MP: Tangará vai ganhar novo prédio para Promotorias

Logo após o recesso, o Ministério Público irá definir a licitação para a contratação de uma empresa especializada para a construção do prédio da nova sede das promotorias de justiça de Tangará da Serra. A licitação é na modalidade concorrência e será vencida pela empresa que se propuser a construir a obra pelo menor preço.

Uma licitação para a construção chegou a ser realizada no início de dezembro, mas nenhuma empresa interessada participou. Entre as exigências do MP está a de que a construção seja sustentável, com utilização de tecnologias de impacto reduzido, eficiência energética, baixo consumo de água e utilizando produtos com certificação ambiental.

A previsão é de que a obra represente investimento superior a R$1,8 milhão com prazo de 11 meses para conclusão a partir do início da construção. A obra terá 890 metros quadrados com térreo e dois pisos superiores. O prédio também contará com sistema de prevenção de incêndios e elevador.

A obra será construída na Avenida Tancredo Neves, quadra 19, lotes 03 e 04, no Jardim Santiago. O autor do projeto é o engenheiro civil Jamir Silva Sampaio. O edifício abrigará no pavimento térreo: hall de entrada principal, recepção e um auditório para atender 63 pessoas com apoio audio-visual, palco, e sanitários públicos, inclusive para pessoas com deficiência, sala do rack, elevador e escada de acesso para os outros pavimentos, além de apoio administrativo, sala de arquivo, almoxarifado e sanitários para funcionários, vestiário, cozinha e área de serviço.

O primeiro pavimento abrigará: 04 Salas de Promotor com lavabo privativo, 04 assessorias, copa/serviço, sala do rack, sanitários (inclusive para portadores de deficiência), elevador e escada de acesso, sala de reuniões e apoio administrativo. Já o segundo pavimento terá a mesma estrutura do primeiro, com 04 salas de promotor com lavabo privativo, 04 assessorias e as demais acomodações, além de uma sala de audiência.

NOVO EDITAL - A partir do dia 6 de janeiro o edital poderá ser obtido no site www.mp.mt.gov.br (link Licitações – Licitações em Andamento) ou pelo e-mail licitacoes@mp.mt.gov.br e também pessoalmente no Departamento de Aquisições/ Gerência de Licitações, em dias úteis, das 8h às 11h30 e das 14h às 17h30, mediante a apresentação de dispositivo de armazenamento.

A sessão pública de disputa será realizada no Ministério Público do Estado de Mato Grosso, na Rua Quatro, sem número, no Centro Político e Administrativo (CPA) na capital. A data da abertura da licitação e definição da empresa vencedora deverá constar no edital que ainda será divulgado pelo MP.

Fonte: Redação Diário da Serra

Tangará pode realizar Miss e Mister MT Mundo em 2012

Tangará da Serra poderá se tornar a capital da beleza mato-grossense em 2012. Isto porque há uma grande possibilidade da cidade sediar em maio o concurso Miss e Mister Mato Grosso Mundo 2012, durante as festividades do  36º aniversário do município. 

Na sexta-feira passada esteve em Tangará o coordenador do evento, Edyllon Atanázio, apresentando o projeto aos secretários de Turismo e Educação e Cultura, respectivamente Guilherme Schenkel e Júnior Pimenta, e a coordenadora do Departamento de Cultura, Joeli Siqueira.

“Essa é a primeira conversa sobre o tema, pretendemos realizar o evento aqui em Tangará, mas isso ainda depende de uma série de fatores, pedimos ao Edyllon que marque uma audiência com a secretária de Estado de Turismo, Teté Bezerra, para conseguirmos apoio para realizar o concurso aqui”, disse Pimenta.

Joeli Siqueira informou que também estará pleiteando uma reunião com o secretário de Estado de Cultura, João Cuiabano Malheiros, com o mesmo intuito, angariar recursos financeiros, uma vez que os custos com um evento de tal magnitude são elevados.

A ideia inicial é realizar em abril, mais precisamente no dia 14, o concurso Miss e Mister Tangará da Serra, uma seletiva local. Depois, nos dias 03, 04 e 05 de maio de 2012, ocorreria o concurso estadual, com candidatos e candidatas de todas as regiões de Mato Grosso.

Edyllon Atanázio, que há seis anos coordena o concurso em Mato Grosso, disse que Tangará da Serra ganhará repercussão estadual dependendo de como for realizado. “O evento vai além de um concurso de beleza, pois abrange turismo, moda, estética, economia, cultura e entretenimento e os vencedores ganharam passaporte para o Miss Brasil Mundo”, destacou.

O próximo passo agora, de acordo com os secretários e a coordenadora de Cultura, é buscar as parcerias necessárias para a consolidação deste evento na cidade, tanto da iniciativa pública quanto das empresas tangaraenses.


Fonte: Alexandre Rolim - Redação DS

Tangará da Serra receberá R$ 778 mil para instalar câmeras de segurança

A Câmara Municipal aprovou ontem em Sessão Extraordinária a abertura de crédito especial adicional no valor de R$ 788 mil permitindo que o Município de Tangará da Serra receba recursos do Ministério da Justiça para a instalação de vídeo monitoramento em Tangará da Serra. O projeto foi proposto pelo Grupo de Gestão Integrada Municipal (GGIM) com projeto elaborado pelo Município através do Escritório de Projetos.

No total a cidade receberá 15 câmeras móveis em área delimitada pelos órgãos de segurança, além de recursos para a estruturação da Sala do Executivo e Pleno do GGIM, com a compra dos equipamentos e mobiliário. O projeto aprovado junto ao Governo Federal também prevé a capacitação de agentes de segurança com o objetivo de melhorar o desempenho e a eficiência nas atividades, além de sensibilização da comunidade através de seminários e cartilhas.

Entre os argumentos para a aprovação do projeto está o crescimento populacional registrado em Tangará da Serra nos últimos anos, aliado ainda a proximidade com a fronteira – o que tem reflexo nos índices de violência. O líder do prefetio na Câmara, vereador Zé Pequeno (PT), lembra que na época em que o projeto foi apresentado atuava representando o Legislativo junto ao GGI Municipal.

“O grupo assumiu a idéia, a Polícia Militar e a Polícia Civil colaboraram de forma intensiva no que se refere as informações técnicas. A Prefeitura Municipal, através do Escritório de Projetos, apesar do tempo curto que tinha, conseguiu elaborar esse projeto, formatar e encaminhar para o Ministério da Justiça de forma que esse projeto foi aprovado e Tangará vai ser contemplada com essa demanda importante para a Segurança Pública que é a implantação desse sistema de monitoramento”, conclui. 

Fonte: Redação Diário da Serra

Trabalho intensificado e contas equilibradas marcam três meses de gestão de Saturnino

Não é nada simples assumir uma prefeitura do tamanho da de Tangará da Serra com contas a serem ajustadas e em meio a um período politicamente conturbado.

O prefeito Saturnino Masson e o vice, Idail Trubian, assumiram o município nesta situação: com um orçamento desgastado e com ressentimentos políticos decorrentes de sobressaltos administrativos que resultaram em afastamentos e cassações de mandatos. Menos mal que o vereador e atual presidente da Câmara Municipal, Miguel Romanhuk, que geriu o município entre 13 de julho e 30 de setembro, já havia deflagrado medidas de austeridade para estancar as sangrias das contas públicas.

Porém, assim que Saturnino Masson e Idail Trubian assumiram, as coisas começaram a clarear. O primeiro efeito foi a paz política que se estabeleceu no município. Em seguida, veio a intensificações de ações em várias frentes de trabalho.

As secretarias de Administração e Fazenda empreenderam uma política firme de contenção de gastos. O horário de atendimento da prefeitura e da maioria das secretarias foi reduzido para seis horas (das 07h00 às 13h00) e houve medidas de economia de energia e de gastos com a frota do município. O resultado foi percebido já em outubro, quando as despesas correntes do município somaram o menor montante do ano, com pouco mais de R$ 6,5 milhões, ante os picos de R$ 12 milhões em janeiro e R$ 8,2 milhões em maio.

Paralelamente às medidas de redução de gastos, a campanha de quitação de débitos da dívida ativa deflagrada pela Sefaz rendeu bons frutos e ajudou a reforçar o caixa da municipalidade.

Para 2012, a projeção é de sensível melhoria nas finanças do município. “Nossa meta será intensificar a cobrança e fiscalização no sentido de incrementar nossa receita. Também daremos continuidade às medidas de redução das despesas públicas sem deixar de oferecer melhorias nos serviços prestados à população”, disse o secretário municipal de Fazenda, Arielzo da Guia e Cruz.

Fonte: Assessoria

Saturnino Masson vê paz política em Tangará e aposta na volta da prosperidade

Ao antever uma conclusão positiva do exercício de 2011 pela Administração Municipal, o prefeito Saturnino Masson se disse satisfeito com a restauração do equilíbrio de gestão e a paz política vivenciada pelo município de Tangará da Serra.

Para Saturnino Masson, o fechamento do ano com a estabilidade política e as contas da municipalidade em dia anuncia um horizonte positivo para Tangará da Serra já a partir de 2012.

O otimismo do prefeito é plenamente justificado. Afinal, depois de um período turbulento, com ondas de denúncias, afastamentos de agentes públicos, cassações de mandatos e até mesmo situações constrangedoras como ações da Polícia Federal, a cidade começa a experimentar um clima de tranquilidade.

O chefe do Executivo ressalta que os indícios desta nova fase da política local são a reaproximação da administração do município com o governo do Estado, os sinais de recuperação da auto-estima da população e a retomada da credibilidade do poder público tangaraense. “A fase ruim está passando. 
Tivemos a satisfação de ouvir o governo anunciar recursos para obras importantes, como a cobertura da Feira da Vila Alta, a nova ETA e mais casas populares. Ouvimos a declaração de que o projeto do Aeroporto será executado e o governador Silval Barbosa citou a duplicação do trecho da MT-358 até a Unemat. E tem os projetos do PAC 2 que estão sendo assinados”, considerou Masson, que retornou na última quinta-feira (15.12) de Brasília com boas novas.

Para 2012, Saturnino prevê uma mudança radical, para melhor, na questão financeiro-orçamentária do município. O orçamento de R$ 172 milhões para o ano que vem permitirá várias realizações e melhorias, apesar das limitações que um ano político impõe. “As eleições municipais do ano que vem não serão empecilhos para obras importantes. Queremos melhorar o aspecto da cidade, torná-la mais limpa e organizada para que a população volte a ter aquela autoestima em alta, que tinha anos atrás”, declarou o chefe do Executivo.

Fonte: Assessoria

Tangará da Serra celebra o Natal com paz e muita luz

A paz! A luz! É Natal! Em meio a um clima de paz, Tangará da Serra está exuberante e oferece às famílias tangaraenses um Natal iluminado, decorado, brilhante. As luzes estão em toda parte, em todos os lugares: nas casas, nas fachadas das empresas, nas praças, nas rotatórias, nas igrejas. E também na alma do tangaraense. Com as luzes, as noites anunciam o clima de um Natal feliz, animado pelo trenó do Papai Noel que faz a alegria das crianças e de muitos adultos percorrendo a Avenida Brasil.

A decoração natalina instalada pela Prefeitura Municipal, através da Secretaria Municipal de Turismo, chama atenção pela beleza e bom gosto, parecendo anunciar novos rumos para Tangará da Serra, com tempos iluminados.

A população está animada. O concorrido concurso de Decoração Natalina promovido pelo município em parceria com Acits e CDL foi um sucesso. As empresas e residências participantes capricharam nos enfeites e luzes, abrilhantando o Natal e celebrando o nascimento de Cristo.

Na última sexta-feira, o prefeito Saturnino Masson, a Secretaria Municipal de Turismo, com apoio da Acits e CDL, entregaram os prêmios dos vencedores do concurso. Abaixo, os vencedores em suas respectivas premiações:

Categoria Residência
1º Antonio Tuim de Almeida
(Prêmios: TV LCD 32” + 100% desconto IPTU)
2º Milton Novodovoski
(Prêmios: Notebook + 60% desconto IPTU)
3º Gilval Walmik Pedroso
(Prêmios: Home teatcher + 30% desconto IPTU)

Categoria Comércio
1º Dismeq
(Prêmios: Notebook + 100% desconto IPTU)
2º Laticínio Vital
(Prêmio: 60% desconto IPTU)
3º Atuallis Moda Masculina
(Prêmio: 30% desconto IPTU)

Fonte: Assessoria Setur

Reveillon na Praça dos Pioneiros contará com três bandas e show pirotécnico

A chegada do novo ano promete ser em grande estilo em Tangará da Serra. Três bandas, show pirotécnico e uma estrutura completa farão a festa da virada e um aparato de segurança reforçado garantirá a alegria do grande público que é esperado para o evento festivo.
Segundo o secretário municipal de Turismo, Guilherme Schenkel, são esperadas ao menos 10 mil pessoas na grande festividade. Toda a praça será fechada com painéis, com entrada franca e abertura dos portões a partir das 10h30. O prefeito Saturnino Masson comandará a contagem regressiva e a virada.
Schenkel reitera que o evento contará com um rigoroso esquema de segurança. “Queremos garantir a segurança de quem estará lá para se divertir com a virada de ano. Será uma festa para a população, para a família tangaraense”, disse o secretário.
O aparato de segurança, vale salientar, contará com um numeroso efetivo da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, além de equipes do Samu e da Guarda Municipal. Haverá, ainda, um número expressivo de seguranças particulares e também um serviço de inteligência e vigilância para detectar atitudes suspeitas e focos de risco entre a multidão. Eventuais exaltados serão retirados do local e entregues à autoridade policial.
As bandas contratadas pela Secretaria Municipal de Turismo são “Sem Moderação”, de Tangará da Serra, e “Oficina do Forró” e “Aviões do Forró”, da cidade de Cáceres.
Assessoria

Horário do comércio para o período natalino

Após a Convenção Coletiva de Trabalho 2011/2013 do Sindicato dos Empregados no Comércio em Geral em Tangará da Serra e Região, ficou decidido o horário do funcionamento do comércio para o período natalino:

-Dia 10/12 – até as 18h

-Dias 15 e 16/12 – até as 21h

-Dia 17/12 – até as 18h

-Do dia 19 ao dia 23/12 – até as 21h

-Dia 24/12 – até as 18h

Após este período, o horário de trabalho será normal. Vale lembrar que a Convenção abrange todas as empresas e empregados no comércio em geral que estejam sediados na base territorial de Tangará da Serra, Arenápolis, Brasnorte, Barra do Bugres, Campo Novo do Parecis, Sapezal, Denise, Nova Olímpia, Porto Estrela e Nortelândia, no Estado de Mato Grosso.

Assessoria de Comunicação da Acits

Saturnino Masson é o novo Presidente

Na reunião dos prefeitos do Consórcio de Desenvolvimento Intermunicipal do Alto Paraguai, realizada na última sexta-feira (02/12), em Santo Afonso, ocorreu a eleição para a escolha do novo presidente do Consórcio Intermunicipal de Saúde da Região Médio Norte Mato-grossense.

O atual presidente é o prefeito de Barra do Bugres, Wilson Francelino de Oliveira, e o eleito foi Saturnino Masson, prefeito de Tangará da Serra. A transmissão de cargo ocorre na próxima reunião, no ínicio de 2012.

Os outros membros da diretoria do consórcio permanecem os mesmos.

Fonte: Redação Diário da Serra

População lota praça para receber o Papai Noel.

Muitas pessoas estiveram presentes na praça dos Pioneiros na noite de domingo dia 04 de dezembro para recepcionar o Papai Noel, que chegou em nossa cidade trazendo diversão e muita alegria. As crianças estavam ansiosas para ver o bom velhinho que veio até a Praça em seu tradicional trenó e foi recebido por uma verdadeira multidão.

Mas a noite de domingo reservava muitas atrações, como apresentações de dança da academia Polly Dance. Um dos momentos mais belos e que emocionou o publico foi a apresentação ``Magia do Natal´´da escola de música Villa lobos.

Para o presidente da Associação Comercial e Empresarial de Tangará da Serra, o empresário Leoclides Bigolin o evento superou as expectativas pela organização e pelo grande público que veio até a Praça receber o Papai Noel e viver este espirito natalino.

Foram entregues as chaves da cidade ao bom velhinho e inaugurado os ornamentos natalinos que com certeza deixarão Tangará muito mais bela. A realização deste evento foi da Associação Comercial e Empresarial de Tangará da Serra (Acits), Prefeitura Municipal de Tangará da Serra (Departamento de Cultura e Secretaria de Turismo). A partir de hoje dia 05 até o dia 31 de dezembro todas as noites das 18:00h às 22:00h terá o passeio do Trenó do Papai Noel com saída da Praça da Bíblia. Crianças até 12 anos pagarão R$ 2,50 e de 13 anos acima R$ 4,00. O responsável pelo passeio é o grupo Desbravadores ``Alto da Serra´´.
Assessoria de Comunicação da Acits

Perfil Socioeconômico de Tangará da Serra é apresentado

Na manhã desta terça-feira, dia 29 de Novembro, autoridades municipais, Legislativo e Executivo, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, empresários, imprensa local e membros da Associação Comercial e Empresarial de Tangará da Serra (Acits), participaram de um café da manhã, no Mais Hotel, para o lançamento do Perfil Socioeconômico 2011.

Na solenidade, o prefeito municipal Saturnino Masson, o vice presidente da Câmara, vereador Luiz Henrique Barbosa Matias e o presidente da Acits, Leoclides Bigolin, ressaltaram em seus discursos a importância deste projeto para o município, assim como a coordenadora do projeto pela UNEMAT, Karine Medeiros, que falou da participação da instituição.

Através do Perfil Socioeconômico, projeto que foi administrado pela Acits com apoio da Prefeitura Municipal, o acesso às informações serão ampliadas, dando embasamentos aos investidores, disponibilizando informações econômicas do município, subsidiando decisões estratégicas de negócios empresariais e politicas públicas de desenvolvimento econômico, além de manter as informações a todos os interessados a respeito da economia local.

Através do Núcleo de Estudos, Pesquisa e Extensão Econômico - Social e Contábil de Tangará da Serra (Nepec), as pesquisas começaram a ser realizadas em abril. Os principais objetivos eram acumular e analisar dados de aspectos, econômicos e sociais; oferecendo ao poder público e à população maior conhecimento sobre o município.

Foram levantadas as informações contidas nas estatísticas das fontes reais referentes ao período de 2000 até o mais recente de apuração. Cerca de 1550 questionários foram aplicados e as pessoas foram escolhidas para respondê-los através de critérios do Nepec. Os recursos para custeio do projeto foram financiados pela Prefeitura Municipal, através da Secretaria Municipal de de Indústria, Comércio e Serviços (Sics) e Câmara municipal de Tangará da Serra. Confira o Perfil completo neste site: www.2unemat.br/nepec/perfil_tangara

Autor: Assessoria Acits
Fonte: Acits

Minha Casa Minha Vida: 278 famílias tangaraenses realizam sonho da casa própria

Duzentas e setenta e oito famílias de Tangará da Serra (240 km de Cuiabá) realizaram o sonho da casa própria, com a inauguração do Residencial Mané Garrincha (Programa Minha Casa Minha Vida) ocorrida neste sábado (26.11), pela manhã. O evento, muito esperado pelas famílias contempladas, contou com a presença do governador Silval Barbosa, que foi recepcionado na cidade pelo prefeito Saturnino Masson.

Também marcaram presença os deputados estaduais Wagner Ramos e José Riva, o deputado federal Wellington Fagundes, e o secretário de Estado de Cidades, Nico Baracat. Outra presença de destaque foi o Superintendente Regional da Caixa Econômica Federal, Carlos Roberto Pereira. A CEF, vale lembrar, é o agente financiador do programa Minha Casa Minha Vida.

Barbosa e Masson entregaram as chaves das casas para os primeiros moradores presentes à cerimônia. O governador destacou que, neste momento, estão sendo construídas outras 20 mil casas no Estado, destinadas a famílias de baixa renda. “Nossa meta para 2012 é construir mais 20 mil unidades. Isso é justiça social”, afirmou Silval, declarando que a casa própria traz segurança e dignidade às famílias.

Durante a cerimônia, Silval anunciou também que serão destinados cerca de R$ 800 mil para a construção da cobertura da Feira do Produtor da Vila Alta e serão investidos aproximadamente R$ 5 milhões em saneamento básico no município de Tangará da Serra. Os recursos são oriundos de parceria com o governo Federal. “Queremos fazer o máximo para construir uma Tangará melhor. Temos um planejamento para recuperação do aeroporto. Uma cidade com cerca de 100 mil habitantes precisa ter um aeroporto adequado”, disse o governador.

O prefeito Saturnino Masson mostrou grande satisfação com a entrega das chaves às famílias contempladas pelo programa Minha Casa Minha Vida. Ele também agradeceu ao governador e aos parlamentares presentes no evento pelos anúncios de obras e recursos para o município. “É importante esta união do município com o governo e com os nossos deputados na Assembléia Legislativa e lá em Brasília. Tenho certeza que Tangará da Serra em breve terá um novo aeroporto, melhorias nas estradas que ligam o município à capital e a outras regiões”, disse o gestor.

Ainda em relação às unidades habitacionais entregues no sábado, Masson destacou que a casa própria representa vida digna para as pessoas. “Esperamos entregar mais unidades habitacionais em 2012”, afirmou. O chefe do Executivo municipal também destacou a importância da assinatura do convênio para a construção da Feira do Produtor. “Antes, o pequeno produtor da Feira da Vila Alta comercializava na rua. Agora, ele terá um local adequado”, disse.

O secretário de Estado de Cidades, Nico Baracat, que acompanhou o governador Silval Barbosa, destacou que até o final de 2014 devem ser inauguradas mais 44 mil unidades habitacionais em Mato Grosso. “Essa era a meta do governador para o seu mandato”, lembrou o secretário, salientando a importância social da casa própria. “Ficamos felizes com cada casa que entregamos. É uma satisfação, pois sabemos que é um sonho realizado na vida do trabalhador brasileiro”, ressaltou.

Cassiandra de Oliveira, uma das contempladas do Residencial Mané Garrincha, falou em nome dos moradores. “Estou muito emocionada. É um sonho sair do aluguel,” declarou, fazendo questão de agradecer aos governos municipal, estadual e federal.

O governador Silval Barbosa, durante a solenidade, recebeu do artista plástico de Tangará, Peter Spartalis, o Troféu Tangará e uma viola de cocho. Estavam presentes na inauguração do residencial o superintendente da Caixa Econômica Federal em Mato Grosso, Carlos Pereira, o presidente da Assembléia Legislativa, deputado José Riva, o deputado estadual Wagner Ramos, deputado federal Wellington Fagundes, o secretário de Estado de Educação, Ságuas Moraes, presidente da Associação Mato-grossense de Municípios (AMM), Meraldo Sá, dentre outras autoridades.

REALIZAÇÃO - Para a moradora Nilsângela Costa dos Santos, 25 anos, doméstica, o dia foi mais do que especial. Ela foi sorteada e ganhou uma casa mobiliada. “Eu estou muito emocionada e não tenho palavras para descrever o que estou sentindo. Não esperava ganhar esta casa mobiliada. Só Deus para me dar essa vitória”, declarou Nilsângela que é mãe de um casal de gêmeos e está grávida do terceiro filho. “Agora eu e meus filhos temos um lugar para morar”.

João Bispo Marques, pai de Isaías Marques, 35 anos, um dos contemplados com casa no Residencial Mané Garrincha, disse que a casa recebida veio em boa hora. “Nosso filho é portador de necessidade especial e conseguiu a casa. Nós não tínhamos como comprar. Agora, vamos sair do aluguel”, declarou emocionado.

Já Sueimar Adriana da Silva, 31 anos, agradeceu a Deus por estar recebendo a sua casa própria. “Para mim, essa casa é tudo. É nela que eu vou abrigar meus filhos, meu esposo e a mim. É o fato mais importante da minha vida”, disse emocionada a nova moradora. Para Waldecir de Almeida, 28 anos, auxiliar de serviços gerais, receber a unidade habitacional também é muito importante. “Eu tenho uma filha. Sou eu quem cuida dela. Nós nunca tivemos uma casa. Vou dar um lar de verdade para a Luana”, falou.

RESIDENCIAL - Conforme informações da Secretaria de Estado de Cidades, para a construção do residencial Mané Garrincha foram investidos cerca R$ 11 milhões, oriundos dos governos Estadual e Federal. As unidades habitacionais destinam-se a famílias de baixa renda, ou que residem em áreas de risco ou vulnerabilidade social. A maioria dos beneficiados está adquirindo suas casas através do programa ‘Minha Casa Minha Vida’, que contempla pessoas que recebem até R$ 1.600 por mês. As prestações variam entre R$ 50,00 e R$ 160,00, conforme a renda familiar. Os beneficiários têm 10 anos para quitar o imóvel.

O residencial Mané Garrincha fica localizado no Loteamento Estrada da Boa Vista, esquina com a MT-358. Ele está sendo entregue com rede completa de esgoto, água, energia elétrica, calçada e todo o sistema de drenagem, além de quadra poliesportiva e playground. Das 278 casas, nove destinam-se a portadores de deficiência ou pessoas com mobilidade reduzida. Estas unidades habitacionais são diferenciadas, pois possuem 42,9 metros quadrados. As demais casas têm 36 metros quadrados, sendo todas com sala, cozinha, banheiro social, dois quartos, tanque de lavar roupa, forro de PVC e revestimento cerâmico nas áreas molhadas (Com informações de Secom-MT).

Autor: Assessoria
Fonte: Executivo/Sema

Com presença do Governador, chaves do Residencial Mané Garrincha serão entregues neste sábado

Serão entregues neste sábado (26.11) as chaves das unidades habitacionais do Programa Minha Casa Minha Vida, no Residencial Mané Garrincha, em Tangará da Serra. O evento será realizado a partir das 09h00 e contará com a presença do Governador Silval Barbosa e do superintendente regional da Caixa Econômica Federal (CEF) em Mato Grosso, Carlos Roberto Pereira.

O ato de entrega das casas populares é organizado pela Prefeitura Municipal, através do Gabinete do Prefeito Saturnino Masson e da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), com participação da CEF.

Segundo a secretária municipal de Assistência Social, Ivonete Júlia de Andrade, o evento será montado na Rua 10 do bairro, altura da quadra 11. A titular da Semas explica que a vistoria das casas foi realizada na segunda semana deste mês, com a presença de representantes da Prefeitura, CEF e da construtora responsável pelas unidades de moradia.

Dentre os critérios para obtenção das casas do programa Minha Casa Minha Vida estão: renda familiar bruta mensal de até R$ 1.395,00; inserção no Cadastro Único da Assistência Social (CadÚnico) e a inexistência de qualquer imóvel no nome da pessoa sorteada.

A documentação de cada casa foi emitida preferencialmente em nome da mulher, como forma de proteção familiar. Os contemplados pelo programa pagarão parcelas mensais que variam de R$ 50 a R$ 139 (10% sobre a renda bruta familiar), durante dez anos.

O edital com as normas que regulamentaram o sorteio das unidades, realizado em abril, foi elaborado em conformidade com a Portaria nº 140/2010 do Ministério das Cidades, que determina que 50% das casas construídas pelo Programa Minha Casa Minha Vida devem ser reservadas para famílias que ocupam imóveis em áreas de risco, áreas de preservação permanente ou em situação de vulnerabilidade social.

Autor: Assessoria
Fonte: Gabinete/Semas

Dia da Bandeira: Município homenageia principal símbolo da Pátria

A Bandeira Nacional do Brasil foi homenageada ao meio-dia deste sábado, dia 19 de Novembro, por ocasião do Dia da Bandeira. O ato cívico, realizado em frente ao Palácio Tangará, foi uma iniciativa do Poder Executivo do Município de Tangará da Serra, através do prefeito Saturnino Masson e toda equipe da Administração Municipal.

A cerimônia, embora singela, foi envolta num clima de emoção e patriotismo, num culto cívico ao principal símbolo da Nação Brasileira. Houve a entoação do Hino Nacional Brasileiro durante o hasteamento da Bandeira Nacional, no pavilhão frontal da Prefeitura de Tangará da Serra. Em seguida, no desfecho do ato oficial, foi entoado o Hino à Bandeira, com hasteamento do Pendão instalado na rotatória de confluência das avenidas Brasil e Tancredo de Almeida Neves.

“Vivemos numa Pátria da qual temos muito a nos orgulhar. Uma Pátria que dá liberdade ao seu povo, que nos dá oportunidades em todos os aspectos. Reverenciar a Bandeira Nacional é, sem dúvida, um dever de todos os cidadãos brasileiros”, disse o prefeito Saturnino Masson, durante o ato cívico.

Além do prefeito, marcaram presença os vereadores Zé Pequeno e Fabão, secretários, servidores, entidades, e membros do Lions Clube de Tangará da Serra.
 
Assessoria de Imprensa

Município fomentará arranjos produtivos locais para fortalecer micros e pequenas empresas


Fortalecimento, sustentabilidade e lucratividade através de arranjos produtivos locais. Estas são as metas do município de Tangará da Serra em relação às micro e pequenas empresas instaladas na cidade.
O município marcou presença, através da Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Serviços (Sics), na 5ª Conferência Brasileira de Arranjos Produtivos Locais (APL), realizada de 08 a 10 deste mês, em Brasília.

Presente no evento realizado na capital federal, o titular da Sics, secretário Suedir Ribas, explica que a articulação de empresas de vários tamanhos em APLs fortalece as chances de sobrevivência e crescimento. Para o secretário, os arranjos produtivos locais são fundamentais para que as micros e pequenas empresas da cidade alcancem uma performance operacional que lhes garanta, num primeiro momento, a sua manutenção no mercado. Uma vez firmadas em seus respectivos setores, estas empresas tendem a seguir um rumo de consolidação e crescimento. “É importante que as micro e pequenas empresas permaneçam ativas e que se consolidem, crescendo e ampliando suas atuações, expandido negócios e buscando novos mercados. São elas que geram a maior parte dos empregos nas cidades”, observou.

Ribas ressalta que o objetivo do município é repassar conhecimento e experiências de organização às micros e pequenas empresas. Nestas questões se inserem os procedimentos para acesso a linhas de crédito disponibilizadas pelo governo e pelas instituições financeiras.

CONCEITO – Arranjos produtivos locais (APL) são aglomerações de empresas, localizadas em um mesmo território, que apresentam especialização produtiva e mantêm vínculo de articulação, interação, cooperação e aprendizagem entre si e com outros agentes locais, tais como governo, associações empresariais, instituições financeiras, ensino e pesquisa.

Para começar a funcionar, um APL deve ter um número significativo de empreendimentos no território e de pessoas que atuam em uma atividade produtiva predominante. Ao mesmo tempo, deve haver o compartilhamento de formas de cooperação e um mecanismo de governança.

Os APLs geralmente incluem empresas – produtoras de bens e serviços finais, fornecedoras de equipamentos e outros insumos, prestadoras de serviços, clientes, cooperativas, associações e representações – e demais organizações voltadas à formação e treinamento de recursos humanos, informação, pesquisa, desenvolvimento e engenharia, promoção e financiamento.

Assessoria de Imprensa c/Sics

Legislativo de Tangará da Serra promove Audiência Pública

A Câmara Municipal de Tangará da Serra, através da Comissão de Legislação, Justiça, Redação Final e Eficácia Legislativa, convida a população tangaranse para participar da Audiência Pública que realizar-se-á no dia 16 de Novembro de 2011, quarta-feira, às 19 horas no Auditório Pedro Alberto Tayano Filho, Centro Cultural, localizada na Avenida Brasil, 377-E - Centro, onde será debatido sobre o AUMENTO DO NÚMERO DE VEREADORES PARA A PRÓXIMA LEGISLATURA.

A participação da população neste é muito significativa, precisamos ouvi-la.

Humberto Ferreira
Da Redação

SAMAE esclarece sobre falta de água em Tangará


NOTA DE ESCLARECIMENTO

O rompimento da adutora de captação para tratamento de água do SAMAE é a causa da interrupção do abastecimento em Tangará da Serra nestes dias 10 e 11 (quinta e sexta-feira) de novembro do corrente ano.

O dano foi causado em virtude da pressão adicional resultante de oscilação de energia nas bombas do sistema.

A oscilação de energia provoca retorno de um grande volume de água na tubulação. Assim que a energia é estabilizada, as bombas retomam a força, provocando uma forte pressão. Esta seqüência ocasionou o rompimento da adutora instalada na ETA - Estação de Captação, Tratamento e Distribuição de Água.

Na quinta-feira (10.11.2011) a adutora foi reparada, mas houve novo rompimento em virtude da pressão da água. Após o novo rompimento, a equipe do SAMAE deu início a um criterioso trabalho de recuperação da adutora, com previsão de término dos reparos para a tarde desta sexta-feira (11.11.2011).

Após a recuperação da adutora, haverá necessidade de concretagem do ponto de rompimento. Desta forma, a previsão de retomada do abastecimento de água é para a noite desta sexta-feira (11.11.2011)

Assessoria SAMAE

Município deverá assumir licenciamentos de baixo impacto

O município deverá assumir a partir de janeiro do ano que vem a responsabilidade pela concessão de licenças ambientais de baixo impacto. A informação foi repassada pelo prefeito municipal Saturnino Masson e pelo secretário de Meio Ambiente do município, Welinton Duarte.
A responsabilidade do município pelos licenciamentos integra o processo de descentralização da gestão ambiental de Mato Grosso, desencadeado pelo governo estadual em aprceria com os próprios municípios. Os licenciamentos atualmente são concedidos pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema).
Segundo o secretário Welinton Duarte, Para que a responsabilidade seja transferida ao município é preciso a assinatura de um termo de cooperação com o órgão estadual. “Já encaminhamos toda a documentação e aguardamos o retorno do Estado”, esclareceu.
O município iniciará as atividades de licenciamento ambiental após a homologação oficial da habilitação pelo Conselho Estadual do Meio Ambiente (Consema) e do Termo de Cooperação Técnica com a Sema/MT. Além disso, os licenciamentos devem atender ao que dispõe a Lei Municipal que disciplina o uso do solo, com previsão das respectivas taxas no PPA e na LDO. Neste contexto, serão levadas em consideração, além do licenciamento e da fiscalização, ações de educação ambiental, recuperação de áreas degradadas, coleta seletiva de lixo, capacitação da equipe técnica, entre outros quesitos.
Uma vez habilitado para conceder licenciamentos de baixo impacto, o município poderá atender solicitações referentes a criações de animais sem abate, tais como confinamentos de bovinos até 500 cabeças, atividades de avicultura com até quatro aviários, suinocultura de pequeno porte, piscicultura com até um hectare de área inundada, pequenas atividades de mineração, obras civis residenciais, loteamentos, clínicas e laboratórios, armazéns, atividades comerciais varejistas e estabelecimentos industriais como usinas de asfalto e de produção de concreto, beneficiamento de frutas e grãos, sempre em atendimentos a parâmetros que caracterizam baixo impacto.
De acordo com Welinton Duarte, as taxas correspondentes às licenças ambientais representarão uma nova e importante fonte de renda aos cofres do município, numa projeção a partir de R$ 300 mil/ano, com destinação ao Fundo Municipal de Defesa do Meio Ambiente (FMDA).
Fonte: Assessoria/Gabinete/Semmea

Ordem DeMolay de Tangará da Serra recebe jovens para Congresso Estadual

Tangará da Serra receberá a partir de hoje, 4, seguindo até domingo, 7 de novembro, no Centro Cultural, mais de 250 pessoas de vários lugares de Mato Grosso e da região Centro Oeste para o VII Congresso Estadual da Ordem DeMolay em Mato Grosso (VII CEOD).

O evento, organizado pelo Capítulo Tangará n. 336 da Ordem DeMolay e Gabinete Estadual, com apoio das três Lojas Maçônicas do município, acontece anualmente e busca traçar os destinos da organização para o próximo ano de trabalho, constituindo-se num fórum de discussões, debates e definições dos assuntos relacionados ao funcionamento da Ordem DeMolay, inclusive as eleições do novo corpo administrador do Grande Conselho Estadual.

Segundo o presidente do Conselho Consultivo em Tangará, Carlos Longhi, o congresso é ainda um momento de reflexão, confraternização e essencialmente uma ocasião de aprendizado para os jovens matogrossenses. “O Congresso Estadual é o momento em que os DeMolay de todo o Estado tem a oportunidade de desenvolverem o conhecimento entre eles e junto com isso aproveitamos para colocar palestras sobre liderança, que é o que vai acontecer aqui”, explica, ressaltando ainda que no evento se desenvolvem oficinas de trabalho e atividades desportivas (Olimpíadas DeMolay). “O mais importante, o auge do Congresso, está no primeiro dia, na sexta-feira a noite, onde teremos a presença de grandes autoridades de todo o Brasil, teremos a presença dos três sereníssimos grão-mestres das três potências prestigiando o nosso evento, entre outras autoridades, além da apresentação do ator John Vaz”, destaca.

PROGRAMAÇÃO – A programação do VII Congresso Estadual da Ordem DeMolay em Mato Grosso inicia na noite de hoje, a partir das 20h, com a presença de autoridades Maçônicas do Brasil e do Estado, autoridades DeMolay do Brasil e do Estado, como o grande Mestre Nacional Ederson Pereira Velasques, autoridades políticas da região e do Estado, membros dos 15 Capítulos da Ordem DeMolay do Estado, entre outros.

Logo após haverá a apresentação de uma peça teatral com o ator John Vaz – que participou das Minisséries “Amazônia”, onde fez o papel de “Chico Mendes”, e “JK”, onde fez o papel do Presidente mais jovem – sobre “Jaques DeMolay – O Fim da Ordem do Templo”. Jacques DeMolay foi o último Grão-Mestre (análogo a um presidente) da Ordem dos Cavaleiros Templários (pessoas respeitadas em sua época pela nobreza do caráter, sólida formação espiritual e cultural, e coragem) é o patrono desta organização fraterno-juvenil.

No sábado a programação continua com palestras sobre “Liderança e motivação – sem mais desculpas”, com Marco Simioni, de Cuiabá; “Como o meu capítulo pode me ajudar a fazer a diferença”, com Thiago Augusto Ribeiro Correa Neto de Castro, consultor da Oi Brasil Telecom de Brasília; e “Deus em nós, a força que nos une”, com Marcos Antônio Sanches Agostinho, de Cuiabá, seguindo paralelamente com oficinas de trabalho. Já no período da tarde será realizada a Assembleia para apresentação dos resultados do censo, prestação de contas e eleição. E finalizando a programação, no domingo, serão realizadas as Olimpíadas DeMolay no TTC.

SAIBA MAIS – A Ordem DeMolay é uma organização fraterno-juvenil patrocinada pela Maçonaria, fundada em 18 de março de 1919 em Kansas City, Estados Unidos da América. É uma organização destinada a jovem entre 12 e 21 anos, do sexo masculino, e seu objetivo é contribuir para a formação de melhores cidadãos, através do aperfeiçoamento moral e intelectual de seus membros.

Em Tangará da Serra a Ordem DeMolay está representada pelo Capítulo Tangará nº 336, fundado em 4 de dezembro de 1997, e pertence à quarta região do Estado de Mato Grosso, juntamente com o Capítulo Sagrados Cavaleiros de Fênix n. 633, de Barra do Bugres, e pelo Convento Dejalmo Clóvis Linck n. 128, englobando os dois Capítulos. Em sua 27ª Gestão Adminis-trativa, o Capítulo Tangará n. 336 reúne o maior quadro de membros em atividade.

No município, o ginásio de esportes da Vila Olímpica “Rei Pelé” foi batizado com o nome do saudoso DeMolay “Douglas Poyane Sousa Nascimento” (Lei Municipal n. 3.429/2010). Na Câmara Municipal local atua como vereador Luiz Henrique Barbosa Mathias, fundador do Capítulo Tangará n. 336.

Além disso, recentemente foi aprovada a Lei Municipal n. 3.494/2010, instituindo o dia 28 de março como “Dia Municipal do DeMolay” (data da instalação, em 1998, do Capítulo Tangará n. 336).

A Ordem DeMolay atua no Brasil desde 1980 e desde então, 200 mil brasileiros iniciaram nesta fraternidade de jovens.
 
Fonte: Fabiola Tormes - Redação Diário da Serra

Estradas e pontes no interior do município são recuperadas

Várias localidades do interior de Tangará da Serra estão recebendo melhorias por parte da Secretaria Municipal de Infraestrutura. Trabalhos de encascalhamento de estradas e a instalação de um bueiro tubular foram os destaques entre as atividades da Sinfra realizadas esta semana.

Na Estrada do Assentamento Vale do Sol - prolongamento da Estrada Cinco que leva à localidade e também às proximidades da descida da Serra de Tapirapuã – os maquinários do município realizaram a recuperação e encascalhamento daquela via. Segundo o secretário municipal de Infraestrutura, Ronaldo Diniz, foram cerca de cinco quilômetros de trecho recuperado.

Já na Estrada 01, que liga a localidade de São José às imediações do Pesqueiro Piracema e fundos da Unemat, a Sinfra implantou um bueiro tubular sobre o córrego que corta a região em substituição a uma ponte de madeira que se encontrava em estado precário.

Além do atendimento a localidades do interior, a Secretaria de Infraestrutura do município também dá prosseguimento aos trabalhos de tapa-buracos e na recuperação de vias urbanas em vários bairros da cidade.

CANTEIROS – A Secretaria Municipal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) deu início esta semana a trabalhos de manutenção e recuperação dos canteiros centrais das avenidas da cidade.

Segundo o titular da pasta, Welinton Duarte, haverá trabalhos de melhoramentos nos gramados, eventuais podas e plantio de mudas de árvores ornamentais nas avenidas Brasil, Tancredo de Almeida Neves e Ismael José do Nascimento.

Duarte salienta que este é o período propício para o plantio de mudas em função das chuvas, que proporcionam um melhor enraizamento e desenvolvimento das espécies.
 
Fonte: Assessoria de Imprensa/Sinfra/Seapa

Campanha ‘Magia do Natal Acits e CDL’ sorteará mais de R$ 88 mil em prêmios

Realizar os sonhos de consumo dos clientes do comércio da cidade e região, além de promover e fortalecer o comércio local. Essa é a proposta da Associação Comercial e Empresarial de Tangará da Serra (Acits) e a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) ao se unirem para promover a campanha “Magia do Natal Acits e CDL”.

Oferecendo mais de R$ 88 mil em prêmios, a campanha foi lançada no último sábado, 29, com uma grandiosa carreata pelas principais ruas e avenidas da cidade. “Realmente é um acontecimento inédito para a classe empresarial de Tangará da Serra. Houve um entendimento entre Acits e CDL porque na verdade as duas entidades tem o mesmo benefício, estar fortalecendo o comércio através de serviços, através de campanhas nesse nível. E fazendo essa união tivemos a oportunidade de reforçar a premiação com carros, motos, vales compras, enfim, são mais de R$ 88 mil em prêmios e isso com certeza vai aquecer as vendas e trazer um contentamento para toda a classe empresarial, tanto filiado CDL, quanto filiado Acits”, destacou a presidente da CDL, Edna Campos.

Quanto a realizada da campanha “Magia do Natal Acits e CDL”, o presidente da Associação Comercial, Leoclides Bigolin, informou que a mesma entrará em vigência no comércio e os cupons começarão a ser entregues a partir de amanhã, dia 1º de novembro. Os consumidores que efetuarem compras nos estabelecimentos credenciados receberão cupons para concorrem aos seguintes prêmios: 15 vale compras de R$ 2 mil para os consumidores e 20 vale compras de R$ 500 para vendedores (anjos); além de duas motos elétricas infantis, duas motos 125 cilindradas e um carro zero quilômetro para os consumidores. No total, serão mais de R$ 88 mil em prêmios. “Com essa união, temos certeza que as vendas de Tangará irão aumentar e todos os consumidores e empresários ficarão satisfeitos”. O sorteio acontecerá no dia 30 de dezembro.

Com uma proposta totalmente inovadora em relação à premiação, a campanha vai oportunizar aos seus contemplados a possibilidade de adquirir os bens que sonham. Os ganhadores receberão os prêmios adquiridos no comércio local e em dinheiro (vale compra) para consumir nos estabelecimentos participantes da campanha com o que desejar e julgar necessário.

“Todo o dinheiro que for arrecadado para a campanha junto aos patrocinadores retornará para o comércio local e, com isso, fortalecendo-o ainda mais”. Esta edição, assim como as anteriores, promete superar todas as expectativas. No ano passado, por exemplo, foram distribuídos mais de um milhão de cupons em 360 estabelecimentos e nesse a expectativa, segundo a presidente da CDL, é chegar a cerca de 500 empresas participantes.

Fabíola Tormes - Redação Diário da Serra

Dia do Livro: Tangaraense já vendeu mais de um milhão de exemplares

Ele queria publicar apenas um livro para preservar as histórias orais que criou quando era um jovem professor de uma escola rural em Amambaí (MS) – hoje, com 22 obras publicadas, ele já vendeu mais de um milhão de exemplares e seus livros são comercializados em todo o território nacional. Seu nome é Robson Rocha – mineiro de nascimento e tangaraense de coração.

“Na escolinha rural de Amambaí não tinha livros de histórias para as crianças, daí eu comecei a inventar historinhas e conta para elas”, relata o escritor, destacando a influência do pai e do avô – contadores de histórias que ele ouvira desde pequenininho repetirem contos e causos para adultos e crianças.

Ele ainda estava no magistério e mesmo assim já dava aula nos anos iniciais. A necessidade de dar àquelas crianças o acesso a literatura fez com que ele passasse a sonhar em um dia publicar suas histórias. “Certa vez”, conta o escritor, “teve um concurso de teatro na escola, eu tinha uns dezoito anos, e eu escrevi um texto – O ataque das cáries – e foi premiado como o melhor texto, a partir de então, com a influência da professora Loreni Jordani Fioravanti, comecei a escrever minhas próprias histórias”, explica.

No início da década de 90, com mais de trinta títulos em mãos, e já morando em Mato Grosso, Robson Rocha começou a procurar uma editora. Depois de ouvir alguns ´nãos´, finalmente a Editora Fapi, de Belo Horizonte (MG), aceitou publicar uma coletânea de livros infantis composta por 12 títulos diferentes, entre eles, “O ataque das cáries”. A primeira edição da “Coleção Descobertas” foi em 1997.

Atualmente, esta coletânea está em sua décima edição e já vendeu em torno de um milhão e duzentos mil exemplares. “Eu não imaginava publicar e vender tanto. Nunca pensei em ganhar dinheiro vendendo livros e hoje eu ganho. Sou um cara feliz. Faço o que eu gosto e ganho dinheiro com isso”, falou.

Nos dias atuais, Robson se divide entre a vida em família, as aulas de Língua Portuguesa na Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat), campus local, a livraria, que abriu recentemente na avenida Ismael José do Nascimento, a participação em eventos e feiras de livro e literatura Mato Grosso à fora e, a produção e criação de novas histórias. E ele adianta que em 2012 irá lançar dois novos livros infantis, depois de ficar dois anos sem lançamentos.

OBRAS – Além dos doze livros da “Coleção Descobertas”, Robson Rocha tem publicados outros dez títulos, sendo seis da “Coleção Mistérios da Floresta Amazônica”, que possui edição em português e espanhol; três livros para o público infanto-juvenil: “A última surra”, “Os Katraias” e “Escola: É proibido pensar” e; “Depois de Você”, obra de poesias escrito em parceria com sua esposa e, também escritora, Joci Rosa.

Na Coleção Descobertas, a criança encontrará histórias do mundo misterioso dos animais do Pantanal e outras com uma gama muito diversificada de textos fascinantes: A formiguinha Ritinha, O ratinho preguiçoso, A descoberta do Caracol, O ataque das cáries, O hóspede de Barnabé, O mistério da cobra no céu, Deu a louca na floresta, A sorte do papagaio, O destino de Pingo, Coração de pedra, A minhoquinha Vermelhinha e O lápis mágico.

A coletânea “Mistérios da Floresta Amazônica” aborda a temática ambiental e é composta por seis livros: Medo do escuro, H²O, O Espião, A Anta, Castanheira e Gogó.

OUTROS AUTORES – Poucos sabem, mas Tangará da Serra possui vários outros escritores, além de Robson Rocha, amantes da literatura, com um monte de livros publicados e que também merecem nossa homenagem nesse dia. É o caso de Kátia Beck, Joci Rosa (esposa de Robson Rocha), Iolanda Garcia, Rodney Garcia, Carlos Edinei e Pedro Soares, que hoje reside em Cuiabá.
 
Alexandre Rolim - Redação Diário da Serra

Prefeitura convida engenheiros e arquitetos para reunião sobre Plano Diretor

A Prefeitura Municipal de Tangará da Serra, através da Secretaria Municipal de Coordenação e Planejamento, realiza na próxima terça-feira (01.11) reunião com profissionais de engenharia, arquitetura e técnicos em obras e edificações para discutir normativas relacionadas ao Plano Diretor.

O encontro acontece a partir das 07h30, na Sala de Licitações da Prefeitura, anexa à Secretaria de Planejamento, na Rua Antônio Hortolani (nº 69 – Centro), ao lado da agência do Sebrae. Todos os profissionais de engenharia, arquitetura e técnicos do setor estão convidados a participar.

A pauta da reunião atende ao disposto no Art. 186 do Plano Diretor – Lei Complementar 120/2007, no que diz respeito à elaboração de Projetos de Lei e Planos. Em vista destas normativas, a municipalidade instituirá uma Comissão Técnica com objetivo de elaborar o Plano de Mobilidade, revisar a Lei do Parcelamento do Solo (incluindo Lei de Condomínios Fechados e Sítios de Recreio) e o Código de Obras.

Segundo a Secretaria Municipal de Coordenação e Planejamento (Seplan), a meta é promover um trabalho com qualidade e que garanta o pleno desenvolvimento do Município de forma participativa. Além dos debates relacionados ao Plano Diretor, serão definidas as Comissões Específicas para cada legislação, bem como a rotina de trabalho e calendário. Para informações adicionais, o interessado deverá se dirigir à Seplan ou entrar em contato pelo telefone 65 3311-4875, através dos servidores Grace, Nilton e Viviane.
 
Fonte: Assessoria de Imprensa com SEPLAN

Sinfra trabalha na duplicação de trecho da Avenida Ismael José do Nascimento

A Secretaria Municipal de Infraestrutura (Sinfra) iniciou efetivamente a execução das obras de complemento da duplicação da Avenida Ismael José do Nascimento, no trecho entre as ruas 26 e 32 - Jardim Pomares e Jardim Angola.

A área para a duplicação foi regularizada em agosto, após assinatura da documentação pela Prefeitura Municipal, no Cartório do 1º Ofício. As obras foram confirmadas em abril, após aprovação do Projeto de Lei 042/2011 pela Câmara Municipal, que autorizou o Executivo a proceder nas desapropriações de imóveis para complementar a duplicação da avenida.

Assim, com os antigos moradores transferidos e os imóveis removidos, as obras tiveram início e há possibilidade de aplicação do pavimento ainda em novembro, dependendo da disponibilidade de material asfáltico. Esta semana, máquinas da Sinfra realizavam os trabalhos da base, que serão concluídos nos próximos dias.

A conclusão da duplicação da Avenida Ismael José do Nascimento eliminará transtornos e riscos de acidentes naquele trecho, já que o fluxo de veículos no local é intenso e a região é populosa, com grande número de residências e estabelecimentos comerciais.

O mesmo trecho, vale lembrar, integra uma das rotas de deslocamento e transportes de pacientes do Samu e de ambulâncias para a Unidade Mista de Saúde. Viaturas do Corpo de Bombeiros também passam com freqüência pelo local.
 
Fonte: Assessoria de Imprensa com Sinfra

Piracema começa dia 05 de novembro nos municípios da Bacia do Alto Paraguai

O período de proibição da pesca nos municípios que fazem parte da Bacia do Alto Paraguai – entre eles Tangará da Serra - começa no próximo dia 05 de novembro. A data é a mesma para os municípios da região do Pantanal e da Bacia Amazônica. Já nos municípios que integram a Bacia do Araguaia a Piracema começa mais cedo, a partir do dia 01 de novembro.

Em Tangará da Serra e demais cidades da região, quem for pescar no dia cinco já estará correndo risco de ser detido pela fiscalização da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (SEMA) e Polícia Ambiental. “Quem fizer estará passível de sofrer as penalidades com relação a pescado”, conta o diretor regional da SEMA, Alvino de Oliveira Filho.

Os órgãos de proteção ambiental prometem fiscalização rigorosa. Apesar do período de defeso (Piracema), estão isentos de penalidade os ribeirinhos que utilizam pesca tradicional. Mas eles também estão limitados a três quilos de peixes e mais um exemplar.

O período de Piracema vai até o término do mês de fevereiro de 2012. As datas de início e encerramento foram decididas pelo Conselho Estadual do Meio Ambiente (CONSEMA), que levou em consideração dados de monitoramento de pesquisas de laboratório realizadas pela SEMA, que demonstraram os estágios de ovas dos peixes em todas as regiões de Mato Grosso. “O período definido busca atender a todas as principais espécies existentes nestas bacias hidrográficas”, explica Alvino.

COMERCIALIZAÇÃO – Durante a Piracema é possível a comercialização de pescado, desde que tenha sido declarado até o segundo dia útil após o início do período de defeso. No caso de Tangará da Serra, onde a Piracema começa dia 05 de novembro, a declaração deve ser feita até a terça-feira, dia 08. São obrigados a declarar todos aqueles que lidam com pescado, seja peixaria, bares, restaurantes, ou supermercados.
 
Redação Diário da Serra

Wagner Ramos faz entrega de viaturas para Polícia Civil

A Polícia Judiciária Civil em Tangará da Serra ganhou mais cinco viaturas. Três delas caracterizadas e duas descaracterizadas. A entrega foi feita pelo deputado Wagner Ramos na tarde de ontem às 17h em frente ao Centro Integrado de Segurança e Cidadania (CISC), ao delegado regional Edmar Faria Filho. As viaturas fazem parte de uma grande aquisição feita pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) que utilizou recursos da arrecadação da cobrança da Taxa de Segurança Pública (Taseg).

Durante a solenidade de entrega o deputado lembrou que há pouco tempo os policiais civis em Tangará da Serra tinham apenas uma viatura descaracterizada para os trabalhos de investigação. “Desde o início do ano a Polícia Judiciária Civil, através do doutor Aldo, que era o delegado regional, já vinha cobrando de nós novas viaturas, e as viaturas que estavam aí já não estavam aguentando o batente. Então fomos até o governador Silval Barbosa e secretário de Justiça e Segurança Pública, doutor Diogenes Curado, onde conseguimos fazer a substituição e trazer para Tangará da Serra essas cinco novas viaturas”, contou Ramos.

A solenidade contou com a presença do comandante do 19° Batalhão da Polícia Militar junto ao CISC major Cruz, do comandante do Corpo de Bombeiros major José Carlos Barbosa, do prefeito Saturnino Masson, do vice-prefeito Idail Trubian, dos vereadores Roque Fritzen, Zé Pequeno, Vânia Ladeia, Welington Bezerra, da presidente do Conselho Comunitário de Segurança Aparecida Vieira dos Reis, e do presidente da Apae, Rubens Jolando.

DESCARACTERIZADAS – Na opinião do deputado Wagner Ramos são as viaturas descaracterizadas que possibilitarão melhoria significativa no trabalho da Polícia Civil. “As que são caracterizadas são importantes, mas as que não são darão um ganho muito importante na elucidação dos casos aqui em Tangará. Acredito que vai ter um bom resultado para que possa ser feito um trabalho investigativo, ir nas residências sem ter identificação, até para poder pegar os assaltantes, descobrir bocas-de-fumo, então esse trabalho acredito que é o mais importante”, avaliou.
 
Redação Diário da Serra

Tangará da Serra terá orçamento de R$ 172 milhões em 2012

Tangará da Serra terá um orçamento de R$ 172.418.533,94 em 2012. O valor consta no projeto de lei 141/2011, que tramita na Câmara Municipal e será votado até o dia 08 de dezembro.

A peça orçamentária foi apresentada e discutida em audiência pública promovida pelos poderes Executivo e Legislativo na noite da última terça-feira (18.10), no plenário da Câmara de Vereadores. A audiência foi conduzida pelo Executivo, através da Secretaria Municipal de Coordenação e Planejamento.

Dos R$ 172,4 milhões orçados para o próximo ano, R$ 140,36 milhões são para a Administração Direta. Os valores restantes são previstos para o Samae – R$ 25,05 milhões – e o Instituto Municipal de Previdência Social – R$ 8 milhões. As Receitas Correntes do município, por sua vez, ficaram estimadas em R$ 141,58 milhões que, com as devidas deduções legais, se convertem numa Receita Corrente Líquida de R$ 130.317.336,79.

Na receita total da Administração Direta, as receitas correntes somam R$ 127,78 milhões, com destaque para R$ 19,44 milhões para as Receitas Tributárias e R$ 98,69 milhões para as Transferências Correntes. Nas Receitas Tributárias, as principais fontes são o Imposto Sobre Serviços (ISS), com R$ 8,33 milhões previstos, e o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), com estimativa de R$ 4,31 milhões. O Imposto sobre Transferência de Bens Imóveis (ITBI) representa uma estimativa de receita de R$ 1,55 milhão, enquanto a previsão para o Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF) é de R$ 2,92 milhões.

Nas Transferências Correntes, a cota parte do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias (ICMS) representa uma estimativa de receita na ordem de R$ 27,54 milhões, enquanto a previsão relativa ao Fundo de Participação dos Municípios (FPM) chega a R$ 20,89 milhões. O IPVA – Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores deverá render, em 2012, uma arrecadação de R$ 5,1 milhões ao município.

Outras receitas do município dizem respeito aos recursos oriundos de convênios, que somam R$ 22,29 milhões para a Administração Direta e R$ 13,61 milhões para a Administração Indireta (Samae).

DESPESA – As despesas previstas do Poder Público do município para 2012 ficaram distribuídas da seguinte forma: Gabinete do Prefeito - R$ 3,5 milhões; Secretaria de Educação e Cultura - R$ 37,12 milhões; Secretaria de Saúde – R$ 34,82 milhões; Secretaria de Administração – R$ 6,10 milhões; Secretaria de Planejamento – R$ 3,44 milhões; Secretaria de Esportes – R$ 2,74 milhões; Secretaria de Fazenda – R$ 7,20 milhões; Secretaria de Assistência Social – R$ 4,61 milhões; Secretaria de Infraestrutura – R$ 15,8 milhões; Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Pecuária – R$ 10,30 milhões; Secretaria de
Indústria, Comércio e Serviços – R$ 6,04 milhões; Secretaria de Meio Ambiente – R$ 1,33 milhões; Secretaria de Turismo – R$ 1,95 milhões; Samae – R$ 24 milhões; Câmara Municipal – R$ 5,13 milhões.
 
Assessoria de Imprensa

Tangará da Serra será pintada de rosa a partir de hoje

O Grupo de Apoio Oncológico (GAO) – Luz da Esperança – de Tangará da Serra, desenvolve nos próximos dias uma vasta programação marcando o “Outubro Rosa”, uma das maiores campanhas mundiais de luta e prevenção do câncer de mama, doença que acomete cerca de 30 mulheres por dia somente no Brasil, segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca).

De acordo com a vice-presidente do GAO, Edna Girotto, o objetivo é informar e alertar as pessoas sobre o câncer de mama – o segundo mais comum em todo o mundo. “Por que a gente fala tanto em prevenção? Porque o câncer de mama é silencioso, não dói. Então, aconselhamos as pessoas a sempre fazerem autoexame e irem regularmente ao médico, pois quanto mais precoce o diagnóstico, maiores são as chances de cura”, disse.

E a médica ainda explica que este mas não é exclusivo da mulheres – ele também acomete os homens. “Não é tão comum em homens como é em mulheres. Eu trato de um paciente em Tangará que tem a doença”, revelou a médica, informando ainda que somente em Mato Grosso foram registrados mais de 400 casos da doença somente em 2010.

Para levar essas e outras informações à população tangaraense, o GAO irá as ruas no próximo sábado de manhã. De comércio em comércio a equipe transmitirá informações verbais as pessoas e dará a elas um cartão com informações sobre a doença e um laço cor-de-rosa para que as mulheres exponham no peito o principal simbolo da luta.

Além disso, Postos de Saúde da Família (PSFs) também oferecerão palestras preventivas e distribuirão material gráfico falando do assunto. Médicos e enfermeiros já foram orientados a retransmitir o recado a todos os pacientes. Na segunda, às 20 horas, o mastologista Fernando Oliveira Prado ministrará palestra aberta a todos no auditório da Acits.

HOLOFOTES – Pelo menos quatro pontos da cidade receberão iluminação especial e cor-de-rosa a partir de hoje. De acordo com Edna Girotto uma parceria com a Prefeitura está sendo definida para iluminar o Cristo Redentor da saída para Cuiabá, a rotatória das avenidas Brasil e Tancredo Neves, o Cristo de frente à igreja matriz Nossa Senhora Aparecida e o prédio da Acits.
 
Alexandre Rolim - Redação Diário da Serra

PM prende três por tráfico de drogas em quarto de hotel

Há algum tempo o Serviço de Inteligência da Polícia Militar de Tangará da Serra vem investigando o tráfico de drogas nas imediações do Terminal Rodoviário e na última terça-feira conseguiu prender três suspeitos no quarto de um hotel da região.

Com eles os policiais encontraram seis papelotes de pasta base, além de meia-caixa (nome dado a meia porção) da mesma droga que estava sendo preparada para ser comercializada. Um dos policiais que acompanhou a ação informou que os acusados conseguiram se livrar de boa parte do produto.

De acordo com ele, os suspeitos perceberam a chegada da PM e jogaram a droga no vaso sanitário e puxaram a descarga. “Eles se livraram no flagrante maior que era usado para tráfico doméstico”, relatou.

Os acusados Eder Ferreira da Silva, vulgo “Baleado”, de 28 anos, Joaquim José de Oliveira, de 41 anos e Fábio Moretti, de 26 anos, foram presos em flagrante e irão responder pelo crime de tráfico de drogas. Com essa apreensão a polícia pretende minimizar a ação de traficantes na região da rodoviária.
 
Alexandre Rolim - Redação Diário da Serra

Justiça do Trabalho manda bloquear R$ 137 mil da empresa D & L

O juiz do trabalho Juliano Girardello determinou o bloqueio de R$ 137 mil que o Município de Tangará da Serra iria pagar à empresa D & L, que presta serviços de limpeza à órgãos públicos municipais. A decisão foi tomada na última terça-feira, dia 11, depois que os advogados Rafael Martinazzo, Kátia Cristina Rodrigues e Luciane Martinazzo, ingressaram com Ação Cautelar Inominada com o objetivo de garantir o pagamento de verbas rescisórias e salários atrasados.

Segundo a determinação, o dinheiro será depositado pela Prefeitura em uma conta judicial e vai ficar indisponível até que se decidam as ações movidas pelos ex-funcionários da empresa na Justiça do Trabalho. Os trabalhadores receberam Aviso Prévio há 40 dias, e de acordo com a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), deveriam ter recebido o pagamento em no máximo 10 dias, o que não aconteceu.

Além disso, a maior parte dos ex-funcionários reclama o não recebimento de dois meses salários. “O objetivo dessa ação foi buscar a segurança para que esses trabalhadores recebam seus haveres futuramente, através de ações individuais que o nosso escritório já está montando de cada um deles”, conta Rafael Martinazzo.

O advogado diz que, a decisão deve ser considerada uma grande vitória para os trabalhadores, e também para o Poder Público. “Foi uma decisão muito sábia do nosso magistrado, doutor Juliano, e vai representar que esse dinheiro saia de onde tem que sair e não do bolso dos contribuintes”, afirma Martinazzo ao explicar que, caso a empresa não efetuasse o pagamento dos trabalhadores – agora garantido com o bloqueio – o Município poderia ao final ser condenado a pagar, uma vez que responde subsidiariamente.
 
Redação Diário da Serra

Executivo decreta ponto facultativo dias 13 e 14 e horário especial a partir do dia 17

Em virtude do feriado nacional de Nossa Senhora Aparecida e o Dia das Crianças, comemorados nesta quarta-feira, dia 12, o Poder Executivo de Tangará da Serra decretou ponto facultativo nas repartições públicas da Administração Municipal nos próximos dias 13 e 14 (quinta e sexta-feira).

Segundo o Decreto 321, de 10 de outubro de 2011 – segunda-feira -, serão mantidas equipes para atendimento dos serviços essenciais de saúde, limpeza urbana, trânsito e saneamento básico.

ESPECIAL – Também na segunda-feira (10.10), o Executivo determinou - através do Decreto nº 322 (10/10/2011) - horário especial de funcionamento nos órgãos públicos municipais, das 07h00 às 13h00, de segunda a sexta, a partir do próximo dia 17.10, segunda-feira.

O horário especial vigora até 31 de dezembro do corrente, valendo para o Gabinete do Prefeito e Dependências, e também para as pastas de Administração; Agricultura; Assistência Social; Educação e Cultura; Esportes; Fazenda; Indústria, Comércio e Serviços; Meio Ambiente; Planejamento e Coordenação; e Turismo.

As secretarias de Saúde e Infraestrutura, assim como o Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae), definirão e instituirão seus horários especiais através de ato normativo próprio.

Os serviços essenciais e emergenciais, tais como o atendimento ao público na Unidade Mista de Saúde, a coleta de lixo, serviços de abastecimento de água, de saneamento básico e outros, serão mantidos em funcionamento normal.
 
Assessoria de Imprensa

Torre de transmissão de TV cai em residência e deixa 1 ferido em Tangará da Serra

Uma torre de transmissão de uma emissora de TV em Tangará da Serra, a 242 quilômetros de Cuiabá, caiu em cima de uma residência neste sábado (8). A chuva intensa acompanhada de um vento forte foram os responsáveis pelo incidente que deixou uma pessoa levemente ferida. Segundo informações do Corpo de Bombeiros da cidade, a vítima mora ao lado do prédio da emissora. Ela foi atingido por pedaços de laje e foi conduzida pela própria família até o hospital.

Outro caso

Em abril deste ano, a queda de uma torre de TV causou a morte de um homem e deixou outro levemente ferido, em Cuiabá. A estrutura metálica de mais de 100 metros caiu na lateral do prédio da emissora durante um vendaval e atingiu a cabine do caminhão que circulava pela avenida Miguel Sutil. O passageiro do veículo Ronei Teotonio Cabreira sofreu uma forte pancada na cabeça, não resistiu aos ferimentos e morreu no local. A outra vítima, que sobreviveu, foi o motorista Durval Ferreira da Silva, de 44 anos, que sofreu várias fraturas pelo corpo.

G1/MT

Romanhuk é contra aumento de vereadores

O presidente da Câmara Municipal, vereador Miguel Romanhuk (DEM), disse ontem que o Projeto de Decreto Legislativo que amplia de 10 para 17 o número de vereadores em Tangará da Serra não será votado sem antes ser discutido com a população. Romanhuk reconheceu que parte dos vereadores é favorável ao aumento do número de vagas na Câmara e parte é contrária.

Quando Miguel era prefeito em exercício o projeto foi elaborado pela Mesa Diretora. Quando ele deixou o cargo, no dia 30 de setembro, o projeto estava prestes a ser votado em primeira discussão na sessão ordinária do dia 3. “Nós reassumimos a presidência e o projeto estava em tramitação. Nós retiramos primeiro e agora vamos sentar com todos os vereadores pra ver que decisão vai ser tomada. Eu e mais alguns vereadores não queremos aumentar nenhuma cadeira”, explica.

Romanhuk defende que, caso haja persistência por parte dos parlamentares, uma Audiência Pública seja realizada pela Câmara Municipal para que a população tenha a oportunidade de se manifestar. Miguel diz que não pode imaginar qual seria o resultado da consulta, mas defende que o número de vereadores não seja aumentado. “Se a população aprovasse pra nós que tivesse 11, 12, 13 ou 17 vereadores, aí sim. Mas tem que ser com a participação da população. Ai sim teríamos carta branca de quem vai nos eleger, aí sim”, avalia.

REPRESENTATIVIDADE - O argumento de que mais parlamentares significaria maior representatividade da sociedade organizada na Câmara, é rebatido por Romanhuk. “Hoje a população tem dez vereadores, tem de 13 a 14 secretários, tem os presidentes de bairros. É muito representante. E não adianta ter representante e não ter com o quê fazer. Então é melhor ter menos representantes e ter com o quê fazer as coisas que a população precisa”, conclui.
 
Redação Diário da Serra