boa parte de tudo isso é pago com recursos advindos do Ministério da Educação, do FUNDEB. A outra parte é paga com recursos do próprio município, dos 25% dos investimentos na educação”, disse.

No caso das escolas de ensino infantil, o Censo permite que o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) calcule a suplementação de recursos às creches que atendas crianças do Bolsa Família.(Leia +)

Fonte: Redação O Jornal

16%: Baixa umidade do ar começa a preocupar

Com o período da seca em plena vigência o tangaraense começa a se preocupar com os efeitos da baixa umidade relativa do ar. Ontem, no início da noite, quando a umidade do ar já aumento um pouco, estava em 33%, segundo o Clima Tempo. A poeira e sua relação com os diversos problemas respiratórios são a principal preocupação, principalmente para famílias que têm idosos e crianças, os mais suscetíveis.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) considera como ideal a umidade do ar acima de 60%. O estado de atenção começa quando a umidade cai abaixo dos 30%. Quando a mesma atinge níveis entre 19% e 12%, é decretado o estado de alerta. Abaixo disso, é considerado estado de emergência.

Os moradores dos bairros sem asfalto são os que mais sofrem as consequências, pois a poeira incomoda e deixa doentes famílias inteiras. O número de atendimentos em unidades de saúde de todo o estado tendo como causa problemas respiratórios aumentou nos últimos dias em mais de 30%.

Os caminhões-pipa que fazem a aguação das ruas para abrandar os efeitos do tempo seco pouco adiantam, já que o solo seca rapidamente e a poeira volta a agir. E, pelo menos até o dia 15 de agosto, chuvas não estão previstas para Tangará da Serra e região.

No domingo, a umidade relativa do ar chegou a 19% em Tangará e, ontem, a 16%, ou seja, o município esteve em estado de alerta. Hoje, a umidade sobe um pouco, mas a mínima fica ainda em 25%, colocando o município em estado de atenção.

ESTADO – Líder no ranking de focos de queimadas entre os estados, Mato Grosso, só no mês de julho, registrou 61 ocorrências, de acordo com os dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). O resultado dos altos índices de queimadas contribui diretamente para o clima seco deixando a umidade relativa do ar abaixo de 30%. Nesta sexta-feira (02), a umidade esteve em 31% e as temperaturas oscilaram entre 30 e 35°C. Para hoje, a umidade pode chegar aos 18% na capital; ontem à noite marcava 24%. Já as temperaturas podem alcançar os 37°C.

O período seco no estado inicia sempre no início do segundo semestre do ano. Não diferente dos outros anos, as temperaturas começam a aumentar na capital e nos demais municípios mato-grossenses e, inversamente proporcional a isso, a umidade do ar vai ficando mais baixa.

Fonte: Redação O Jornal

Professores de Tangará da Serra cruzarão os braços dia 12

Quem representou o município na assembléia que decidiu pela paralisação, realizada em Cuiabá na tarde desta segunda-feira (05/08), foi a professora Francisca Alda de Lima, Presidente da sub-sede do Sintep. “Está estabelecida a greve a partir do dia 12. Os profissionais da educação esgotaram todas as possibilidades de negociação. A comunidade já está sendo informada. Faremos reuniões e assembléias e paralisaremos as atividades a partir da segunda-feira próxima”, resumiu a Presidente da sub-sede do Sintep.

Em Tangará da Serra a adesão é parcial. “Nós estamos informando o resultado da assembléia realizada em Cuiabá e, como sabemos, a adesão vai acontecendo aos poucos. O Governo conhece nossas reivindicações desde 2012. Em abril deste ano, estabelecemos o ‘estado de greve’, em função de que as negociações não avançavam. Agora, estamos em greve. As escolas vão fechar as portas”, ressaltou Francisca Alda de Lima.

O Sintep denuncia que existem mais de 140 escolas da rede estadual precisando urgentemente de reformas. Algumas precisam ser re-construídas. “A gente vive uma situação de calamidade pública nas escolas e o Governo do Estado se apresenta como se estivesse tudo certo, tudo organizado, como se a educação estivesse recebendo os investimentos necessários”, finalizou.

Os representantes das escolas da rede estadual sediadas em Tangará da Serra estarão reunidos com o Sintep nesta quarta-feira (07/09), a partir das 19h na quadra da Escola 29 de Novembro. Nesta reunião já será possível perceber quais serão os rumos do movimento e quais as escolas que devem aderir a paralisação.

Fonte: Redação RP

Prefeito anuncia convênio de R$ 1 milhão para asfaltar Jardim dos Ipês

O prefeito de Tangará da Serra, Fábio Martins Junqueira (PMDB), anunciou que o Jardim dos Ipês receberá pavimentação asfáltica através de um convênio no valor de R$ 1 milhão celebrado em função de uma emenda parlamentar do deputado federal Carlos Bezerra (PMDB).

Segundo Junqueira a emenda já está aprovada e empenhada, o que significa que o asfaltamento do bairro está garantido. “Essa pavimentação asfáltica, bastante solicitada por aquela comunidade, é um convênio com a Superintendência de Desenvolvimento da Amazônia, a Sudam, no valor de R$ 1 milhão, um recurso bastante significativo que será investido em um dos bairros mais populosos de Tangará da Serra”, salientou o chefe do Executivo.

Ainda de acordo com o prefeito os projetos de engenharia e licenciamento ambiental serão elaborados e posteriormente a isso será realizado o certame licitatório e execução da obra de asfaltamento do bairro. “Foram sete meses de tramitação para aprovação e empenho da emenda que já está no Sistema de Gestão de Convênios e Contratos de Repasses, o Siconv. Até 2014 a obra já estará executada”, afirmou o prefeito.

MAIS AÇÕES – Junqueira informou ainda que o asfaltamento se dará nas ruas Sucupira, Cumbarus e nas vias das margens e divisas com as chácaras e fundos da Escola Fábio Diniz. O prefeito anunciou mais ações no bairro. “Temos ainda projeto de reforma e ampliação da USF que terá a partir de então o tamanho ideal, adequado. Vamos fazer também melhorias na escola. Desejo ligar a Avenida das Amoreiras ao Anel Viário, mas para isso dependemos de recursos, vamos buscar meios para fazer essa abertura da Avenida para que seja dado acesso ao Anel Viário”, concluiu o prefeito.

Fonte: Assessoria de Imprensa

TV por Assinatura

SUPER CABO
Rua 18 nº 35-E - Centro
Fone: (65) 3326-9000
E-mail: supercabo@terra.com.br
Cep: 78300-000
Tangará da Serra - MT
+ Informações

Cerca de 500 pessoas participaram da “Cordeirada” do Lions

Esta foi a 6ª edição da “Cordeirada” Lions Clube (realizada neste domingo, dia 04 de agosto na sede da instituição no Jardim Tangará II) e o objetivo foi arrecadar fundos para custear o projeto mantido com a Fundação Pio XII, no Hospital do Câncer em Barretos/SP. Quem foi até a sede da entidade, com apenas 25 reais, os interessados almoçaram e concorreram a três prêmios em dinheiro: R$1.000,00 para o terceiro prêmio, R$1.500,00 para o segundo e R$ 2.500,00 para o primeiro.

O presidente do Lions Clube, Renato Dummel fez uma avaliação bastante positiva dos trabalhos realizados nesta semana, quando a unidade móvel do hospital esteve em Tangará da Serra fazendo os atendimentos. O grande público que compareceu no almoço deste domingo também foi motivo de comemoração para os organizadores. “Queremos agradecer imensamente a todos que aqui compareceram e dizer que tenham certeza de que os recursos angariados aqui serão muito bem aplicados”, disse, o Presidente do Lions Clube.

A partir de agora, o Lions Clube começa a preparar os atendimentos que serão feitos no próximo ano. A primeira etapa é a triagem e cadastramento dos pacientes. Os casos de câncer de colo de útero, próstata e ou câncer, por exemplo, são detectados nos exames de rotina, realizados nas unidades de saúde da família. Cerca de 500 pessoas já foram atendidas neste programa do Lions Clube.

Fonte: Redação RP

Progresso será contemplado com 15 mil metros de asfalto

O prefeito Fábio Junqueira visitou o Distrito de Progresso acompanhado do Secretário de Infraestrutura, Chico Clemente, para acompanhar a demarcação das ruas que receberão a pavimentação asfáltica. “Vamos fazer 15 mil metros quadrados de asfalto, serão 15 quadras divididas de forma a atender o maior número de moradores, próximo a escola, posto de saúde, salão comunitário, centro de convivência e igrejas”, explicou o prefeito.

A pavimentação atenderá os moradores que residem dos dois lados da MT 358 que atravessa o Distrito que existe há mais de 40 anos. Os moradores aguardavam há muito tempo uma obra de tamanha importância. Junqueira afirmou que o projeto da administração municipal é asfaltar todo o Distrito nos anos seguintes. “Na última sexta-feira, 02, os funcionários da Secretaria terminaram a demarcação das ruas e nessa semana o maquinário iniciará a obra”, informou Clemente.

SAÚDE – Outra importante obra que o Distrito de Progresso está recebendo é a reforma e ampliação da Unidade de Saúde da Família (USF), que possibilitará o melhor atendimento das famílias que ali residem.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Trabalhadores do comércio comemoram aniversário do Sindicato em Tangará da Serra

O Sindicato dos Empregados no Comércio em Geral de Tangará da Serra e região (SECGTS) completou no último dia primeiro de 1º agosto, 20 anos de fundação. O SECGTS nasceu do ideal comum, de cinco funcionários de um supermercado de Tangará da Serra, que sentiram a necessidade de criar um sindicato que amparasse os trabalhadores do comércio regional nas questões profissionais e sociais.

A partir daí, foram realizadas reuniões deliberando sobre a criação do sindicato que ocorreu, definitivamente, no dia 1o de agosto de 1993, com a participação de 58 comerciários.

Atualmente, o sindicato tem como presidente Valdemar Manrich, que sabe a importância do SECGTS para todos os associados. “Nossa entidade representa os comerciários e luta por melhorarias nas condições de vida da classe trabalhadora”, disse.

No dia de ontem, as comemorações tiveram início às 6h, com hasteamento das bandeiras nacional, estadual, municipal e do Sindicato, na sede do SECGTS. Os comerciários presentes também participaram de um café da manhã. “Neste dia, em especial, estamos comemorando internamente, mas, a grande festa de comemoração vai ocorrer no dia 10 de agosto, com escolha da Miss Comerciária 2013”, ressaltou Manrich.

O SECGTS representa hoje dez municípios, sendo Arenápolis, Brasnorte, Barra do Bugres, Campo Novo do Parecis, Denise, Nova Olímpia, Nortelândia, Porto Estrela, Sapezal e Tangará da Serra. Para o presidente, o Sindicato

Além disso, Valdemar Manrich falou sobre a conquista da sede do Sindicato, estruturado para receber o trabalhador e que ainda será contemplada com um auditório com capacidade para 380 pessoas. “Tudo isso destaca o SECGTS como o segundo maior sindicato da região”, comemorou o presidente.representa a luta e a conquista de todos os trabalhadores dos dez municípios. “Nós temos muito que comemorar nestes 20 anos. Foram muitas conquistas, nos campos do salário normativo, horas extras e, principalmente, do período natalino e horário do comércio dos municípios. Nós trabalhamos efetivamente com todos os trabalhadores, com apoio dos poderes executivos e legislativos das dez cidades”, alegrou-se Manrich.

Manrich finalizou dizendo que todos que fazem parte destes 20 anos de história do Sindicato, sempre lutaram e vão continuar lutando em prol da categoria dos comerciários.

Fonte: Redação O Jornal